Loading
 
 
 
Loading
 
Juristas Católicos defendem permanência de imagens de Nossa Senhora em locais públicos
Loading
 
9 de Dezembro de 2019 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

São Paulo (Segunda-feira, 09-12-2019, Gaudium Press) Durante a Assembleia Geral da União dos Juristas Católicos de São Paulo (Ujucasp) realizada no dia 25 de novembro, no salão da Paróquia Nossa Senhora do Brasil, foram apresentados os trabalhos desenvolvidos ao longo do ano de 2019 e a situação dos principais processos judiciais em que a Ujucasp atua ou acompanha.

Juristas Católicos defendem permanência de imagens de Nossa Senhora em locais públicos.jpg

Também foi divulgado o resultado do "1º Congresso Nacional dos Juristas Católicos", que contou com a presença de 300 participantes, que, no dia 30 de agosto, ouviram conferências proferidas por juristas, membros do clero arquidiocesano e dos poderes Judiciário e Legislativo.

O jurista Miguel Vidigal expôs a controvérsia judicial vivida na cidade de Aparecida do Norte, interior de São Paulo, na qual, através de uma decisão da Justiça, se determinou a retirada de monumentos religiosos de espaços públicos municipais, desconsiderando o amplo fundamento jurídico para sua manutenção. O processo atualmente está em fase de recurso.

Diante disso, os juristas católicos presentes se disponibilizaram para auxiliar da forma que for possível em uma resolução positiva para essa polêmica. O Desembargador Roberto Antonio Vallim Bellocchi, ex-presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, apontou a desproporcionalidade da decisão, que não deve prevalecer. Já o Cardeal Arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Pedro Scherer, afirmou que decisões como esta não correspondem ao conceito de estado laico, mas a "um Estado que proíbe a religião".

Durante o evento também foram disponibilizadas informações sobre sua atuação em processos judiciais, bem como decisões relevantes ao seu campo de atuação, além de se destacar que em 2020, será realizado retiro espiritual para os membros da UJUCASP e suas famílias, atendendo à orientação dada por Dom Odilo. Ao final do evento, foi realizada a diplomação e posse dos novos membros da Associação.

O encontro contou com a presenças do Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo e Presidente da UJUCASP; e Dom Carlos Lema Garcia, Bispo Auxiliar da Arquidiocese e Diretor-Assistente Eclesiástico da instituição; que compuseram a mesa com o jurista Ives Gandra da Silva Martins, membro do Conselho Consultivo; Miguel da Costa Carvalho Vidigal, Diretor-Tesoureiro; e João Carlos Biagini, Diretor-Secretário. (EPC)

Loading
Juristas Católicos defendem permanência de imagens de Nossa Senhora em locais públicos

São Paulo (Segunda-feira, 09-12-2019, Gaudium Press) Durante a Assembleia Geral da União dos Juristas Católicos de São Paulo (Ujucasp) realizada no dia 25 de novembro, no salão da Paróquia Nossa Senhora do Brasil, foram apresentados os trabalhos desenvolvidos ao longo do ano de 2019 e a situação dos principais processos judiciais em que a Ujucasp atua ou acompanha.

Juristas Católicos defendem permanência de imagens de Nossa Senhora em locais públicos.jpg

Também foi divulgado o resultado do "1º Congresso Nacional dos Juristas Católicos", que contou com a presença de 300 participantes, que, no dia 30 de agosto, ouviram conferências proferidas por juristas, membros do clero arquidiocesano e dos poderes Judiciário e Legislativo.

O jurista Miguel Vidigal expôs a controvérsia judicial vivida na cidade de Aparecida do Norte, interior de São Paulo, na qual, através de uma decisão da Justiça, se determinou a retirada de monumentos religiosos de espaços públicos municipais, desconsiderando o amplo fundamento jurídico para sua manutenção. O processo atualmente está em fase de recurso.

Diante disso, os juristas católicos presentes se disponibilizaram para auxiliar da forma que for possível em uma resolução positiva para essa polêmica. O Desembargador Roberto Antonio Vallim Bellocchi, ex-presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, apontou a desproporcionalidade da decisão, que não deve prevalecer. Já o Cardeal Arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Pedro Scherer, afirmou que decisões como esta não correspondem ao conceito de estado laico, mas a "um Estado que proíbe a religião".

Durante o evento também foram disponibilizadas informações sobre sua atuação em processos judiciais, bem como decisões relevantes ao seu campo de atuação, além de se destacar que em 2020, será realizado retiro espiritual para os membros da UJUCASP e suas famílias, atendendo à orientação dada por Dom Odilo. Ao final do evento, foi realizada a diplomação e posse dos novos membros da Associação.

O encontro contou com a presenças do Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo e Presidente da UJUCASP; e Dom Carlos Lema Garcia, Bispo Auxiliar da Arquidiocese e Diretor-Assistente Eclesiástico da instituição; que compuseram a mesa com o jurista Ives Gandra da Silva Martins, membro do Conselho Consultivo; Miguel da Costa Carvalho Vidigal, Diretor-Tesoureiro; e João Carlos Biagini, Diretor-Secretário. (EPC)


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

O Cardeal Orani tem exortado os fiéis a seguirem o exemplo de São Sebastião e viverem a missionar ...
 
Celibato: carisma dado a alguns membros da Igreja, chamado para consagrar completamente a vida a Deu ...
 
O Caminho de Santiago de Compostela, cuja meta é a Catedral de Santiago, é conhecido também como ...
 
“A Assembleia da República manifesta o seu pesar pelos mais de 1.000 cristãos mortos em 2019 na ...
 
Seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Príncipe da Paz, Rei dos Reis, Senhor dos Senhores (Isaías 9-6 ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading