Loading
 
 
 
Loading
 
França: Presépio apresentado por crianças interrompido com ameaças, gritos e baderna
Loading
 
18 de Dezembro de 2019 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Toulouse - França (Quarta-feira, 18-12-2019, Gaudium Press) Na cidade de Toulouse, na França, baderneiros anticatólicos gritam slogans, ameaçam e fazem baderna para interromper a apresentação de um Presépio vivo interpretado por crianças.

França-Presépio apresentado por crianças interrompido com ameaças, gritos e baderna-Foto LaDepeche.fr.jpg
Presépio apresentado por crianças
interrompido por baderneiros anticatólicos.
Foto:La (Depeche.fr)

 

O fato gerou uma rejeição geral e indignação por parte dos fiéis, do prefeito da cidade e do Arcebispo local.

O grupo de perseguidores estava espalhado em vários edifícios da Praça Saint-Georges, em Toulouse, e se aglutinaram orquestradamente e iniciaram gritos e slogans como: "fora fascista", "contra a polícia e os fascistas", "somos os anticapitalistas". Isso era por volta das 16h, quando um coral cantava músicas natalinas junto ao presépio vivo.

Apesar da presença só de crianças na apresentação, os baderneiros caminhavam para se aproximar e provocar um confronto maior e pior, os organizadores do presépio vivo, a associação leiga "Vivre Noel autrement" (vivendo o Natal de maneira diferente), decidiu interromper as atividades que estavam previstas se prolongarem até as 18h, informou o site LaDepeche.fr.

Prefeito de Toulouse

O prefeito de Toulouse, Jean-Luc Moudenc, repudiou o aparecimento da multidão:

"Lamento e condeno firmemente o comportamento irresponsável dos manifestantes de ontem, que provocaram a interrupção do presépio vivo, em detrimento dos cidadãos de Toulouse. Como todos os anos, eu autorizei o evento organizado pela associação Vivre Noël autrement", indicou Mondenc em sua conta no Twitter no domingo, 15 de dezembro.

Arcebispo de Toulouse

O Arcebispo de Toulouse, Dom Robert Le Galle, também rejeitou o que aconteceu com o presépio vivo e disse ao LaDepeche.fr que seu sentimento nestes momentos é "de grande pesar, tristeza e incompreensão. Não entendo".

O Bispo disse que a apresentação foi organizada por uma associação leiga e que o Presépio Vivo foi "uma expressão alegre com canções de Natal, com a encenação do Natal feita com crianças e adultos, acompanhados por vários animais, e que não tinha outra intenção a não ser dar mais profundidade a esta festa".

"Como Arcebispo de Toulouse, lamento que a simples lembrança do nascimento de Jesus e dos valores que isso traz (a acolhida do estrangeiro, o anúncio da paz e o sinal de ternura de que todos precisamos) não sejam mais respeitados em nosso país e suscite atos de violência verbal e física por parte dos defensores da liberdade", afirmou o Prelado. (ARM)

 

Loading
França: Presépio apresentado por crianças interrompido com ameaças, gritos e baderna

Toulouse - França (Quarta-feira, 18-12-2019, Gaudium Press) Na cidade de Toulouse, na França, baderneiros anticatólicos gritam slogans, ameaçam e fazem baderna para interromper a apresentação de um Presépio vivo interpretado por crianças.

França-Presépio apresentado por crianças interrompido com ameaças, gritos e baderna-Foto LaDepeche.fr.jpg
Presépio apresentado por crianças
interrompido por baderneiros anticatólicos.
Foto:La (Depeche.fr)

 

O fato gerou uma rejeição geral e indignação por parte dos fiéis, do prefeito da cidade e do Arcebispo local.

O grupo de perseguidores estava espalhado em vários edifícios da Praça Saint-Georges, em Toulouse, e se aglutinaram orquestradamente e iniciaram gritos e slogans como: "fora fascista", "contra a polícia e os fascistas", "somos os anticapitalistas". Isso era por volta das 16h, quando um coral cantava músicas natalinas junto ao presépio vivo.

Apesar da presença só de crianças na apresentação, os baderneiros caminhavam para se aproximar e provocar um confronto maior e pior, os organizadores do presépio vivo, a associação leiga "Vivre Noel autrement" (vivendo o Natal de maneira diferente), decidiu interromper as atividades que estavam previstas se prolongarem até as 18h, informou o site LaDepeche.fr.

Prefeito de Toulouse

O prefeito de Toulouse, Jean-Luc Moudenc, repudiou o aparecimento da multidão:

"Lamento e condeno firmemente o comportamento irresponsável dos manifestantes de ontem, que provocaram a interrupção do presépio vivo, em detrimento dos cidadãos de Toulouse. Como todos os anos, eu autorizei o evento organizado pela associação Vivre Noël autrement", indicou Mondenc em sua conta no Twitter no domingo, 15 de dezembro.

Arcebispo de Toulouse

O Arcebispo de Toulouse, Dom Robert Le Galle, também rejeitou o que aconteceu com o presépio vivo e disse ao LaDepeche.fr que seu sentimento nestes momentos é "de grande pesar, tristeza e incompreensão. Não entendo".

O Bispo disse que a apresentação foi organizada por uma associação leiga e que o Presépio Vivo foi "uma expressão alegre com canções de Natal, com a encenação do Natal feita com crianças e adultos, acompanhados por vários animais, e que não tinha outra intenção a não ser dar mais profundidade a esta festa".

"Como Arcebispo de Toulouse, lamento que a simples lembrança do nascimento de Jesus e dos valores que isso traz (a acolhida do estrangeiro, o anúncio da paz e o sinal de ternura de que todos precisamos) não sejam mais respeitados em nosso país e suscite atos de violência verbal e física por parte dos defensores da liberdade", afirmou o Prelado. (ARM)

 


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Em 2022 se celebrará o centenário dos Camilianos no Brasil e os religiosos já estão com uma gran ...
 
As andorinhas estão contentes sendo andorinhas, e fazendo aquilo que uma ave como elas faz! ...
 
Instituições religiosas e públicas de Lisboa celebrarão o Jubileu dos 800 anos de Santo Antô ...
 
Inquisição sem complexos é o livro definitivo no qual são apresentados os principais ataques à ...
 
“Quando o coração torna endurecido, esquece... Esquece da graça da salvação, esquece a gratu ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading