Loading
 
 
 
Loading
 
Bispos da “Coordenação da Terra Santa” fazem visita anual à Terra Santa
Loading
 
17 de Janeiro de 2020 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Terra Santa (Sexta-feira, 17-01-2020, Gaudium Press) Do último dia 11 de janeiro até o dia 16 os bispos que compõem a "Coordenação da Terra Santa" fizeram sua visita anual à Terra Santa.

Bispos da Coordenação da Terra Santa fazem visita anual à Terra Santa- Foto AICA.jpg
Os Bispos dessa Comissão focaram sua atenção na pastoral aos cristãos
em Gaza, Jerusalém Leste e Ramallah.
Foto: AICA

Esta foi a vigésima visita desta Comissão que, a convite da Santa Sé e com o apoio do Conselho das Conferências Episcopais da Europa e da Conferência Episcopal da Inglaterra e do País de Gales, reúne um grupo de cerca de 15 bispos e representantes de Europa, América do Norte e África do Sul, para tomar consciência e conhecer as realidades sociais, políticas e eclesiais presentes na Terra Santa.

Os Bispos dessa Comissão focaram sua atenção na pastoral aos cristãos em Gaza, Jerusalém Leste e Ramallah.

A Visita

Neste ano, a delegação da Coordenação da Terra Santa estava sediada em Ramallah.

Um dos momentos mais importantes foi a visita noturna a Gaza, onde eles celebraram a missa dominical ao lado da pequena comunidade cristã da região.

Neste último Natal, o governo de Israel impediu os cristãos de Gaza de visitarem Belém ou seus parentes e entes queridos na Cisjordânia, e é por isso que os bispos decidiram expressar sua proximidade a esta comunidade cristã e orar por todos os habitantes de Gaza e pelos fim do conflito

Além desse ato de solidariedade, em Gaza, a delegação visitou a Casa da Paz liderada pelas Missionárias da Caridade onde reuniu-se com grupos de jovens e fiéis cristãos e foi realizada uma visita pastoral aos doentes na comunidade.

Também em Jerusalém e Ramallah, os bispos se reuniram com jovens para ouvir suas esperanças e experiências, apesar de viverem em uma sociedade cada vez mais dividida.

Em Jerusalém, o arcebispo Pierbattista Pizzaballa, administrador apostólico do Patriarcado Latino e o núncio apostólico, arcebispo Leopoldo Girelli, reuniram-se com os bispos para discutir a atual situação delicada da região.

Além das reuniões planejadas com autoridades palestinas e israelenses, eles também fizeram visitas a Jerusalém Oriental e às irmãs combonianas em Betânia, bem como à escola e paróquia em Ramallah.

Comunicado da Coordenação

No final da visita, a Coordenação da Terra Santa divulgou o comunicado final, concentrando-se no pedido de uma solução política "baseada na dignidade humana de todos" que garanta justiça e paz.

Em uma declaração ampla, foi indicada essa solução que, segundo os bispos, deve ser "desenvolvida em última instância pelos povos em diálogo na Terra Santa".

Ainda segundo os 15 signatários da declaração dos prelados, é necessário que os outros países façam sua parte "pedindo a aplicação do direito internacional; seguindo as diretrizes da Santa Sé em reconhecimento ao Estado da Palestina; levando em consideração as necessidades de segurança dos países".

Eles falam de Israel e o direito de todos viverem em segurança; rejeitar o apoio político ou econômico aos assentamentos; e resolutamente se opondo a atos de violência ou violações dos direitos humanos por qualquer pessoa ".

Em sua declaração os prelados membros da "Coordenação da Terra Santa" recordam que os bispos católicos locais, em uma mensagem recente, já "denunciaram a incapacidade da comunidade internacional de contribuir para a promoção da justiça e da paz neste local onde Cristo nasceu" e convida os governos "fazer mais para cumprir suas responsabilidades de fazer cumprir o direito internacional e proteger a dignidade humana".

Diante da realidade que os bispos observaram, a "Coordenação da Terra Santa" convida todos os fiéis "a rezar por esta missão e apoiá-la".

Por fim, os bispos declaram que esperam que a comunidade internacional possa "expressar sua solidariedade para com aqueles israelitas e palestinos que não querem renunciar sua luta não violenta pela justiça, pela paz e pelos direitos fundamentais da pessoa humana"

(ARM)

 

Loading
Bispos da “Coordenação da Terra Santa” fazem visita anual à Terra Santa

Terra Santa (Sexta-feira, 17-01-2020, Gaudium Press) Do último dia 11 de janeiro até o dia 16 os bispos que compõem a "Coordenação da Terra Santa" fizeram sua visita anual à Terra Santa.

Bispos da Coordenação da Terra Santa fazem visita anual à Terra Santa- Foto AICA.jpg
Os Bispos dessa Comissão focaram sua atenção na pastoral aos cristãos
em Gaza, Jerusalém Leste e Ramallah.
Foto: AICA

Esta foi a vigésima visita desta Comissão que, a convite da Santa Sé e com o apoio do Conselho das Conferências Episcopais da Europa e da Conferência Episcopal da Inglaterra e do País de Gales, reúne um grupo de cerca de 15 bispos e representantes de Europa, América do Norte e África do Sul, para tomar consciência e conhecer as realidades sociais, políticas e eclesiais presentes na Terra Santa.

Os Bispos dessa Comissão focaram sua atenção na pastoral aos cristãos em Gaza, Jerusalém Leste e Ramallah.

A Visita

Neste ano, a delegação da Coordenação da Terra Santa estava sediada em Ramallah.

Um dos momentos mais importantes foi a visita noturna a Gaza, onde eles celebraram a missa dominical ao lado da pequena comunidade cristã da região.

Neste último Natal, o governo de Israel impediu os cristãos de Gaza de visitarem Belém ou seus parentes e entes queridos na Cisjordânia, e é por isso que os bispos decidiram expressar sua proximidade a esta comunidade cristã e orar por todos os habitantes de Gaza e pelos fim do conflito

Além desse ato de solidariedade, em Gaza, a delegação visitou a Casa da Paz liderada pelas Missionárias da Caridade onde reuniu-se com grupos de jovens e fiéis cristãos e foi realizada uma visita pastoral aos doentes na comunidade.

Também em Jerusalém e Ramallah, os bispos se reuniram com jovens para ouvir suas esperanças e experiências, apesar de viverem em uma sociedade cada vez mais dividida.

Em Jerusalém, o arcebispo Pierbattista Pizzaballa, administrador apostólico do Patriarcado Latino e o núncio apostólico, arcebispo Leopoldo Girelli, reuniram-se com os bispos para discutir a atual situação delicada da região.

Além das reuniões planejadas com autoridades palestinas e israelenses, eles também fizeram visitas a Jerusalém Oriental e às irmãs combonianas em Betânia, bem como à escola e paróquia em Ramallah.

Comunicado da Coordenação

No final da visita, a Coordenação da Terra Santa divulgou o comunicado final, concentrando-se no pedido de uma solução política "baseada na dignidade humana de todos" que garanta justiça e paz.

Em uma declaração ampla, foi indicada essa solução que, segundo os bispos, deve ser "desenvolvida em última instância pelos povos em diálogo na Terra Santa".

Ainda segundo os 15 signatários da declaração dos prelados, é necessário que os outros países façam sua parte "pedindo a aplicação do direito internacional; seguindo as diretrizes da Santa Sé em reconhecimento ao Estado da Palestina; levando em consideração as necessidades de segurança dos países".

Eles falam de Israel e o direito de todos viverem em segurança; rejeitar o apoio político ou econômico aos assentamentos; e resolutamente se opondo a atos de violência ou violações dos direitos humanos por qualquer pessoa ".

Em sua declaração os prelados membros da "Coordenação da Terra Santa" recordam que os bispos católicos locais, em uma mensagem recente, já "denunciaram a incapacidade da comunidade internacional de contribuir para a promoção da justiça e da paz neste local onde Cristo nasceu" e convida os governos "fazer mais para cumprir suas responsabilidades de fazer cumprir o direito internacional e proteger a dignidade humana".

Diante da realidade que os bispos observaram, a "Coordenação da Terra Santa" convida todos os fiéis "a rezar por esta missão e apoiá-la".

Por fim, os bispos declaram que esperam que a comunidade internacional possa "expressar sua solidariedade para com aqueles israelitas e palestinos que não querem renunciar sua luta não violenta pela justiça, pela paz e pelos direitos fundamentais da pessoa humana"

(ARM)

 


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

"Que Salesianos para os jovens de hoje?" é o tema do 28º Capítulo Geral dos Salesianos, iniciado ...
 
O Instituto S. João de Deus recusará praticar a eutanásia em todas as suas unidades. ...
 
A Basílica de Nossa Senhora de Guadalupe no México acolherá os eventos centrais desta edição do ...
 
De 16 de fevereiro de 2020 a 16 de fevereiro de 2021 será o Ano Jubilar da Província Eclesiástica ...
 
Em 2022 se celebrará o centenário dos Camilianos no Brasil e os religiosos já estão com uma gran ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading