Loading
 
 
 
Loading
 
Tratado de Latrão, que permitiu criar o Estado do Vaticano completa, 91 anos
Loading
 
11 de Fevereiro de 2020 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Roma (Terça-feira, 11-02-2020, Gaudium Press) Há 91 anos -11 de fevereiro de 1929- era assinado em Roma o Tratado de Latrão tendo como partes o Reino da Itália e a Santa Sé.
Foi a assinatura deste Tratado que permitiu a criação do Estado da Cidade do Vaticano.

Tratado de Latrão, que permitiu criar o Estado do Vaticano completa, 91 anos -Foto Pintrest.jpg
O tratado foi assinado em 11 de fevereiro de 1929,
no Palácio São João de Latrão.
Foto: Printrest

História

Era o dia 11 de fevereiro de 1929, no Palácio São João de Latrão, o Cardeal Pietro Gasparri, em nome de Sua Santidade Papa Pio XI, pela Santa Sé, e Benito Mussolini, na ocasião como presidente do Conselho de Ministros do rei Vittorio Emanuele III, assinaram o acordo pelo qual ficava estabelecida e reconhecida a independência, soberania e fronteiras do novo Estado Vaticano.

Questão Romana

Com a assinatura do Tratado de Latão colocava-se fim à denominada Questão Romana, um conflito existente entre o Reino da Itália e a Igreja Católica que vinha desde 1870, quando as tropas do recém-criado Reino da Itália conquistaram a cidade de Roma e extinguindo os Estados Pontifícios.

Após a ocupação da cidade dos Papa, os Pontífices se negaram a reconhecer a legitimidade do Reino da Itália para incorporar os Estados Pontifícios à soberania do novo Estado e, desde então, os Papas declararam se prisioneiros e confinados dentro dos muros do Vaticanos.

Esta situação histórica conflitante só terminou com a assinatura do Tratado de Latrão.
Ele colocou fim a 59 anos de disputas, quando Itália e Santa Sé se reconheceram mutuamente como Estados independentes.

O correr do Tempo 

Caiu o regime fascista de Mussolini, caiu a Monarquia, a República italiana foi proclamada, terminou a Segunda Guerra Mundial.
O Tratado de Latrão foi incorporado à Constituição italiana de 1948. ficando, portanto, blindado.

Os reconhecimentos

O Tratado de Latrão reconhece a soberania do Pontífice sobre um território independente de 44 hectares quie é composto principalmente pela Basílica e a Praça de São Pedro, os Museus e Jardins Vaticanos e todas as dependências incluídas dentro dos muros do Vaticano.

O Tratado reconhece também alguns locais extraterritoriais nos quais o Vaticano exerce sua soberania.

Entre estes locais extraterritoriais estão incluídas as Basílicas papais de São João de Latrão, Santa Maria Maior e São Paulo Extramuros e ainda o Palácio Pontifício de Castel Gandolfo.

Mais do que o reconhecimento em um Tratado regido, tutelado e executado dentro dos ditames do Direito Internacional Público, nasceu o menor estado do mundo com seu também menor exército do mundo.

Sem dúvida surgiu um Estado sem jurisdição ou mando, porém, indiscutivelmente, com uma influência e um poderio moral que vão para muito além de suas fronteiras físicas.

Apesar de tudo, um poder que causa inveja, sobretudo porque é base para os Pontífices influenciarem almas.


(JSG)

 

Loading
Tratado de Latrão, que permitiu criar o Estado do Vaticano completa, 91 anos

Roma (Terça-feira, 11-02-2020, Gaudium Press) Há 91 anos -11 de fevereiro de 1929- era assinado em Roma o Tratado de Latrão tendo como partes o Reino da Itália e a Santa Sé.
Foi a assinatura deste Tratado que permitiu a criação do Estado da Cidade do Vaticano.

Tratado de Latrão, que permitiu criar o Estado do Vaticano completa, 91 anos -Foto Pintrest.jpg
O tratado foi assinado em 11 de fevereiro de 1929,
no Palácio São João de Latrão.
Foto: Printrest

História

Era o dia 11 de fevereiro de 1929, no Palácio São João de Latrão, o Cardeal Pietro Gasparri, em nome de Sua Santidade Papa Pio XI, pela Santa Sé, e Benito Mussolini, na ocasião como presidente do Conselho de Ministros do rei Vittorio Emanuele III, assinaram o acordo pelo qual ficava estabelecida e reconhecida a independência, soberania e fronteiras do novo Estado Vaticano.

Questão Romana

Com a assinatura do Tratado de Latão colocava-se fim à denominada Questão Romana, um conflito existente entre o Reino da Itália e a Igreja Católica que vinha desde 1870, quando as tropas do recém-criado Reino da Itália conquistaram a cidade de Roma e extinguindo os Estados Pontifícios.

Após a ocupação da cidade dos Papa, os Pontífices se negaram a reconhecer a legitimidade do Reino da Itália para incorporar os Estados Pontifícios à soberania do novo Estado e, desde então, os Papas declararam se prisioneiros e confinados dentro dos muros do Vaticanos.

Esta situação histórica conflitante só terminou com a assinatura do Tratado de Latrão.
Ele colocou fim a 59 anos de disputas, quando Itália e Santa Sé se reconheceram mutuamente como Estados independentes.

O correr do Tempo 

Caiu o regime fascista de Mussolini, caiu a Monarquia, a República italiana foi proclamada, terminou a Segunda Guerra Mundial.
O Tratado de Latrão foi incorporado à Constituição italiana de 1948. ficando, portanto, blindado.

Os reconhecimentos

O Tratado de Latrão reconhece a soberania do Pontífice sobre um território independente de 44 hectares quie é composto principalmente pela Basílica e a Praça de São Pedro, os Museus e Jardins Vaticanos e todas as dependências incluídas dentro dos muros do Vaticano.

O Tratado reconhece também alguns locais extraterritoriais nos quais o Vaticano exerce sua soberania.

Entre estes locais extraterritoriais estão incluídas as Basílicas papais de São João de Latrão, Santa Maria Maior e São Paulo Extramuros e ainda o Palácio Pontifício de Castel Gandolfo.

Mais do que o reconhecimento em um Tratado regido, tutelado e executado dentro dos ditames do Direito Internacional Público, nasceu o menor estado do mundo com seu também menor exército do mundo.

Sem dúvida surgiu um Estado sem jurisdição ou mando, porém, indiscutivelmente, com uma influência e um poderio moral que vão para muito além de suas fronteiras físicas.

Apesar de tudo, um poder que causa inveja, sobretudo porque é base para os Pontífices influenciarem almas.


(JSG)

 

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/107525-Tratado-de-Latrao--que-permitiu-criar-o-Estado-do-Vaticano-completa--91-anos-. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Será canonizada Madre Francisca Rubatto, fundadora das Irmãs Terciárias Capuchinhas de Loano. ...
 
"Necessitamos nos confiar ao seu cuidado espiritual neste momento tão difícil no mundo e na Igreja ...
 
"No ventre materno o bebê já tem sua identidade genética e a lei deve refletir sobre essa realida ...
 
O prelado recordou que o centro da Eucaristia deve ser Deus e não as realizações humanas e que o ...
 
Em um vitral da Catedral da cidade alemã de Lubeck, pode-se ler um inspirado poema, muito próprio ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading