Loading
 
 
 
Loading
 
Especial Via Sacra: V Estação – Simão Cirineu ajuda a Jesus a carregar a Cruz
Loading
 
24 de Março de 2010 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

 

V Estação – Simão Cirineu ajuda a Jesus a carregar a Cruz

Mons. João S.Clá Dias, EP

V/. Nós Vos adoramos, ó Cristo, e Vos bendizemos.

R/. Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo.
Passava por ali certo homem de Cirene, chamado Simão, que vinha do campo, pai de Alexandre e de Rufo, e obrigaram-no que Lhe levasse a cruz (Mc 15, 20-21).

Os soldados romanos receiam que o Divino condenado venha a morrer, antes mesmo de chegar ao Gólgota. É urgente encontrar alguém que O auxilie a terminar o percurso.

O centurião que comandava os soldados romanos vê Simão. Quem era ele? Sabe-se somente que era de Cirene, quase um anônimo. Porém, embora obrigado, ajudou a levar a cruz de Jesus, e de alguma forma cooperou com a obra da Redenção.

Oh! exemplo extraordinário para mim! Mesmo que fosse inocente, devo lembrar-me das palavras do Divino Mestre: "Quem não toma a sua cruz e não Me segue, não é digno de Mim" (Mt 10, 38).

É indispensável que eu tome a minha cruz, ou seja, aquela responsabilidade, aquela humilhação. A cruz da honestidade, da retidão de consciência e da prática da virtude. Sim, é preciso que eu seja perfeito.

Ó Jesus que neste passo de Vossa Paixão pedis a minha ajuda, quero seguir-Vos com a minha cruz. Mas, ajudai-me a ajudar-Vos, Senhor.

Pai-Nosso, Ave-Maria, Glória.

V/. Sagrado Coração de Jesus, vítima dos pecadores.

R/. Tende piedade de nós.

V/. Pela misericórdia de Deus descansem em paz as almas dos fiéis defuntos.

R/. Amém.

 

 

Loading
Especial Via Sacra: V Estação – Simão Cirineu ajuda a Jesus a carregar a Cruz

 

V Estação – Simão Cirineu ajuda a Jesus a carregar a Cruz

Mons. João S.Clá Dias, EP

V/. Nós Vos adoramos, ó Cristo, e Vos bendizemos.

R/. Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo.
Passava por ali certo homem de Cirene, chamado Simão, que vinha do campo, pai de Alexandre e de Rufo, e obrigaram-no que Lhe levasse a cruz (Mc 15, 20-21).

Os soldados romanos receiam que o Divino condenado venha a morrer, antes mesmo de chegar ao Gólgota. É urgente encontrar alguém que O auxilie a terminar o percurso.

O centurião que comandava os soldados romanos vê Simão. Quem era ele? Sabe-se somente que era de Cirene, quase um anônimo. Porém, embora obrigado, ajudou a levar a cruz de Jesus, e de alguma forma cooperou com a obra da Redenção.

Oh! exemplo extraordinário para mim! Mesmo que fosse inocente, devo lembrar-me das palavras do Divino Mestre: "Quem não toma a sua cruz e não Me segue, não é digno de Mim" (Mt 10, 38).

É indispensável que eu tome a minha cruz, ou seja, aquela responsabilidade, aquela humilhação. A cruz da honestidade, da retidão de consciência e da prática da virtude. Sim, é preciso que eu seja perfeito.

Ó Jesus que neste passo de Vossa Paixão pedis a minha ajuda, quero seguir-Vos com a minha cruz. Mas, ajudai-me a ajudar-Vos, Senhor.

Pai-Nosso, Ave-Maria, Glória.

V/. Sagrado Coração de Jesus, vítima dos pecadores.

R/. Tende piedade de nós.

V/. Pela misericórdia de Deus descansem em paz as almas dos fiéis defuntos.

R/. Amém.

 

 


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Através de uma vídeo-mensagem, o sucessor de Dom Bosco mostrou o livro com os nomes de todos os mi ...
 
Francisco recorda experiência de católicos ucranianos durante “a longa opressão do regime sovi ...
 
Dom Fernando Guimarães, pediu para que “levem à toda comunidade (dos Arautos do Evangelho), o me ...
 
O Simpósio é organizado pela Academia Pontifícia para a Vida e pelo Cume Mundial de Inovação pa ...
 
Quantas vezes nós nos lamentamos, nos lamentamos e tantas vezes pensamos que os nossos pecados não ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading