Loading
 
 
 
Loading
 
Ano Pastoral da arquidiocese de Santiago é lançado na presença de mais de duas mil pessoas
Loading
 
17 de Março de 2009 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Santiago (Terça, 17-03-2009, Gaudium Press) O Ano Pastoral da arquidiocese de Santiago (Chile) foi lançado em uma cerimônia feita no último sábado (14) no colégio Sagrados Corações de Alameda e reuniu mais de 2.300 pessoas, entre elas o cardeal Francisco Javier Herrázuriz, bispos auxiliares das dioceses, sacerdotes, párocos, leigos e leigas.

Principal locutor do encontro, o cardeal ressaltou a necessidade de estabelecer um nexo entre a Missão Continental e as Orientações Pastorais para os anos seguintes. "Nos enganaríamos profundamente nos sentindo somente missionários. Estaremos trabalhando nessa unidade", disse.

O purpurado inclusive ressaltou que um dos objetivos gerais do trabalho pastoral para os próximos anos é a Missão Continental. "Queremos que a nossa Igreja viva em permanente estado de missão. E, por tanto, sabendo que o impulso missionário da Igreja vem de Pentecostés, vem do Espirito Santo, queremos viver em uma Igreja que implora permanentemente ao Espirito Santo e que sai permanentemente do Cenáculo enviada por Deus na força de seu amor. Isso é fundamental", apontou.

Segundo o cardeal, ser discípulo de Jesus Cristo exige uma comunhão permanente com Deus e, por meio Dele, é possível vincular profundamente a realidade cotidiana com a missão a que as comunidades são chamadas.

 

 

Loading
Ano Pastoral da arquidiocese de Santiago é lançado na presença de mais de duas mil pessoas

Santiago (Terça, 17-03-2009, Gaudium Press) O Ano Pastoral da arquidiocese de Santiago (Chile) foi lançado em uma cerimônia feita no último sábado (14) no colégio Sagrados Corações de Alameda e reuniu mais de 2.300 pessoas, entre elas o cardeal Francisco Javier Herrázuriz, bispos auxiliares das dioceses, sacerdotes, párocos, leigos e leigas.

Principal locutor do encontro, o cardeal ressaltou a necessidade de estabelecer um nexo entre a Missão Continental e as Orientações Pastorais para os anos seguintes. "Nos enganaríamos profundamente nos sentindo somente missionários. Estaremos trabalhando nessa unidade", disse.

O purpurado inclusive ressaltou que um dos objetivos gerais do trabalho pastoral para os próximos anos é a Missão Continental. "Queremos que a nossa Igreja viva em permanente estado de missão. E, por tanto, sabendo que o impulso missionário da Igreja vem de Pentecostés, vem do Espirito Santo, queremos viver em uma Igreja que implora permanentemente ao Espirito Santo e que sai permanentemente do Cenáculo enviada por Deus na força de seu amor. Isso é fundamental", apontou.

Segundo o cardeal, ser discípulo de Jesus Cristo exige uma comunhão permanente com Deus e, por meio Dele, é possível vincular profundamente a realidade cotidiana com a missão a que as comunidades são chamadas.

 

 


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

O Cardeal Orani tem exortado os fiéis a seguirem o exemplo de São Sebastião e viverem a missionar ...
 
Celibato: carisma dado a alguns membros da Igreja, chamado para consagrar completamente a vida a Deu ...
 
O Caminho de Santiago de Compostela, cuja meta é a Catedral de Santiago, é conhecido também como ...
 
“A Assembleia da República manifesta o seu pesar pelos mais de 1.000 cristãos mortos em 2019 na ...
 
Seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Príncipe da Paz, Rei dos Reis, Senhor dos Senhores (Isaías 9-6 ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading