Loading
 
 
 
Loading
 
Sexta-Feira Santa tem tarde de celebrações em São Paulo
Loading
 
10 de Abril de 2009 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

São Paulo (Sexta-feira, 10-04-2009, Gaudium Press) Pouco depois das três da tarde desta sexta-feira, dia 10 de abril, foram iniciadas, na catedral da Sé, no centro de São Paulo, as celebrações da Sexta-Feira Santa. A missa que lembra a Paixão de Jesus Cristo foi presidida pelo cardeal dom Odilo Pedro Scherer e teve, mais uma vez, a participação em massa da comunidade da capital paulista.

A abertura da missa contou com a participação de dois jovens das comunidades eclesiásticas, que fizeram as leituras iniciais. Depois da cantoria de um hino, Dom Odilo e os Cônegos Dario e Martins Segur fizeram a leitura da versão mais detalhada da Paixão de Cristo, presente no livro de São João.

Em sua homilia, o cardeal dom Odilo Pedro Scherer lembrou a importância da Paixão de Cristo e da sua lembrança. Para ele, "esta passagem da vida de Jesus, apesar de triste e dramática, deve ser vista de uma forma alegre". Para a Igreja, a traição, a condenação, a morte e, em seguida, a ressurreição de Cristo significam o perdão e uma nova vida.

Ainda durante a pregação, Dom Odilo reforçou a ligação entre o significado do sacrifício de Jesus e o tema da Campanha da Fraternidade de 2009: "Fraternidade e Segurança Pública".
"Jesus foi vítima da violência moral - representado pelo falso testemunho - e da violência física, que afligem os seres humanos até os dias de hoje", afirmou o cardeal. "Jesus ainda sofre ao ver o rosto das vítimas da sociedade. Nós devemos fugir da maldade todos os dias. Todos os dias nós devemos ‘defender Cristo' do mal", completou.

O arcebispo de São Paulo também exortou sobre a importância da Igreja seguir as sagradas escrituras como referência da palavra de Deus. "Temos visto, nos últimos tempos, diversos filmes e livros que distorcem a verdadeira história de Jesus. A verdade está escrita no livro de João, que foi testemunha ocular dos fatos narrados", finalizou dom Odilo.

Após o término da missa, o grupo Cooperativa de Trabalho Teatro Educativo Oscar Felipe fez uma encenação da Paixão de Cristo. Em seguida, foi realizada uma procissão pelas principais ruas do centro de São Paulo.

 

Loading
Sexta-Feira Santa tem tarde de celebrações em São Paulo

São Paulo (Sexta-feira, 10-04-2009, Gaudium Press) Pouco depois das três da tarde desta sexta-feira, dia 10 de abril, foram iniciadas, na catedral da Sé, no centro de São Paulo, as celebrações da Sexta-Feira Santa. A missa que lembra a Paixão de Jesus Cristo foi presidida pelo cardeal dom Odilo Pedro Scherer e teve, mais uma vez, a participação em massa da comunidade da capital paulista.

A abertura da missa contou com a participação de dois jovens das comunidades eclesiásticas, que fizeram as leituras iniciais. Depois da cantoria de um hino, Dom Odilo e os Cônegos Dario e Martins Segur fizeram a leitura da versão mais detalhada da Paixão de Cristo, presente no livro de São João.

Em sua homilia, o cardeal dom Odilo Pedro Scherer lembrou a importância da Paixão de Cristo e da sua lembrança. Para ele, "esta passagem da vida de Jesus, apesar de triste e dramática, deve ser vista de uma forma alegre". Para a Igreja, a traição, a condenação, a morte e, em seguida, a ressurreição de Cristo significam o perdão e uma nova vida.

Ainda durante a pregação, Dom Odilo reforçou a ligação entre o significado do sacrifício de Jesus e o tema da Campanha da Fraternidade de 2009: "Fraternidade e Segurança Pública".
"Jesus foi vítima da violência moral - representado pelo falso testemunho - e da violência física, que afligem os seres humanos até os dias de hoje", afirmou o cardeal. "Jesus ainda sofre ao ver o rosto das vítimas da sociedade. Nós devemos fugir da maldade todos os dias. Todos os dias nós devemos ‘defender Cristo' do mal", completou.

O arcebispo de São Paulo também exortou sobre a importância da Igreja seguir as sagradas escrituras como referência da palavra de Deus. "Temos visto, nos últimos tempos, diversos filmes e livros que distorcem a verdadeira história de Jesus. A verdade está escrita no livro de João, que foi testemunha ocular dos fatos narrados", finalizou dom Odilo.

Após o término da missa, o grupo Cooperativa de Trabalho Teatro Educativo Oscar Felipe fez uma encenação da Paixão de Cristo. Em seguida, foi realizada uma procissão pelas principais ruas do centro de São Paulo.

 

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/3296-Sexta-Feira-Santa-tem-tarde-de-celebracoes-em-Sao-Paulo. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Na província montanhosa de Yen Bai, nas Filipinas, após 100 anos foi celebrada a primeira Missa do ...
 
Não somos distribuidores de azeite em garrafa. Somos ungidos para ungir, distribuindo-nos a nós me ...
 
O suspeito estava com quatro galões de gasolina, duas latas de fluído de isqueiro e dois isqueiros ...
 
Esbofeteamos Jesus, como o fizeram seus cruéis algozes: o pecado é, em certa medida, uma participa ...
 
Nosso Senhor Jesus Cristo, com sua Morte na Cruz, derrotou o poder das trevas e quebrou-lhe o vigor, ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading