Loading
 
 
 
Loading
 
Bento XVI nomeia sete novos monsenhores para a arquidiocese do Rio de Janeiro
Loading
 
11 de Abril de 2009 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Rio de Janeiro (Sábado, 11-04-2009, Gaudium Press) A arquidiocese de São Sebastião, do Rio de Janeiro, ganhou sete novos monsenhores na tarde desta Quinta-feira Santa. O anúncio foi feito pelo cardeal Dom Eusébio Scheid, em almoço oferecido no sub-solo da Catedral de São Sebastião, logo após a celebração da Missa Crismal.

Os novos monsenhores são: Padre Luiz Artur Marques de Barros Falcão, do Vicariato Oeste; Padre Luiz Antonio Pereira Lopes, do Vicariato Leopoldina; Padre Gustavo José Cruz Auler, do Vicariato Norte; e cônego Jan Kaleta, do Vicariato Jacarepaguá. Também se tornaram monsenhores os padres Joel Portella Amado (responsável pela Coordenação Arquidiocesana de Pastoral), Hélio Pacheco Filho (reitor do Seminário São José), e cônego Aroldo da Silva Ribeiro (pároco da Catedral de São Sebastião).

O título eclesiástico de monsenhor é concedido pelo Papa aos padres de uma diocese que se destacam pelos serviços prestados à Igreja e ao povo de Deus. No entanto, as nomeações são feitas a partir de uma indicação do bispo local. O monsenhor só se diferencia de um padre comum pelo título honorífico - as funções como sacerdote são as mesmas.

 

Loading
Bento XVI nomeia sete novos monsenhores para a arquidiocese do Rio de Janeiro

Rio de Janeiro (Sábado, 11-04-2009, Gaudium Press) A arquidiocese de São Sebastião, do Rio de Janeiro, ganhou sete novos monsenhores na tarde desta Quinta-feira Santa. O anúncio foi feito pelo cardeal Dom Eusébio Scheid, em almoço oferecido no sub-solo da Catedral de São Sebastião, logo após a celebração da Missa Crismal.

Os novos monsenhores são: Padre Luiz Artur Marques de Barros Falcão, do Vicariato Oeste; Padre Luiz Antonio Pereira Lopes, do Vicariato Leopoldina; Padre Gustavo José Cruz Auler, do Vicariato Norte; e cônego Jan Kaleta, do Vicariato Jacarepaguá. Também se tornaram monsenhores os padres Joel Portella Amado (responsável pela Coordenação Arquidiocesana de Pastoral), Hélio Pacheco Filho (reitor do Seminário São José), e cônego Aroldo da Silva Ribeiro (pároco da Catedral de São Sebastião).

O título eclesiástico de monsenhor é concedido pelo Papa aos padres de uma diocese que se destacam pelos serviços prestados à Igreja e ao povo de Deus. No entanto, as nomeações são feitas a partir de uma indicação do bispo local. O monsenhor só se diferencia de um padre comum pelo título honorífico - as funções como sacerdote são as mesmas.

 

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/3297-Bento-XVI-nomeia-sete-novos-monsenhores-para-a-arquidiocese-do-Rio-de-Janeiro. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Na manhã desta quarta-feira, 19, o Papa Francisco nomeou Dom Otacílio Ferreira de Lacerda como Bis ...
 
O “Lauda Sion” é uma Síntese Teológica em forma de poesia onde São Tomás expõe a doutrina ...
 
Originalmente, o projeto de lei ordenava que os sacerdotes da Califórnia quebrassem o sigilo de con ...
 
Na Idade Média havia a perfeita caridade, “a filosofia do Evangelho governava os Estados [...], a ...
 
As escolas católicas fomentam a excelência, especialmente entre os menos favorecidos, mas padecem ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading