Loading
 
 
 
Loading
 
Iniciada no Vaticano reunião da Comissão sobre a Igreja Católica na China
Loading
 
24 de Abril de 2012 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

medium_noticia_1306191846_2309.jpg
A ordenação ilegal é um dos problemas nas
relações com a Santa Sé e a China

Cidade do Vaticano (Terça-feira, 24-04-2012, Gaudium Press)
A comissão vaticana sobre a Igreja Católica na China, instituída pelo Papa Bento XVI em 2007, depois dos temas da formação dos seminaristas e das pessoas consagradas e dos sacerdotes, desde ontem e pelos próximos quatro dias, se reúne para estudar o tema da "formação dos leigos à luz da situação da comunidade católica na China e no quadro do Ano da Fé", informou o comunicado da Sala de Imprensa vaticana.

A comissão, composta pelos Superiores dos Dicastérios da Cúria Romana, foi fundada com o objetivo de "estudar as questões de maior importância, relativas à vida da Igreja católica na China", dividida entre a oficial controlada pelo governo comunista, e aquela chamada subterrânea, sempre contra o regime e em diálogo com a Santa Sé.

Por isso, como salienta o comunicado, durante a reunião será tratada também a questão dos "progressos realizados nos percursos de formação dos sacerdotes, das pessoas consagradas e dos seminaristas, e a quanto falta para fazer para uma preparação adequada deles às tarefas do serviço ao qual são chamados a cumprir no âmbito eclesial e para o bem da sociedade".

Um dos problemas nas relações com a Santa Sé e a China é a ordenação ilegal dos bispos escolhidos pelo governo comunista que, evidentemente não possuem mandato pontifício.

A Comissão também quer tratar sobre os temas das relações com as autoridades, quer analisar a própria atividade pastoral e sanar a situação de uma Igreja que foi dividida. (JSG)

Loading
Iniciada no Vaticano reunião da Comissão sobre a Igreja Católica na China

medium_noticia_1306191846_2309.jpg
A ordenação ilegal é um dos problemas nas
relações com a Santa Sé e a China

Cidade do Vaticano (Terça-feira, 24-04-2012, Gaudium Press)
A comissão vaticana sobre a Igreja Católica na China, instituída pelo Papa Bento XVI em 2007, depois dos temas da formação dos seminaristas e das pessoas consagradas e dos sacerdotes, desde ontem e pelos próximos quatro dias, se reúne para estudar o tema da "formação dos leigos à luz da situação da comunidade católica na China e no quadro do Ano da Fé", informou o comunicado da Sala de Imprensa vaticana.

A comissão, composta pelos Superiores dos Dicastérios da Cúria Romana, foi fundada com o objetivo de "estudar as questões de maior importância, relativas à vida da Igreja católica na China", dividida entre a oficial controlada pelo governo comunista, e aquela chamada subterrânea, sempre contra o regime e em diálogo com a Santa Sé.

Por isso, como salienta o comunicado, durante a reunião será tratada também a questão dos "progressos realizados nos percursos de formação dos sacerdotes, das pessoas consagradas e dos seminaristas, e a quanto falta para fazer para uma preparação adequada deles às tarefas do serviço ao qual são chamados a cumprir no âmbito eclesial e para o bem da sociedade".

Um dos problemas nas relações com a Santa Sé e a China é a ordenação ilegal dos bispos escolhidos pelo governo comunista que, evidentemente não possuem mandato pontifício.

A Comissão também quer tratar sobre os temas das relações com as autoridades, quer analisar a própria atividade pastoral e sanar a situação de uma Igreja que foi dividida. (JSG)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/35929-Iniciada-no-Vaticano-reuniao-da-Comissao-sobre-a-Igreja-Catolica-na-China-. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Em entrevista, Bispo diz que quardará segredo de confissão e que está pronto para ser preso. ...
 
Bispo de Frederico Westphalen, comenta a liturgia do XXI Domingo do Tempo Comum e ressalta a uni ...
 
O 8.º encontro bilateral realçou “desenvolvimentos positivos” na relação entre a Santa Sé e ...
 
Seu nome de batismo era Isabel Mariana de Jesus Paredes Flores y Oliva. Bela como uma flor, todos a ...
 
Em outubro a Igreja vai promover em todo o mundo o Mês Missionário Extraordinário, com o tema: Ba ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading