Loading
 
 
 
Loading
 
Adotar uma paróquia na Síria: iniciativa para aliviar o sofrimento dos crentes vítimas da violência
Loading
 
13 de Janeiro de 2014 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Qamishli - Síria (Segunda-feira, 13-01-2014, Gaudium Press) Um sacerdote católico armênio lançou uma campanha na Internet para prover as necessidades apostólicas dos refugiados de comunidades em Aleppo e Deir al Zor, na Síria, regiões afetadas pelo conflito armado que irá completar três anos de duração no país. Sua iniciativa tomou o nome de "Adote uma paróquia na Síria" e foi difundida pela Agência Fides, o informativo oficial das Pontifícias Obras Missionárias.

paroquia_na_siria.jpg

O chamado foi realizado na Festa da Epifania do Senhor e envolve a oração dos crentes ao redor do mundo "para que na distância, como os Reis Magos, em breve possamos ver o resplendor da Paz". O autor da ideia é o Padre Karnik Youssef Hovsepian, da Paróquia de São José, em Qamishli, e as ajudas serão coletadas pelo Secretario do Patriarcado Armênio Católico, o Padre Vartan Kikaros, residente no Líbano.

As ajudas coletadas beneficiarão de forma prioritária as crianças, especialmente vulneráveis no contexto da violência. "Tenho que fazer algo por elas", afirmou à Fides o Padre Hovsepian, "porque as crianças são o rosto do Senhor e precisamente o Senhor nos aconselhou a nos aproximarmos delas". Os pequenos recebem também alimentação pelo menos duas vezes por semana, e a Igreja organiza algumas ajudas para as famílias mais necessitadas.

Uma das necessidades descritas é o combustível para a calefação das escolas, calculado em cerca de 4 mil litros. Esta necessidade foi particularmente evidente na Síria com a incomum nevasca registrada no Oriente Médio em meados de dezembro e que afetou Israel, Jordânia, Líbano, o Norte da Síria e outros países da região. Os refugiados que se beneficiarão com esta campanha pontual se encontram na cidade de Jazira. (GPE/EPC)

Loading
Adotar uma paróquia na Síria: iniciativa para aliviar o sofrimento dos crentes vítimas da violência

Qamishli - Síria (Segunda-feira, 13-01-2014, Gaudium Press) Um sacerdote católico armênio lançou uma campanha na Internet para prover as necessidades apostólicas dos refugiados de comunidades em Aleppo e Deir al Zor, na Síria, regiões afetadas pelo conflito armado que irá completar três anos de duração no país. Sua iniciativa tomou o nome de "Adote uma paróquia na Síria" e foi difundida pela Agência Fides, o informativo oficial das Pontifícias Obras Missionárias.

paroquia_na_siria.jpg

O chamado foi realizado na Festa da Epifania do Senhor e envolve a oração dos crentes ao redor do mundo "para que na distância, como os Reis Magos, em breve possamos ver o resplendor da Paz". O autor da ideia é o Padre Karnik Youssef Hovsepian, da Paróquia de São José, em Qamishli, e as ajudas serão coletadas pelo Secretario do Patriarcado Armênio Católico, o Padre Vartan Kikaros, residente no Líbano.

As ajudas coletadas beneficiarão de forma prioritária as crianças, especialmente vulneráveis no contexto da violência. "Tenho que fazer algo por elas", afirmou à Fides o Padre Hovsepian, "porque as crianças são o rosto do Senhor e precisamente o Senhor nos aconselhou a nos aproximarmos delas". Os pequenos recebem também alimentação pelo menos duas vezes por semana, e a Igreja organiza algumas ajudas para as famílias mais necessitadas.

Uma das necessidades descritas é o combustível para a calefação das escolas, calculado em cerca de 4 mil litros. Esta necessidade foi particularmente evidente na Síria com a incomum nevasca registrada no Oriente Médio em meados de dezembro e que afetou Israel, Jordânia, Líbano, o Norte da Síria e outros países da região. Os refugiados que se beneficiarão com esta campanha pontual se encontram na cidade de Jazira. (GPE/EPC)


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Esta será a segunda edição da procissão, que ocorreu pela primeira vez no ano de 2017, com a par ...
 
Com expectativa de participação de 50 mil pessoas por dia, de 23 a 26 de maio, a Igreja em Recife ...
 
O novo museu faz parte do projeto cultural ‘Segóvia Sacra' e busca dar uma oportunidade aos fiéi ...
 
O Hospital dos Inocentes de Florença, há seiscentos anos, acolhe, assiste e promove a infância h ...
 
Francisco defende necessidade de colocar pessoas antes dos projetos, na ação social da Igreja. ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading