Loading
 
 
 
Loading
 
Capital peruana celebra missa em homenagem aos 300 anos de trabalho dos padres camilos no país
Loading
 
16 de Julho de 2009 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Lima (Quinta, 16-05-2009, Gaudium Press) O bispo auxiliar de Lima, monsenhor Adriano Pacífico Tomasi, preside no próximo sábado (18) a Santa Missa em comemoração aos 300 anos do trabalho pastoral dos religiosos camilos no Peru, a partir das 18h (horário local), na Basílica Catedral de Lima. A informação é da arquidiocese de Lima.

Preparando o povo para a celebração, a relíquia do Coração de São Camilo de Lellis tem visitado hospitais do Peru de três meses para cá, sempre em apoio aos necessitados, ainda de acordo com a arquidiocese.

Relíquia

O Coração de São Camilo ainda pode ser visto no convento de Buena Muerte, em Barrios Altos (Lima), até 20 de julho, dia em que volta para Roma. A relíquia foi constituída em julho de 1614 e, desde então, é conservada em um pequeno contêiner de cristais, selado hermeticamente.

São Camilo

Nascido em Abruzzo (Itália), Camilo foi um militar que optou pela servidão a Deus e trabalhou para ajudar os mais enfermos entre o final do século XVI e início do século seguinte, por meio da Comunidade Servos dos Enfermos, em 1591 - hoje denominada Padres Camilos. São Camilo de Lellis é considerado o patrono dos enfermos, profissionais da saúde e hospitais. Depois da morte, em julho de 1614, um longo processo de canonização foi instaurado e concluído já no outro século, em 1746. Camilo de Lellis foi enterrado na Igreja de Santa Maria Madalena, em Roma.

 

Loading
Capital peruana celebra missa em homenagem aos 300 anos de trabalho dos padres camilos no país

Lima (Quinta, 16-05-2009, Gaudium Press) O bispo auxiliar de Lima, monsenhor Adriano Pacífico Tomasi, preside no próximo sábado (18) a Santa Missa em comemoração aos 300 anos do trabalho pastoral dos religiosos camilos no Peru, a partir das 18h (horário local), na Basílica Catedral de Lima. A informação é da arquidiocese de Lima.

Preparando o povo para a celebração, a relíquia do Coração de São Camilo de Lellis tem visitado hospitais do Peru de três meses para cá, sempre em apoio aos necessitados, ainda de acordo com a arquidiocese.

Relíquia

O Coração de São Camilo ainda pode ser visto no convento de Buena Muerte, em Barrios Altos (Lima), até 20 de julho, dia em que volta para Roma. A relíquia foi constituída em julho de 1614 e, desde então, é conservada em um pequeno contêiner de cristais, selado hermeticamente.

São Camilo

Nascido em Abruzzo (Itália), Camilo foi um militar que optou pela servidão a Deus e trabalhou para ajudar os mais enfermos entre o final do século XVI e início do século seguinte, por meio da Comunidade Servos dos Enfermos, em 1591 - hoje denominada Padres Camilos. São Camilo de Lellis é considerado o patrono dos enfermos, profissionais da saúde e hospitais. Depois da morte, em julho de 1614, um longo processo de canonização foi instaurado e concluído já no outro século, em 1746. Camilo de Lellis foi enterrado na Igreja de Santa Maria Madalena, em Roma.

 


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

...
 
Os jihadistas destruiram e saquearam uma importante parte da coleção de obras da biblioteca de Qar ...
 
Na Casa Santa Marta, o Papa Francisco comenta, na missa matutina, a carta de São Paulo a Timóteo, ...
 
Fiéis devotos da Irmã Dulce já podem venerar de perto as relíquias da próxima Santa brasileira, ...
 
"Maria é a amada de Yahvé e Nicarágua é de Maria. Lhes convidamos a rezar em família o Santo Ro ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading