Loading
 
 
 
Loading
 
Cidades da América Latina celebram o dia da Virgem do Carmo, patrona de transportadores e militares
Loading
 
17 de Julho de 2009 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

VirgemdeCarmen_materia_Bogo.jpgBogotá (Sexta, 16-07-2009, Gaudium Press) A Catedral Primada de Bogotá (foto) recebeu nesta quinta-feira uma grande quantidade de fiéis para a comemoração do dia da Virgem do Carmo, patrona dos transportadores e das Forças Armadas na Colômbia e em outros países da América Latina. A celebração foi presidida pelo monsenhor Ojalvo Prieto, pároco da zona da Imaculada Conceição.

Em sua homilía, na presença de fiéis, religiosos e militares, monsenhor Prieto pediu que, neste dia, todos se esforçem para conseguir um profundo encontro com Jesus.

"Tenhamos um encontro com Jesus e que seja total (absoluto) em nosso interior, para que, assim, possamos encontrar uma motivação em nossa vida cristã".

O prelado destacou a devoção ‘tão arraigada no povo colombiano' e o papel da Santa, invocada ‘tão permanentemente em horas difíceis', mas também em momentos de alegria.

"Pedimos-lhe a cada instante que seja nossa mãe, para que nos leve pela mão e nos permita encontrar a paz de que esta pátria necessita e almeja", continuou.

Ao final do ato litúrgico, monsenhor Prieto promoveu a bênção e a imposição de escapulários. A missa começou oficialmente às 10h da manhã, mas motoristas de caminhão e de táxi já se aglomeravam no local antes do amanecer.

Depois, o bispo de Fontibón, monsenhor Enrique Sarmiento Angulo, também presidiu uma missa que contou com a presença do ministro dos Transportes, Andrés Uriel Gallego.

Chile

Já em Iquique (Chile), o bispo da cidade, monsenhor Marco Antonio Órdenes, começou a celebração um dia antes, na quarta-feira, com a Missa da Espiritualidade das Forças Armadas.

Em sua homilia, o religioso ressaltou a relação histórica entre Deus e os homens de armas, dizendo que os militares buscam constantemente o bem, mas precisam de Deus, ‘o máximo bem', para consegui-lo.

"As Forças Armadas, de Ordem e Segurança celebram este dia de espiritualidade. Deus, a paz da família, a institucionalidade, o respeito por nossa instituição, não podem ser mantidos somente por ordens e pela ordem. Requer mais que a arma do nobre cavaleiro da Idade Média", prosseguiu.

Representantes das Forças Armadas depositaram velas acesas aos pés da imagem da Virgem do Carmo ao final da celebração.

 

Loading
Cidades da América Latina celebram o dia da Virgem do Carmo, patrona de transportadores e militares

VirgemdeCarmen_materia_Bogo.jpgBogotá (Sexta, 16-07-2009, Gaudium Press) A Catedral Primada de Bogotá (foto) recebeu nesta quinta-feira uma grande quantidade de fiéis para a comemoração do dia da Virgem do Carmo, patrona dos transportadores e das Forças Armadas na Colômbia e em outros países da América Latina. A celebração foi presidida pelo monsenhor Ojalvo Prieto, pároco da zona da Imaculada Conceição.

Em sua homilía, na presença de fiéis, religiosos e militares, monsenhor Prieto pediu que, neste dia, todos se esforçem para conseguir um profundo encontro com Jesus.

"Tenhamos um encontro com Jesus e que seja total (absoluto) em nosso interior, para que, assim, possamos encontrar uma motivação em nossa vida cristã".

O prelado destacou a devoção ‘tão arraigada no povo colombiano' e o papel da Santa, invocada ‘tão permanentemente em horas difíceis', mas também em momentos de alegria.

"Pedimos-lhe a cada instante que seja nossa mãe, para que nos leve pela mão e nos permita encontrar a paz de que esta pátria necessita e almeja", continuou.

Ao final do ato litúrgico, monsenhor Prieto promoveu a bênção e a imposição de escapulários. A missa começou oficialmente às 10h da manhã, mas motoristas de caminhão e de táxi já se aglomeravam no local antes do amanecer.

Depois, o bispo de Fontibón, monsenhor Enrique Sarmiento Angulo, também presidiu uma missa que contou com a presença do ministro dos Transportes, Andrés Uriel Gallego.

Chile

Já em Iquique (Chile), o bispo da cidade, monsenhor Marco Antonio Órdenes, começou a celebração um dia antes, na quarta-feira, com a Missa da Espiritualidade das Forças Armadas.

Em sua homilia, o religioso ressaltou a relação histórica entre Deus e os homens de armas, dizendo que os militares buscam constantemente o bem, mas precisam de Deus, ‘o máximo bem', para consegui-lo.

"As Forças Armadas, de Ordem e Segurança celebram este dia de espiritualidade. Deus, a paz da família, a institucionalidade, o respeito por nossa instituição, não podem ser mantidos somente por ordens e pela ordem. Requer mais que a arma do nobre cavaleiro da Idade Média", prosseguiu.

Representantes das Forças Armadas depositaram velas acesas aos pés da imagem da Virgem do Carmo ao final da celebração.

 


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

A alegria verdadeira brota de um coração puro que ama a Deus e ao próximo, tem a consciência tra ...
 
A iniciativa, que é aberta a toda comunidade, não apenas aos jovens, já reuniu mais de 700 pessoa ...
 
O Bispo de Braga, Dom Jorge Ortiga expressou em seu perfil no Twitter sentir uma "tristeza de morte" ...
 
Todos batizados “somos convidados a defender de maneira especial a vida por nascer”. ...
 
O decreto de concessão do título foi assinado pela Sagrada Congregação do Culto Divino e Discipl ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading