Loading
 
 
 
Loading
 
Papa Francisco visita hospital pediátrico no México
Loading
 
16 de Fevereiro de 2016 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Cidade do México - México (Terça-feira, 16/02/2016, Gaudium Press) - Durante a visita que agora realiza ao México, Francisco esteve no Hospital Pediátrico Federico Gómez, o mesmo onde esteve João Paulo II, quando de sua primeira vista como Papa, em 1979.

O Papa foi recebido pela primeira dama mexicana, Angélica Rivera.

Em seguida aconteceram inúmeros gestos de carinhos e troca de presentes entre Francisco e as crianças.

Dirigindo-se a um dos pequenos enfermos, Francisco lhe disse "Vamos fazer uma coisa. Eu tenho aqui esse rosário que fica em uma caixa... Mas, quando eu morrer, ele vai se perder e eu não quero que ele se perca.

Então, eu vou benzê-lo e te nomeio guarda do meu rosário. E você vai cuidar dele... De acordo?

Mas... De vez em quando, você reza por mim" .

Houve uma pequena, elogiosa e agradecida saudação ao Papa:

"O senhor é grande pelo que diz, mas é muito maior por tudo que o Senhor faz. Sua mensagem de amor e de paz nós vamos guardá-la em nosso coração.

Do fundo da alma, e cheios de alegria lhe dizemos: Muito obrigado, muito obrigado, por acompanhar-nos".

O Papa dirigiu também breves palavras ao pessoal da administração do hospital para agradecer-lhes o carinho que colocam no cuidado dos enfermos.

Foi nessa ocasião que Francisco recomendou uma forma de tratamento que ele julga ser o que há de melhor para a recuperação dos enfermos: a "carinhoterapia".

"A carinhoterapia é muito importante, muito importante. Às vezes um carinho ajuda muito para a recuperação", afirmou.

Francisco concluiu seu pequeno discurso pondo a prova os conhecimentos das crianças enfermas. Foi uma sessão de perguntas e respostas:

"Vocês conhecem o índio Juan Diego? Quem conhece juanito, levanta a Mão... Todos!?

Pois bem. Quando o tio de Juan Diego estava doente, ele estava muito preocupado e angustiado.

Nesse momento lhe aparece a virgem de Guadalupe e lhe disse: 'Não perturbe o teu coração, nem te inquiete: Eu sou sua Mãe... e eu não estou aqui?'.

Nós temos também nossa Mãe, peçamos a ela que nos dê seu filho Jesus!

E agora vou pedir a vocês uma coisa:

Fechemos os olhos e peçamos o que nosso coração quer hoje".

Mas a visita não terminou por aí...

O Papa, em pessoa, administrou em um menino a vacina contra a poliomielite. Depois, passou para uma ala do hospital onde encontram-se os doentes mais graves.

Várias cenas emocionantes aconteceram ali.

Por exemplo, uma "Ave Maria" foi cantada por uma jovem doente. Ao ouvi-la, o Papa e seus acompanhantes se emocionaram, ficaram sem palavras.

Depois disso, o Papa foi cumprimentar ainda um outro grupo de doentes para, em seguida, deixar o Hospital, sem usar o Papamóvel. (JSG)

Loading
Papa Francisco visita hospital pediátrico no México

Cidade do México - México (Terça-feira, 16/02/2016, Gaudium Press) - Durante a visita que agora realiza ao México, Francisco esteve no Hospital Pediátrico Federico Gómez, o mesmo onde esteve João Paulo II, quando de sua primeira vista como Papa, em 1979.

O Papa foi recebido pela primeira dama mexicana, Angélica Rivera.

Em seguida aconteceram inúmeros gestos de carinhos e troca de presentes entre Francisco e as crianças.

Dirigindo-se a um dos pequenos enfermos, Francisco lhe disse "Vamos fazer uma coisa. Eu tenho aqui esse rosário que fica em uma caixa... Mas, quando eu morrer, ele vai se perder e eu não quero que ele se perca.

Então, eu vou benzê-lo e te nomeio guarda do meu rosário. E você vai cuidar dele... De acordo?

Mas... De vez em quando, você reza por mim" .

Houve uma pequena, elogiosa e agradecida saudação ao Papa:

"O senhor é grande pelo que diz, mas é muito maior por tudo que o Senhor faz. Sua mensagem de amor e de paz nós vamos guardá-la em nosso coração.

Do fundo da alma, e cheios de alegria lhe dizemos: Muito obrigado, muito obrigado, por acompanhar-nos".

O Papa dirigiu também breves palavras ao pessoal da administração do hospital para agradecer-lhes o carinho que colocam no cuidado dos enfermos.

Foi nessa ocasião que Francisco recomendou uma forma de tratamento que ele julga ser o que há de melhor para a recuperação dos enfermos: a "carinhoterapia".

"A carinhoterapia é muito importante, muito importante. Às vezes um carinho ajuda muito para a recuperação", afirmou.

Francisco concluiu seu pequeno discurso pondo a prova os conhecimentos das crianças enfermas. Foi uma sessão de perguntas e respostas:

"Vocês conhecem o índio Juan Diego? Quem conhece juanito, levanta a Mão... Todos!?

Pois bem. Quando o tio de Juan Diego estava doente, ele estava muito preocupado e angustiado.

Nesse momento lhe aparece a virgem de Guadalupe e lhe disse: 'Não perturbe o teu coração, nem te inquiete: Eu sou sua Mãe... e eu não estou aqui?'.

Nós temos também nossa Mãe, peçamos a ela que nos dê seu filho Jesus!

E agora vou pedir a vocês uma coisa:

Fechemos os olhos e peçamos o que nosso coração quer hoje".

Mas a visita não terminou por aí...

O Papa, em pessoa, administrou em um menino a vacina contra a poliomielite. Depois, passou para uma ala do hospital onde encontram-se os doentes mais graves.

Várias cenas emocionantes aconteceram ali.

Por exemplo, uma "Ave Maria" foi cantada por uma jovem doente. Ao ouvi-la, o Papa e seus acompanhantes se emocionaram, ficaram sem palavras.

Depois disso, o Papa foi cumprimentar ainda um outro grupo de doentes para, em seguida, deixar o Hospital, sem usar o Papamóvel. (JSG)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/76734-Papa-Francisco-visita-hospital-pediatrico-no-Mexico. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

O mistério da conservação do manto não é o único ao redor da imagem impressa de Nossa Senhora ...
 
A América Latina está reservada por Nossa Senhora para ser onde a glória do Reino d’Ela reluzir ...
 
Eu vos louvarei eternamente pelo que fizestes e cantarei vosso nome, na presença de vossos fiéis.. ...
 
Como São Paulo durante sua "peregrinação de encarcerado", interpretar o sofrimento com os olhos d ...
 
A obra foi traduzida pelo Arcebispo emérito da Arquidiocese do Huambo, Dom Francisco Viti, para a l ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading