Loading
 
 
 
Loading
 
“São Sebastião viveu como Cristo”, afirma o Cardeal Tempesta
Loading
 
19 de Janeiro de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Rio de Janeiro (Sexta-feira, 19-01-2018, Gaudium Press) A memória de São Sebastião é celebrada liturgicamente no dia 20 de janeiro, data em que o soldado do império romano sofreu o martírio em Roma, por volta do século II, em virtude de sua fidelidade a Cristo e à Igreja.

São Sebastião viveu como Cristo, afirma o Cardeal Tempesta.jpg

De acordo com o Cardeal Arcebispo Orani João Tempesta, "ele (São Sebastião) foi um grande missionário do seu tempo, levando o nome de Jesus a todos, fortalecendo os que estavam cansados e abatidos pela perseguição religiosa daquela época".

Para o purpurado, "São Sebastião aprendeu a viver como Cristo e, por isso, soube como ajudar na caminhada de Fé", pois ele "ajudou os discípulos daquele tempo e intercede pelos discípulos de hoje".

"São Sebastião viveu e transmitiu uma realidade: Jesus se compadece das nossas fraquezas. Ele sente e compreende cada uma delas, sabe o que sofremos e em quais condições vivemos. E, mesmo com todo sofrimento e perseguição, nos ensina a superar tudo com Amor", enfatizou Dom Orani.

No Rio de Janeiro, que tem o Santo como seu Padroeiro, os festejos da Trezena estão sendo realizados pela arquidiocese, inspirados no tema "São Sebastião superou tudo com amor".

Segundo o purpurado, a expectativa da celebração do dia 20 de janeiro na Cidade Maravilhosa ajuda a ver a missão e servi-la e, com o exemplo do Padroeiro, seguir a Cristo concedendo testemunho da fé.

Desde o dia 7 de janeiro, a Arquidiocese do Rio de Janeiro tem realizado a trezena de São Sebastião, na qual a imagem peregrina do Santo - cópia histórica trazida por Estácio de Sá - tem percorrido toda a cidade.

A cerimônia também prepara os fiéis indicando a motivação pastoral que seguirão neste ano, que é o "Ano do Laicato" e, de modo especial, a Campanha da Fraternidade sobre a Superação da Violência.

"A Trezena, embora não faça parte da liturgia oficial da Igreja, nos prepara, no entanto, para a liturgia e para a vida de unidade eclesial. Caminhamos juntos na mesma fé, e ao pedirmos a intercessão de São Sebastião devemos querer imitar as virtudes de sua vida no seguimento ao Evangelho de Jesus Cristo. A passagem da peregrinação pelas ruas dessa grande cidade suscita também reações, em geral de piedade, levando pessoas a voltarem a participar de sua comunidade, procurando vivenciar suas tradições católicas", concluiu o Cardeal Tempesta. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações CNBB

Loading
“São Sebastião viveu como Cristo”, afirma o Cardeal Tempesta

Rio de Janeiro (Sexta-feira, 19-01-2018, Gaudium Press) A memória de São Sebastião é celebrada liturgicamente no dia 20 de janeiro, data em que o soldado do império romano sofreu o martírio em Roma, por volta do século II, em virtude de sua fidelidade a Cristo e à Igreja.

São Sebastião viveu como Cristo, afirma o Cardeal Tempesta.jpg

De acordo com o Cardeal Arcebispo Orani João Tempesta, "ele (São Sebastião) foi um grande missionário do seu tempo, levando o nome de Jesus a todos, fortalecendo os que estavam cansados e abatidos pela perseguição religiosa daquela época".

Para o purpurado, "São Sebastião aprendeu a viver como Cristo e, por isso, soube como ajudar na caminhada de Fé", pois ele "ajudou os discípulos daquele tempo e intercede pelos discípulos de hoje".

"São Sebastião viveu e transmitiu uma realidade: Jesus se compadece das nossas fraquezas. Ele sente e compreende cada uma delas, sabe o que sofremos e em quais condições vivemos. E, mesmo com todo sofrimento e perseguição, nos ensina a superar tudo com Amor", enfatizou Dom Orani.

No Rio de Janeiro, que tem o Santo como seu Padroeiro, os festejos da Trezena estão sendo realizados pela arquidiocese, inspirados no tema "São Sebastião superou tudo com amor".

Segundo o purpurado, a expectativa da celebração do dia 20 de janeiro na Cidade Maravilhosa ajuda a ver a missão e servi-la e, com o exemplo do Padroeiro, seguir a Cristo concedendo testemunho da fé.

Desde o dia 7 de janeiro, a Arquidiocese do Rio de Janeiro tem realizado a trezena de São Sebastião, na qual a imagem peregrina do Santo - cópia histórica trazida por Estácio de Sá - tem percorrido toda a cidade.

A cerimônia também prepara os fiéis indicando a motivação pastoral que seguirão neste ano, que é o "Ano do Laicato" e, de modo especial, a Campanha da Fraternidade sobre a Superação da Violência.

"A Trezena, embora não faça parte da liturgia oficial da Igreja, nos prepara, no entanto, para a liturgia e para a vida de unidade eclesial. Caminhamos juntos na mesma fé, e ao pedirmos a intercessão de São Sebastião devemos querer imitar as virtudes de sua vida no seguimento ao Evangelho de Jesus Cristo. A passagem da peregrinação pelas ruas dessa grande cidade suscita também reações, em geral de piedade, levando pessoas a voltarem a participar de sua comunidade, procurando vivenciar suas tradições católicas", concluiu o Cardeal Tempesta. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações CNBB

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/92579--ldquo-Sao-Sebastiao-viveu-como-Cristo-rdquo---afirma-o-Cardeal-Tempesta. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

O corpo de Cristo fortalece tua alma, fortalece tua Fé, teu amor, tua esperança, tua fortaleza par ...
 
No Circo Máximo, em Roma, 70 mil jovens estiveram com o Papa e ele respondeu perguntas ...
 
Há 15 Igrejas Particulares vacantes, em um universo de 277 circunscrições eclesiásticas. ...
 
A cerimônia contou com a presença de oito mil fiéis da família mercedária provenientes de todo ...
 
O estudo da Arte Sacra nos ajuda a compreender como funciona a arte dentro do espaço religioso. ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading