Loading
 
 
 
Loading
 
Bispos italianos recordam a responsabilidade dos fiéis com os que sofrem
Loading
 
9 de Fevereiro de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Itália - Milão (Sexta-feira, 09-02-2018, Gaudium Press) "O mesmo tomou nossas enfermidades", (Mateus 8, 17), assim se intitula a mensagem que tornou público a Conferência Episcopal da Lombardia, na Itália, por ocasião da Jornada Mundial do Enfermo que a Igreja Católica comemora no dia 11 de fevereiro, na solenidade de Nossa Senhora de Lourdes. Na missiva os prelados falam do compromisso que tem a comunidade cristã por todos aqueles que necessitam cuidado.

Bispos italianos recordam a responsabilidade dos fiéis com os que sofrem.jpg

"Escrevemos esta mensagem, depois de um diálogo com várias consultas regionais e diocesanas que se ocupam da pastoral da saúde, para chamar a atenção sobre os entes sanitários e sócio sanitários de inspiração cristã de nosso território, e empenhados por uma presença qualificada no mundo do cuidado", destacam os Bispos das Dioceses da Lombardia, para acrescentar: "Cada fiel está chamado a reconhecer nestas instruções de inspiração cristã uma expressão peculiar da vida eclesial, para promover e sustentar".

Na missiva, os prelados recordam que desde o início do cristianismo os fiéis tem sentido a necessidade de acompanhar aos enfermos; "a origem desta sensibilidade está na mesma pessoa de Jesus", dizem, recordando que de fato, no Evangelho se reserva "um posto singular aos irmãos e às irmãs que se encontram em necessidade, no sofrimento, na enfermidade". "Jesus mesmo em sua missão dedicou muito tempo ao encontro com os enfermos", acrescentam.

"Esta atitude fundamental que caracterizou a Jesus em toda sua missão se prolongou no tempo da Igreja, sobretudo por meio daqueles que viram sua vocação cristã no serviço dos enfermos, com a dedicação pessoal e com a edificação de obras dedicadas ao cuidado dos que sofrem no corpo e no espírito", prosseguem os Bispos.

Em outro ponto da mensagem, os prelados se referem ao valor eclesial que possuem as entidades sanitárias de inspiração cristã, interrogando, a partir do ponto de vista pastoral, a importância de qualificá-las melhor. "Expressamos o vivo desejo que se disponha quanto seja necessário para poder desenvolver melhor sua missão, realizando assim um efetivo testemunho no âmbito do cuidado", indicam.

Neste sentido, os Bispos querem assegurar "o modo que as instituições de inspiração cristã que obrem no setor sanitário encontrem em nossas comunidades eclesiais a atenção devida. O Povo de Deus deve poder reconhecer nestas obras um sinal importante de como as comunidades cristãs continuam no tempo da atitude de Jesus na relação com os enfermos".

Os hierarcas da Igreja Católica na Lombardia bem recordam que todas estas entidades "são uma realidade essencial, que participa plenamente na missão eclesial de levar ao mundo da saúde o anúncio do Evangelho". E por isso sentem a necessidade de "recomendar a todo o povo cristão e a todos os homens de boa vontade, sustentar estas instituições empenhadas no âmbito da saúde e do cuidado dos enfermos".

Fazem ao mesmo tempo um chamado às instituições prestadoras de saúde com inspiração cristã a "estar na vanguarda no âmbito da escolha bioética pela vida", e mostrar "uma atenção particular no cuidado da incapacidade física, dos anciãos não autossuficientes e daqueles que se encontram em estado de coma vegetativo"; além de "promover uma qualidade de vida espiritual aos enfermos e seus familiares", e incentivar nestes centros a atividade caritativa e o voluntariado. (EPC)

Loading
Bispos italianos recordam a responsabilidade dos fiéis com os que sofrem

Itália - Milão (Sexta-feira, 09-02-2018, Gaudium Press) "O mesmo tomou nossas enfermidades", (Mateus 8, 17), assim se intitula a mensagem que tornou público a Conferência Episcopal da Lombardia, na Itália, por ocasião da Jornada Mundial do Enfermo que a Igreja Católica comemora no dia 11 de fevereiro, na solenidade de Nossa Senhora de Lourdes. Na missiva os prelados falam do compromisso que tem a comunidade cristã por todos aqueles que necessitam cuidado.

Bispos italianos recordam a responsabilidade dos fiéis com os que sofrem.jpg

"Escrevemos esta mensagem, depois de um diálogo com várias consultas regionais e diocesanas que se ocupam da pastoral da saúde, para chamar a atenção sobre os entes sanitários e sócio sanitários de inspiração cristã de nosso território, e empenhados por uma presença qualificada no mundo do cuidado", destacam os Bispos das Dioceses da Lombardia, para acrescentar: "Cada fiel está chamado a reconhecer nestas instruções de inspiração cristã uma expressão peculiar da vida eclesial, para promover e sustentar".

Na missiva, os prelados recordam que desde o início do cristianismo os fiéis tem sentido a necessidade de acompanhar aos enfermos; "a origem desta sensibilidade está na mesma pessoa de Jesus", dizem, recordando que de fato, no Evangelho se reserva "um posto singular aos irmãos e às irmãs que se encontram em necessidade, no sofrimento, na enfermidade". "Jesus mesmo em sua missão dedicou muito tempo ao encontro com os enfermos", acrescentam.

"Esta atitude fundamental que caracterizou a Jesus em toda sua missão se prolongou no tempo da Igreja, sobretudo por meio daqueles que viram sua vocação cristã no serviço dos enfermos, com a dedicação pessoal e com a edificação de obras dedicadas ao cuidado dos que sofrem no corpo e no espírito", prosseguem os Bispos.

Em outro ponto da mensagem, os prelados se referem ao valor eclesial que possuem as entidades sanitárias de inspiração cristã, interrogando, a partir do ponto de vista pastoral, a importância de qualificá-las melhor. "Expressamos o vivo desejo que se disponha quanto seja necessário para poder desenvolver melhor sua missão, realizando assim um efetivo testemunho no âmbito do cuidado", indicam.

Neste sentido, os Bispos querem assegurar "o modo que as instituições de inspiração cristã que obrem no setor sanitário encontrem em nossas comunidades eclesiais a atenção devida. O Povo de Deus deve poder reconhecer nestas obras um sinal importante de como as comunidades cristãs continuam no tempo da atitude de Jesus na relação com os enfermos".

Os hierarcas da Igreja Católica na Lombardia bem recordam que todas estas entidades "são uma realidade essencial, que participa plenamente na missão eclesial de levar ao mundo da saúde o anúncio do Evangelho". E por isso sentem a necessidade de "recomendar a todo o povo cristão e a todos os homens de boa vontade, sustentar estas instituições empenhadas no âmbito da saúde e do cuidado dos enfermos".

Fazem ao mesmo tempo um chamado às instituições prestadoras de saúde com inspiração cristã a "estar na vanguarda no âmbito da escolha bioética pela vida", e mostrar "uma atenção particular no cuidado da incapacidade física, dos anciãos não autossuficientes e daqueles que se encontram em estado de coma vegetativo"; além de "promover uma qualidade de vida espiritual aos enfermos e seus familiares", e incentivar nestes centros a atividade caritativa e o voluntariado. (EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/93096-Bispos-italianos-recordam-a-responsabilidade-dos-fieis-com-os-que-sofrem. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

O corpo de Cristo fortalece tua alma, fortalece tua Fé, teu amor, tua esperança, tua fortaleza par ...
 
No Circo Máximo, em Roma, 70 mil jovens estiveram com o Papa e ele respondeu perguntas ...
 
Há 15 Igrejas Particulares vacantes, em um universo de 277 circunscrições eclesiásticas. ...
 
A cerimônia contou com a presença de oito mil fiéis da família mercedária provenientes de todo ...
 
O estudo da Arte Sacra nos ajuda a compreender como funciona a arte dentro do espaço religioso. ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading