Loading
 
 
 
Loading
 
Domingo com mortes e atentado a Bispo: aumenta tensão na Nicarágua
Loading
 
16 de Julho de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Managua - Nicarágua (Segunda-feira, 16-07-2018, Gaudium Press) Segundo denunciaram organismos internacionais de direitos humanos, neste domingo, o Bispo de Esteli, Dom Abelardo Mata sofreu um atentado a bala quando voltava de Tisma para Manágua. O bispo e seu motorista buscaram abrigo em uma casa para escapar da morte.

O atentado ocorreu em Nindirí, Província de Masaya, um local que fica a 25 km ao sul da capital, numa área dominada por paramilitares e milicianos do regime sandinista.

Também a Catedral de Manágua teve que fechar suas portas diante de fortes denúncias de que poderia ser invadida por forças sandinistas, a exemplo do que ocorreu na segunda-feira passada, em Diriamba, quando bispos foram agredidos na Basílica de San Sebastián.

Em consequência desses fatos, Missas em várias paróquias foram suspensas tendo sido celebradas em outros locais, para não dar pistas aos possíveis agressores.

Outra Invasão: Catarina

O cardeal Leopoldo José Brenes, denunciou que um grupo de policiais e paramilitares invadiu, também no domingo, a casa paroquial do município de Catarina tendo levado pertences e documentos da paróquia e do sacerdote Jairo Velásquez.

Evidentemente, o pároco "ficou assustado com a atitude do bando", temendo por sua vida e de seus paroquianos.

Apesar da violência moral e psicológica, Padre Jairo encontra-se bem fisicamente e não tendo sido sequestrado pelo bando invasor, disse o Cardeal.

Outra Paróquia: Dina Misericórdia

Atendendo ao chamado do pároco, padre Raúl Zamorra, um grupo de fiéis foi, ainda no último domingo, até a Igreja da Divina Misericórdia para limpá-la e colocá-la em ordem, depois dos incidentes e provocações ocorridos entre a noite de sexta-feira e sábado, quando um grupo de 200 estudantes e alguns jornalistas, fugindo da ação de milicianos e paramilitares pro sandinismo procuraram proteção e refúgio na Igreja paroquial da Divina Misericórdia.

As marcas da violência permanecem presentes na fachada do templo, especialmente na pequena capela, que teve as vidraças e paredes perfuradas por balas.

"Não há palavras para descrever o que aconteceu a eles. Vivo em frente à Universidade, passamos toda a noite ali e foi um tiroteio incrível, horas e horas", relatou Maria Socorro Reinoso, uma das fiéis que organizou os trabalhos de limpeza da Igreja Paroquial.

Reações do Cardeal hondurenho

Na homilia da Missa celebrada no domingo na capital de Honduras, Tegucigalpa, o cardeal Óscar Andrés Rodríguez deplorou a violência na Nicarágua, dizendo que "os ditadores não podem seguir em frente".

O poder está querendo calar a voz da verdade e da justiça e por esta razão se deve "ajudar aqueles que estão resistindo com a fé".

"O mais triste - disse Dom Óscar Rodríguez, em alusão a Daniel Ortega - é que aqueles que lutaram contra a ditadura agora são ditadores" e "estão destruindo um país irmão que verdadeiramente não merece esta injustiça".

"Não é justo que um povo tenha que sofrer por causa da ambição de alguns poucos que resistem em deixar o poder, porque saquearam o poder", lamentou ele.

"A situação vai de mal a pior"...

Nesta segunda-feira, 16/07, participando da reunião dos ministros das Relações Exteriores da União Europeia, o ministro espanhol de Assuntos Exteriores, Joseph Borrel, afirmou em Bruxelas que na Nicarágua "a situação vai de mal a pior".

Joseph Borrel reconheceu que o tema não está agendado para o encontro que amanhã reunirá 28 ministros da União Europeia com ministros do Exterior da Comunidade de Estados Latino-americanos e Caribenhos (Celac), porém admitiu que "uma coisa são temas na agenda e outra, os contatos que são feitos", acrescentando que aproveitará para falar com os embaixadores da Venezuela e Nicarágua.

Protestos populares contra os sandinistas

Os protestos contra o governo nicaraguense iniciaram em abril, num primeiro momento contra a reforma da previdência, tendo se transformado a seguir em um pedido de antecipação das eleições.

Já sobe a 351 o número dos mortos na Nicarágua, de acordo com cifras de organizações humanitárias locais.

O governo de Daniel Ortega lançou na madrugada de domingo a "Operação Limpeza" tentando dar uma demonstração de força para retomar o controle da situação no país, uma ofensiva para remover barricadas de ruas e estradas em cinco cidades.

Há inúmeras denúncias de detenções ilegais e já foram provocadas as mortes de dez pessoas e deixando dezenas de feridos.

O ataque a bala ao Bispo de Esteli, Dom Abelardo Mata e a suspensão de missas em alguns lugares, por receio de agressões e falta de segurança, são frutos do desdobramento "Operação Limpeza" de Daniel Ortega. (JSG)

 

 

 

Loading
Domingo com mortes e atentado a Bispo: aumenta tensão na Nicarágua

Managua - Nicarágua (Segunda-feira, 16-07-2018, Gaudium Press) Segundo denunciaram organismos internacionais de direitos humanos, neste domingo, o Bispo de Esteli, Dom Abelardo Mata sofreu um atentado a bala quando voltava de Tisma para Manágua. O bispo e seu motorista buscaram abrigo em uma casa para escapar da morte.

O atentado ocorreu em Nindirí, Província de Masaya, um local que fica a 25 km ao sul da capital, numa área dominada por paramilitares e milicianos do regime sandinista.

Também a Catedral de Manágua teve que fechar suas portas diante de fortes denúncias de que poderia ser invadida por forças sandinistas, a exemplo do que ocorreu na segunda-feira passada, em Diriamba, quando bispos foram agredidos na Basílica de San Sebastián.

Em consequência desses fatos, Missas em várias paróquias foram suspensas tendo sido celebradas em outros locais, para não dar pistas aos possíveis agressores.

Outra Invasão: Catarina

O cardeal Leopoldo José Brenes, denunciou que um grupo de policiais e paramilitares invadiu, também no domingo, a casa paroquial do município de Catarina tendo levado pertences e documentos da paróquia e do sacerdote Jairo Velásquez.

Evidentemente, o pároco "ficou assustado com a atitude do bando", temendo por sua vida e de seus paroquianos.

Apesar da violência moral e psicológica, Padre Jairo encontra-se bem fisicamente e não tendo sido sequestrado pelo bando invasor, disse o Cardeal.

Outra Paróquia: Dina Misericórdia

Atendendo ao chamado do pároco, padre Raúl Zamorra, um grupo de fiéis foi, ainda no último domingo, até a Igreja da Divina Misericórdia para limpá-la e colocá-la em ordem, depois dos incidentes e provocações ocorridos entre a noite de sexta-feira e sábado, quando um grupo de 200 estudantes e alguns jornalistas, fugindo da ação de milicianos e paramilitares pro sandinismo procuraram proteção e refúgio na Igreja paroquial da Divina Misericórdia.

As marcas da violência permanecem presentes na fachada do templo, especialmente na pequena capela, que teve as vidraças e paredes perfuradas por balas.

"Não há palavras para descrever o que aconteceu a eles. Vivo em frente à Universidade, passamos toda a noite ali e foi um tiroteio incrível, horas e horas", relatou Maria Socorro Reinoso, uma das fiéis que organizou os trabalhos de limpeza da Igreja Paroquial.

Reações do Cardeal hondurenho

Na homilia da Missa celebrada no domingo na capital de Honduras, Tegucigalpa, o cardeal Óscar Andrés Rodríguez deplorou a violência na Nicarágua, dizendo que "os ditadores não podem seguir em frente".

O poder está querendo calar a voz da verdade e da justiça e por esta razão se deve "ajudar aqueles que estão resistindo com a fé".

"O mais triste - disse Dom Óscar Rodríguez, em alusão a Daniel Ortega - é que aqueles que lutaram contra a ditadura agora são ditadores" e "estão destruindo um país irmão que verdadeiramente não merece esta injustiça".

"Não é justo que um povo tenha que sofrer por causa da ambição de alguns poucos que resistem em deixar o poder, porque saquearam o poder", lamentou ele.

"A situação vai de mal a pior"...

Nesta segunda-feira, 16/07, participando da reunião dos ministros das Relações Exteriores da União Europeia, o ministro espanhol de Assuntos Exteriores, Joseph Borrel, afirmou em Bruxelas que na Nicarágua "a situação vai de mal a pior".

Joseph Borrel reconheceu que o tema não está agendado para o encontro que amanhã reunirá 28 ministros da União Europeia com ministros do Exterior da Comunidade de Estados Latino-americanos e Caribenhos (Celac), porém admitiu que "uma coisa são temas na agenda e outra, os contatos que são feitos", acrescentando que aproveitará para falar com os embaixadores da Venezuela e Nicarágua.

Protestos populares contra os sandinistas

Os protestos contra o governo nicaraguense iniciaram em abril, num primeiro momento contra a reforma da previdência, tendo se transformado a seguir em um pedido de antecipação das eleições.

Já sobe a 351 o número dos mortos na Nicarágua, de acordo com cifras de organizações humanitárias locais.

O governo de Daniel Ortega lançou na madrugada de domingo a "Operação Limpeza" tentando dar uma demonstração de força para retomar o controle da situação no país, uma ofensiva para remover barricadas de ruas e estradas em cinco cidades.

Há inúmeras denúncias de detenções ilegais e já foram provocadas as mortes de dez pessoas e deixando dezenas de feridos.

O ataque a bala ao Bispo de Esteli, Dom Abelardo Mata e a suspensão de missas em alguns lugares, por receio de agressões e falta de segurança, são frutos do desdobramento "Operação Limpeza" de Daniel Ortega. (JSG)

 

 

 

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/96615-Domingo-com-mortes-e-atentado-a-Bispo--aumenta-tensao-na-Nicaragua-. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

O evento, que seguiu o lema “Não temas Maria, pois encontras-te graça diante de Deus”, foi con ...
 
“A capela de adoração é uma iniciativa do Senhor para que tivéssemos um lugar adequado para or ...
 
Conforme o purpurado, Deus não escolhe os capacitados, mas capacita os escolhidos. ...
 
Criada em 27 de maio de 1998 pelo Papa João Paulo II, o bispado de Criciúma foi desmembrado da Dio ...
 
O sucesso vocacional do sacerdote depende das orações dos fiéis, afirma arcebispo de Malanje, no ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading