Loading
 
 
 
Loading
 
A cruz ensina não temer as derrotas: ela conduz à vitória, diz Papa
Loading
 
14 de Setembro de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Cidade do Vaticano (Sexta-feira, 14-09-2018, Gaudium Press) Que lição a Cruz de Jesus nos dá?
Para o Papa Francisco, a Cruz de Jesus nos ensina que na vida existe o fracasso e a vitória, e que não devemos temer os "momentos maus", que podem ser iluminados justamente pela cruz, sinal da vitória de Deus sobre o mal."

A cruz ensina não temer as derrotas- ela conduz à vitória , diz Papa.jpg

A afirmação de Francisco foi feita durante a homilia realizada na Missa celebrada nesta manhã de sexta-feira, 14/09, na Capela da Casa Santa Marta, na Festa da Exaltação da Santa Cruz.

Contemplar a Cruz

Francisco explica que contemplar a Cruz é para nós contemplar um sinal de derrota, mas também um sinal de vitória.

Para ele, na cruz fracassa "tudo aquilo que Jesus havia realizado na vida", e acaba toda a esperança das pessoas que seguiam Jesus. "Não tenhamos medo de contemplar a cruz como um momento de derrota, de fracasso", disse.

Comentando a passagem da Carta aos Filipenses da segunda leitura proposta pela liturgia para o dia de hoje, o Papa ressaltou que "Paulo, quando reflete sobre o mistério de Jesus Cristo, nos diz coisas fortes, nos diz que Jesus se esvaziou, aniquilou a si mesmo:
"Assumiu todo o nosso pecado, todo o pecado do mundo: era um "trapo", um condenado. Paulo não teve medo de mostrar essa derrota e também isso pode iluminar um pouco nossos maus momentos, nossos momentos de derrota, mas também a cruz é um sinal de vitória para nós cristãos".

Já para o Pontífice, o Livro dos Números, na primeira leitura, narra o momento do Êxodo, no qual o povo judeu que murmurava "foi mordido pelas serpentes". E isto evoca a antiga serpente, satanás. Mas a serpente que provocava a morte - diz o Senhor a Moisés - será elevada e dará a salvação.

A ai está uma profecia, diz o Papa, enfatizando: "Jesus feito pecado venceu o autor do pecado, venceu a serpente". Segundo Francisco, Satanás estava feliz na Sexta-feira Santa, "tão feliz que não percebeu, a grande armadilha "da história em que cairia".
"Naquele momento -comenta- satanás foi destruído para sempre. Não tem força. A Cruz, naquele momento, torna-se sinal de vitória".

Na cruz, a Salvação

O Pontífice sublinhou que "fomos salvos, naquele percurso que Jesus quis percorrer até o mais baixo, mas com a força da divindade":

"Quando eu for elevado, atrairei todos a mim", recordou Francisco para em seguida comentar:
"Jesus elevado e satanás destruído. A cruz de Jesus deve ser para nós a atração: olhar para ela, porque é a força para continuar em frente. E a antiga serpente destruída ainda late, ainda ameaça, mas, como diziam os Padres da Igreja, é um cão acorrentado: não se aproxime e não morderá você; mas se você for acariciá-lo porque o encanto o leva até lá como se fosse um cachorrinho, prepare-se, ele destruirá você".

Cruz: sinal de derrota e de vitória

"A cruz nos ensina isso, que na vida há o fracasso e a vitória. Devemos ser capazes de tolerar as derrotas, levá-las com paciência, as derrotas, também dos nossos pecados, porque Ele pagou por nós. Tolerá-los n'Ele, pedir perdão n'Ele, mas nunca se deixar seduzir por esse cão acorrentado. "

"Hoje seria belo se em casa, tranquilos, --aconselha Francisco-- ficarmos 5, 10, 15 minutos diante do crucifixo, ou o que temos em casa ou aquele do rosário: olhar para ele, é o nosso sinal de derrota, que provoca as perseguições, que nos destrói, é também o nosso sinal de vitória porque Deus venceu ali." (JSG)

 

Loading
A cruz ensina não temer as derrotas: ela conduz à vitória, diz Papa

Cidade do Vaticano (Sexta-feira, 14-09-2018, Gaudium Press) Que lição a Cruz de Jesus nos dá?
Para o Papa Francisco, a Cruz de Jesus nos ensina que na vida existe o fracasso e a vitória, e que não devemos temer os "momentos maus", que podem ser iluminados justamente pela cruz, sinal da vitória de Deus sobre o mal."

A cruz ensina não temer as derrotas- ela conduz à vitória , diz Papa.jpg

A afirmação de Francisco foi feita durante a homilia realizada na Missa celebrada nesta manhã de sexta-feira, 14/09, na Capela da Casa Santa Marta, na Festa da Exaltação da Santa Cruz.

Contemplar a Cruz

Francisco explica que contemplar a Cruz é para nós contemplar um sinal de derrota, mas também um sinal de vitória.

Para ele, na cruz fracassa "tudo aquilo que Jesus havia realizado na vida", e acaba toda a esperança das pessoas que seguiam Jesus. "Não tenhamos medo de contemplar a cruz como um momento de derrota, de fracasso", disse.

Comentando a passagem da Carta aos Filipenses da segunda leitura proposta pela liturgia para o dia de hoje, o Papa ressaltou que "Paulo, quando reflete sobre o mistério de Jesus Cristo, nos diz coisas fortes, nos diz que Jesus se esvaziou, aniquilou a si mesmo:
"Assumiu todo o nosso pecado, todo o pecado do mundo: era um "trapo", um condenado. Paulo não teve medo de mostrar essa derrota e também isso pode iluminar um pouco nossos maus momentos, nossos momentos de derrota, mas também a cruz é um sinal de vitória para nós cristãos".

Já para o Pontífice, o Livro dos Números, na primeira leitura, narra o momento do Êxodo, no qual o povo judeu que murmurava "foi mordido pelas serpentes". E isto evoca a antiga serpente, satanás. Mas a serpente que provocava a morte - diz o Senhor a Moisés - será elevada e dará a salvação.

A ai está uma profecia, diz o Papa, enfatizando: "Jesus feito pecado venceu o autor do pecado, venceu a serpente". Segundo Francisco, Satanás estava feliz na Sexta-feira Santa, "tão feliz que não percebeu, a grande armadilha "da história em que cairia".
"Naquele momento -comenta- satanás foi destruído para sempre. Não tem força. A Cruz, naquele momento, torna-se sinal de vitória".

Na cruz, a Salvação

O Pontífice sublinhou que "fomos salvos, naquele percurso que Jesus quis percorrer até o mais baixo, mas com a força da divindade":

"Quando eu for elevado, atrairei todos a mim", recordou Francisco para em seguida comentar:
"Jesus elevado e satanás destruído. A cruz de Jesus deve ser para nós a atração: olhar para ela, porque é a força para continuar em frente. E a antiga serpente destruída ainda late, ainda ameaça, mas, como diziam os Padres da Igreja, é um cão acorrentado: não se aproxime e não morderá você; mas se você for acariciá-lo porque o encanto o leva até lá como se fosse um cachorrinho, prepare-se, ele destruirá você".

Cruz: sinal de derrota e de vitória

"A cruz nos ensina isso, que na vida há o fracasso e a vitória. Devemos ser capazes de tolerar as derrotas, levá-las com paciência, as derrotas, também dos nossos pecados, porque Ele pagou por nós. Tolerá-los n'Ele, pedir perdão n'Ele, mas nunca se deixar seduzir por esse cão acorrentado. "

"Hoje seria belo se em casa, tranquilos, --aconselha Francisco-- ficarmos 5, 10, 15 minutos diante do crucifixo, ou o que temos em casa ou aquele do rosário: olhar para ele, é o nosso sinal de derrota, que provoca as perseguições, que nos destrói, é também o nosso sinal de vitória porque Deus venceu ali." (JSG)

 

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/98022-A-cruz-ensina-nao-temer-as-derrotas--ela-conduz-a-vitoria--diz-Papa. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

No Sermão da Montanha, o Divino Mestre, além de ensinar o Pai-Nosso, mostrou a necessidade da ora ...
 
Jovem de pouco mais de vinte anos: preferiu ser morta antes que renunciar à sua castidade. ...
 
Afirma São Tomás de Aqui¬no que o homem tem toda a liberdade para a prática do bem, mas não, ev ...
 
A presença de uma colônia de italianos, à qual pertencem numerosos pescadores, possibilita essa e ...
 
O evento é organizado pela Congregação de Missionárias de Maria Imaculada e Santa Catarina de Se ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading