Loading
 
 
 
Loading
 
A cruz ensina não temer as derrotas: ela conduz à vitória, diz Papa
Loading
 
14 de Setembro de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Cidade do Vaticano (Sexta-feira, 14-09-2018, Gaudium Press) Que lição a Cruz de Jesus nos dá?
Para o Papa Francisco, a Cruz de Jesus nos ensina que na vida existe o fracasso e a vitória, e que não devemos temer os "momentos maus", que podem ser iluminados justamente pela cruz, sinal da vitória de Deus sobre o mal."

A cruz ensina não temer as derrotas- ela conduz à vitória , diz Papa.jpg

A afirmação de Francisco foi feita durante a homilia realizada na Missa celebrada nesta manhã de sexta-feira, 14/09, na Capela da Casa Santa Marta, na Festa da Exaltação da Santa Cruz.

Contemplar a Cruz

Francisco explica que contemplar a Cruz é para nós contemplar um sinal de derrota, mas também um sinal de vitória.

Para ele, na cruz fracassa "tudo aquilo que Jesus havia realizado na vida", e acaba toda a esperança das pessoas que seguiam Jesus. "Não tenhamos medo de contemplar a cruz como um momento de derrota, de fracasso", disse.

Comentando a passagem da Carta aos Filipenses da segunda leitura proposta pela liturgia para o dia de hoje, o Papa ressaltou que "Paulo, quando reflete sobre o mistério de Jesus Cristo, nos diz coisas fortes, nos diz que Jesus se esvaziou, aniquilou a si mesmo:
"Assumiu todo o nosso pecado, todo o pecado do mundo: era um "trapo", um condenado. Paulo não teve medo de mostrar essa derrota e também isso pode iluminar um pouco nossos maus momentos, nossos momentos de derrota, mas também a cruz é um sinal de vitória para nós cristãos".

Já para o Pontífice, o Livro dos Números, na primeira leitura, narra o momento do Êxodo, no qual o povo judeu que murmurava "foi mordido pelas serpentes". E isto evoca a antiga serpente, satanás. Mas a serpente que provocava a morte - diz o Senhor a Moisés - será elevada e dará a salvação.

A ai está uma profecia, diz o Papa, enfatizando: "Jesus feito pecado venceu o autor do pecado, venceu a serpente". Segundo Francisco, Satanás estava feliz na Sexta-feira Santa, "tão feliz que não percebeu, a grande armadilha "da história em que cairia".
"Naquele momento -comenta- satanás foi destruído para sempre. Não tem força. A Cruz, naquele momento, torna-se sinal de vitória".

Na cruz, a Salvação

O Pontífice sublinhou que "fomos salvos, naquele percurso que Jesus quis percorrer até o mais baixo, mas com a força da divindade":

"Quando eu for elevado, atrairei todos a mim", recordou Francisco para em seguida comentar:
"Jesus elevado e satanás destruído. A cruz de Jesus deve ser para nós a atração: olhar para ela, porque é a força para continuar em frente. E a antiga serpente destruída ainda late, ainda ameaça, mas, como diziam os Padres da Igreja, é um cão acorrentado: não se aproxime e não morderá você; mas se você for acariciá-lo porque o encanto o leva até lá como se fosse um cachorrinho, prepare-se, ele destruirá você".

Cruz: sinal de derrota e de vitória

"A cruz nos ensina isso, que na vida há o fracasso e a vitória. Devemos ser capazes de tolerar as derrotas, levá-las com paciência, as derrotas, também dos nossos pecados, porque Ele pagou por nós. Tolerá-los n'Ele, pedir perdão n'Ele, mas nunca se deixar seduzir por esse cão acorrentado. "

"Hoje seria belo se em casa, tranquilos, --aconselha Francisco-- ficarmos 5, 10, 15 minutos diante do crucifixo, ou o que temos em casa ou aquele do rosário: olhar para ele, é o nosso sinal de derrota, que provoca as perseguições, que nos destrói, é também o nosso sinal de vitória porque Deus venceu ali." (JSG)

 

Loading
A cruz ensina não temer as derrotas: ela conduz à vitória, diz Papa

Cidade do Vaticano (Sexta-feira, 14-09-2018, Gaudium Press) Que lição a Cruz de Jesus nos dá?
Para o Papa Francisco, a Cruz de Jesus nos ensina que na vida existe o fracasso e a vitória, e que não devemos temer os "momentos maus", que podem ser iluminados justamente pela cruz, sinal da vitória de Deus sobre o mal."

A cruz ensina não temer as derrotas- ela conduz à vitória , diz Papa.jpg

A afirmação de Francisco foi feita durante a homilia realizada na Missa celebrada nesta manhã de sexta-feira, 14/09, na Capela da Casa Santa Marta, na Festa da Exaltação da Santa Cruz.

Contemplar a Cruz

Francisco explica que contemplar a Cruz é para nós contemplar um sinal de derrota, mas também um sinal de vitória.

Para ele, na cruz fracassa "tudo aquilo que Jesus havia realizado na vida", e acaba toda a esperança das pessoas que seguiam Jesus. "Não tenhamos medo de contemplar a cruz como um momento de derrota, de fracasso", disse.

Comentando a passagem da Carta aos Filipenses da segunda leitura proposta pela liturgia para o dia de hoje, o Papa ressaltou que "Paulo, quando reflete sobre o mistério de Jesus Cristo, nos diz coisas fortes, nos diz que Jesus se esvaziou, aniquilou a si mesmo:
"Assumiu todo o nosso pecado, todo o pecado do mundo: era um "trapo", um condenado. Paulo não teve medo de mostrar essa derrota e também isso pode iluminar um pouco nossos maus momentos, nossos momentos de derrota, mas também a cruz é um sinal de vitória para nós cristãos".

Já para o Pontífice, o Livro dos Números, na primeira leitura, narra o momento do Êxodo, no qual o povo judeu que murmurava "foi mordido pelas serpentes". E isto evoca a antiga serpente, satanás. Mas a serpente que provocava a morte - diz o Senhor a Moisés - será elevada e dará a salvação.

A ai está uma profecia, diz o Papa, enfatizando: "Jesus feito pecado venceu o autor do pecado, venceu a serpente". Segundo Francisco, Satanás estava feliz na Sexta-feira Santa, "tão feliz que não percebeu, a grande armadilha "da história em que cairia".
"Naquele momento -comenta- satanás foi destruído para sempre. Não tem força. A Cruz, naquele momento, torna-se sinal de vitória".

Na cruz, a Salvação

O Pontífice sublinhou que "fomos salvos, naquele percurso que Jesus quis percorrer até o mais baixo, mas com a força da divindade":

"Quando eu for elevado, atrairei todos a mim", recordou Francisco para em seguida comentar:
"Jesus elevado e satanás destruído. A cruz de Jesus deve ser para nós a atração: olhar para ela, porque é a força para continuar em frente. E a antiga serpente destruída ainda late, ainda ameaça, mas, como diziam os Padres da Igreja, é um cão acorrentado: não se aproxime e não morderá você; mas se você for acariciá-lo porque o encanto o leva até lá como se fosse um cachorrinho, prepare-se, ele destruirá você".

Cruz: sinal de derrota e de vitória

"A cruz nos ensina isso, que na vida há o fracasso e a vitória. Devemos ser capazes de tolerar as derrotas, levá-las com paciência, as derrotas, também dos nossos pecados, porque Ele pagou por nós. Tolerá-los n'Ele, pedir perdão n'Ele, mas nunca se deixar seduzir por esse cão acorrentado. "

"Hoje seria belo se em casa, tranquilos, --aconselha Francisco-- ficarmos 5, 10, 15 minutos diante do crucifixo, ou o que temos em casa ou aquele do rosário: olhar para ele, é o nosso sinal de derrota, que provoca as perseguições, que nos destrói, é também o nosso sinal de vitória porque Deus venceu ali." (JSG)

 

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/98022-A-cruz-ensina-nao-temer-as-derrotas--ela-conduz-a-vitoria--diz-Papa. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Um incêndio, de causas desconhecidas, destruiu parte da Matriz de Monte Santo, no interior do sert ...
 
Na província montanhosa de Yen Bai, nas Filipinas, após 100 anos foi celebrada a primeira Missa do ...
 
Não somos distribuidores de azeite em garrafa. Somos ungidos para ungir, distribuindo-nos a nós me ...
 
O suspeito estava com quatro galões de gasolina, duas latas de fluído de isqueiro e dois isqueiros ...
 
Esbofeteamos Jesus, como o fizeram seus cruéis algozes: o pecado é, em certa medida, uma participa ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading