Loading
 
 
 
Loading
 
Chega a Belém corda do Círio de Nazaré e Transladação
Loading
 
20 de Setembro de 2018 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Belém - Pará (Quinta-feira, 20-09-2018, Gaudium Press) A capital paraense recebe nesta quinta-feira, 20 de setembro, a corda do Círio de Nazaré. Considerada um dos principais ícones da festividade, ela é usada nas tradicionais procissões do Círio e da Trasladação.

Chega a Belém corda do Círio de Nazaré e Transladação

Produzida em Santa Catarina pela empresa Itacorda e custeada por um doador, a corda feita de sisal possui 800 metros de comprimento, 50 milímetros de diâmetro e será dividida em dois pedaços de 400 metros, um para cada romaria.

Desde 1885 a corda passou a fazer parte do Círio. Na época, uma enchente da Baía do Guajará alagou a orla desde próximo ao Ver-o-Peso até as Mercês, no momento da procissão.

Logo, a berlinda ficou atolada e os cavalos não conseguiam puxá-la. Nisso, os animais foram desatrelados e um comerciante local emprestou uma corda para que os fiéis puxassem o andor. A partir de então, foi incorporada às festividades, sendo vista como o elo entre Nossa Senhora de Nazaré e os fiéis. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações da Diretoria da Festa de Nazaré

Loading
Chega a Belém corda do Círio de Nazaré e Transladação

Belém - Pará (Quinta-feira, 20-09-2018, Gaudium Press) A capital paraense recebe nesta quinta-feira, 20 de setembro, a corda do Círio de Nazaré. Considerada um dos principais ícones da festividade, ela é usada nas tradicionais procissões do Círio e da Trasladação.

Chega a Belém corda do Círio de Nazaré e Transladação

Produzida em Santa Catarina pela empresa Itacorda e custeada por um doador, a corda feita de sisal possui 800 metros de comprimento, 50 milímetros de diâmetro e será dividida em dois pedaços de 400 metros, um para cada romaria.

Desde 1885 a corda passou a fazer parte do Círio. Na época, uma enchente da Baía do Guajará alagou a orla desde próximo ao Ver-o-Peso até as Mercês, no momento da procissão.

Logo, a berlinda ficou atolada e os cavalos não conseguiam puxá-la. Nisso, os animais foram desatrelados e um comerciante local emprestou uma corda para que os fiéis puxassem o andor. A partir de então, foi incorporada às festividades, sendo vista como o elo entre Nossa Senhora de Nazaré e os fiéis. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações da Diretoria da Festa de Nazaré

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/98124-Chega-a-Belem-corda-do-Cirio-de-Nazare-e-Transladacao. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

“Temos que chamar os jovens a ser Santos e nós também devemos ser Santos”, ressaltou Dom José ...
 
Segundo o Padre Davide Carbonaro, a ideia da procissão “é iluminar esta noite especial para nós ...
 
Proveniente de Portugal, a imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima viajou para a Colômbia onde ...
 
Por causa 92ª Jornada Missionária Mundial a ser realizada no domingo, 21/10, foram publicadas vár ...
 
“Senso do maravilhoso”: tendência natural que leva a buscar Deus, glorificá-Lo nos seus reflex ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading