Loading
 
 
 
Loading
 
“Não é aceitável que documentos da Igreja sejam levados ao grande público”, afirma Cardeal Scherer
Loading
 
16 de Fevereiro de 2012 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 
dom-odilo.jpg
Dom Odilo salientou que os bens administrados pela Igreja não se referem a negócios

Cidade do Vaticano (Quinta-feira, 16-02-2012, Gaudium Press) Em Roma, para participar do Consistório que acontecerá nos dias 18 e 19 de fevereiro, o arcebispo de São Paulo, Cardeal Dom Odilo Scherer, foi entrevistado com exclusividade pela Rádio Vaticano, e falou sobre os rumores e críticas que têm emergido contra o Vaticano nos últimos dias.

"Primeiramente, se existem causas internas: por exemplo, em relação a questões administrativas, estas causas devem ser verificadas e naturalmente saneadas e eu posso dizer que existe não só o desejo, mas existe o trabalho atento para sanear as questões administrativas internas do Vaticano, da Santa Sé, para dar transparência e credibilidade à administração porque, enfim, aqui não se está tratando de negócios, mas se está administrando bens que estão a serviço da missão da Igreja", disse o purpurado brasileiro.

Dom Odilo fez questão de salientar, no entanto, que pela natureza mesma da Igreja, é "preciso haver maior transparência e seriedade na gestão do patrimônio que deve ajudar a sustentar a missão dela".

Contudo, segundo o cardeal, é inaceitável que documentos internos da vida da Igreja sejam publicados ou levados ao grande público. "É uma grande pena que haja sempre esta maneira desleal de fazer fugir documentos só para causar comoção e suspeita e, assim por diante, no grande público", sentenciou.

 

Loading
“Não é aceitável que documentos da Igreja sejam levados ao grande público”, afirma Cardeal Scherer
dom-odilo.jpg
Dom Odilo salientou que os bens administrados pela Igreja não se referem a negócios

Cidade do Vaticano (Quinta-feira, 16-02-2012, Gaudium Press) Em Roma, para participar do Consistório que acontecerá nos dias 18 e 19 de fevereiro, o arcebispo de São Paulo, Cardeal Dom Odilo Scherer, foi entrevistado com exclusividade pela Rádio Vaticano, e falou sobre os rumores e críticas que têm emergido contra o Vaticano nos últimos dias.

"Primeiramente, se existem causas internas: por exemplo, em relação a questões administrativas, estas causas devem ser verificadas e naturalmente saneadas e eu posso dizer que existe não só o desejo, mas existe o trabalho atento para sanear as questões administrativas internas do Vaticano, da Santa Sé, para dar transparência e credibilidade à administração porque, enfim, aqui não se está tratando de negócios, mas se está administrando bens que estão a serviço da missão da Igreja", disse o purpurado brasileiro.

Dom Odilo fez questão de salientar, no entanto, que pela natureza mesma da Igreja, é "preciso haver maior transparência e seriedade na gestão do patrimônio que deve ajudar a sustentar a missão dela".

Contudo, segundo o cardeal, é inaceitável que documentos internos da vida da Igreja sejam publicados ou levados ao grande público. "É uma grande pena que haja sempre esta maneira desleal de fazer fugir documentos só para causar comoção e suspeita e, assim por diante, no grande público", sentenciou.

 


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

São Pio X ensinou que um catequista “tem um coração imenso, apaixonado por Jesus e pelo anúnci ...
 
“Afastai-vos de Mim, malditos! Ide para o fogo eterno, preparado para o diabo e para os seus anjo ...
 
Era o dia 20 de agosto de 1914: a Igreja chorou a perda de seu Anjo guardião, que por ela velara co ...
 
Padre Vitor Coutinho presidiu a missa que fez memória da quarta aparição de nossa senhora aos pas ...
 
Francisco: uma vida marcada somente em tirar proveito e vantagem das situações provoca a morte int ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading