Loading
 
 
 
Loading
 
13º Encontro Nacional dos Presbíteros será em fevereiro em São Paulo
Loading
 
16 de Julho de 2009 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

São Paulo (Quinta, 16-07-2009, Gaudium Press) Depois da 47ª Assembleia Geral dos Bispos do Brasil, o município de Indaiatuba (SP) se prepara agora para receber o 13º Encontro Nacional de Presbíteros, entre 3 e 9 de fevereiro do ano que vem, data que também marca os 25 anos do encontro, informou hoje a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). O tema do evento é "ENPs, 25 anos celebrando e fortalecendo a comunhão presbiteral". O encontro bienal costuma reunir cerca de 400 religiosos por edição.

Para o bispo de Santarém (PA) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada, dom Esmeraldo Barreto de Farias, o Ano Sacerdotal - entre os meses de junho de 2009 e 2010 - tem um significado importante para o 13° ENP.

"Não foi por acaso que o Papa Bento XVI lançou o Ano Sacerdotal nesta data. Ele nos deu mais motivos para celebrar com alegria e júbilo nosso 13º Encontro Nacional de Presbíteros. Espero que possamos abraçar com entusiasmo esta proposição, aprofundando as motivações do ministério como dom de Deus para a edificação da Igreja", afirmou.
O bispo ainda diz que o encontro pretende ‘intensificar a abertura do Ano Sacerdotal e difundi-lo a todos os lugares do país".

O vice-presidente da Comissão Nacional de Presbíteros (CNP), padre Lázaro Silva Muniz, lembra que os ENPs fazem parte da história dos presbíteros do Brasil.

"Como um imenso instrumento de comunhão e de confirmação da caminhada ministerial, cada ENP, na sua singularidade e no seu resgate histórico, procura traduzir as aspirações, sentimentos e necessidades dos presbíteros de cada época", afirmou.

Terminado o encontro, é elaborada uma carta e enviada aos presbíteros, com informações sobre os assuntos tratados, diretrizes e algumas recomendações, de acordo com o padre Reginaldo de Lima, assessor da Comissão Episcopal Pastoral para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada.

História

O ENP foi criado por conta de uma necessidade dos presbíteros em conseguir um espaço de reflexão, oração e troca de experiências.

Os quatro primeiros Encontros Nacionais de Presbíteros (de 1985 a 1992) giraram em torno do tema da pessoa do presbítero. Do quinto ao décimo (de 1994 a 2004) a temática girou em torno da missão do presbítero em relação ao mundo. Nos último dois (2006 e 2008) a atenção novamente se voltou para a vida e o ministério dos presbíteros.

 

Loading
13º Encontro Nacional dos Presbíteros será em fevereiro em São Paulo

São Paulo (Quinta, 16-07-2009, Gaudium Press) Depois da 47ª Assembleia Geral dos Bispos do Brasil, o município de Indaiatuba (SP) se prepara agora para receber o 13º Encontro Nacional de Presbíteros, entre 3 e 9 de fevereiro do ano que vem, data que também marca os 25 anos do encontro, informou hoje a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). O tema do evento é "ENPs, 25 anos celebrando e fortalecendo a comunhão presbiteral". O encontro bienal costuma reunir cerca de 400 religiosos por edição.

Para o bispo de Santarém (PA) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada, dom Esmeraldo Barreto de Farias, o Ano Sacerdotal - entre os meses de junho de 2009 e 2010 - tem um significado importante para o 13° ENP.

"Não foi por acaso que o Papa Bento XVI lançou o Ano Sacerdotal nesta data. Ele nos deu mais motivos para celebrar com alegria e júbilo nosso 13º Encontro Nacional de Presbíteros. Espero que possamos abraçar com entusiasmo esta proposição, aprofundando as motivações do ministério como dom de Deus para a edificação da Igreja", afirmou.
O bispo ainda diz que o encontro pretende ‘intensificar a abertura do Ano Sacerdotal e difundi-lo a todos os lugares do país".

O vice-presidente da Comissão Nacional de Presbíteros (CNP), padre Lázaro Silva Muniz, lembra que os ENPs fazem parte da história dos presbíteros do Brasil.

"Como um imenso instrumento de comunhão e de confirmação da caminhada ministerial, cada ENP, na sua singularidade e no seu resgate histórico, procura traduzir as aspirações, sentimentos e necessidades dos presbíteros de cada época", afirmou.

Terminado o encontro, é elaborada uma carta e enviada aos presbíteros, com informações sobre os assuntos tratados, diretrizes e algumas recomendações, de acordo com o padre Reginaldo de Lima, assessor da Comissão Episcopal Pastoral para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada.

História

O ENP foi criado por conta de uma necessidade dos presbíteros em conseguir um espaço de reflexão, oração e troca de experiências.

Os quatro primeiros Encontros Nacionais de Presbíteros (de 1985 a 1992) giraram em torno do tema da pessoa do presbítero. Do quinto ao décimo (de 1994 a 2004) a temática girou em torno da missão do presbítero em relação ao mundo. Nos último dois (2006 e 2008) a atenção novamente se voltou para a vida e o ministério dos presbíteros.

 

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/6199-13o--Encontro-Nacional-dos-Presbiteros-sera-em-fevereiro-em-Sao-Paulo. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Esta será a segunda edição da procissão, que ocorreu pela primeira vez no ano de 2017, com a par ...
 
Com expectativa de participação de 50 mil pessoas por dia, de 23 a 26 de maio, a Igreja em Recife ...
 
O novo museu faz parte do projeto cultural ‘Segóvia Sacra' e busca dar uma oportunidade aos fiéi ...
 
O Hospital dos Inocentes de Florença, há seiscentos anos, acolhe, assiste e promove a infância h ...
 
A relíquia de primeiro grau, que foi trazida de Belém, visitará mais de 50 paróquias, capelas, m ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading