Loading
 
 
 
Loading
 
Mais de 400 sacerdotes celebrarão o Dia do Padre na arquidiocese da Cidade do México
Loading
 
3 de Agosto de 2009 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Cidade do México (Segunda, 03-08-2009, Gaudium Press) Em homenagem à São João Maria Vianney, mais de 400 sacerdotes da Cidade do México participarão de uma celebração no Seminário Menor da arquidiocese da capital a partir das 10h desta terça-feira (4), Dia do Padre. A informação é do Sistema informativo da arquidiocese da Cidade do México (SIAME).

A celebração toma uma dimensão ainda maior por conta do Ano Sacerdotal, decretado recentemente pelo Papa Bento XVI, cujo principal exemplo de religioso proposto foi o próprio São João Maria Vianney.

A celebração será presidida pelo monsenhor Jesús Antonio Lerma Nolasco, bispo do VII Vicariato.

Informes sobre a vida e o trabalho do também conhecido como o Santo Cura de Ars serão entregues aos sacerdotes na abertura da cerimônia, para que eles ‘possam viver o ano jubilar proposto pelo pontífice com maior devoção'. O Ano Sacerdotal será encerrado em 19 de junho de 2010, em um grande encontro religioso organizado na Praça de São Pedro, em Roma.

São João Maria Vianney

O Dia do Padre é celebrado oficialmente em 4 de agosto, data da festa de São João Maria Vianney, desde 1929, quando o Vaticano reconheceu-o como "homem extraordinário e todo apostólico, padroeiro celeste de todos os párocos de Roma e do mundo católico".

Nascido na França em 1786, passou por muitas dificuldades por causa das limitadas habilidades que tinha, mas foi ordenado sacerdote. O bispo que o ordenou acreditava que o seu ministério não seria o do confessionário, porque sua capacidade intelectual era muito limitada para dar conselhos.

Foi, então, enviado para a pequenina Ars, no interior da França, como auxiliar do padre Balley, que vislumbrou nele a vocação para o sacerdócio. E esse pároco, outra vez inspirado, acreditou que o dom do sacerdote João Maria Vianney era justamente o do conselho, o que provocou sua ida para o confessionário.

Seu trabalho pastoral foi logo reconhecido e aclamado pelo povo da pequena cidade. Respeitado pelos fiéis e pelo clero da Igreja, sua fama de conselheiro correu o mudo cristão da época, tornando-o um dos mais famosos confessores da história da Igreja Católica. O sacerdote faleceu em 1858 também na França e foi canonizado em 1925. Hoje é considerado o padroeiro dos sacerdotes.

 

Loading
Mais de 400 sacerdotes celebrarão o Dia do Padre na arquidiocese da Cidade do México

Cidade do México (Segunda, 03-08-2009, Gaudium Press) Em homenagem à São João Maria Vianney, mais de 400 sacerdotes da Cidade do México participarão de uma celebração no Seminário Menor da arquidiocese da capital a partir das 10h desta terça-feira (4), Dia do Padre. A informação é do Sistema informativo da arquidiocese da Cidade do México (SIAME).

A celebração toma uma dimensão ainda maior por conta do Ano Sacerdotal, decretado recentemente pelo Papa Bento XVI, cujo principal exemplo de religioso proposto foi o próprio São João Maria Vianney.

A celebração será presidida pelo monsenhor Jesús Antonio Lerma Nolasco, bispo do VII Vicariato.

Informes sobre a vida e o trabalho do também conhecido como o Santo Cura de Ars serão entregues aos sacerdotes na abertura da cerimônia, para que eles ‘possam viver o ano jubilar proposto pelo pontífice com maior devoção'. O Ano Sacerdotal será encerrado em 19 de junho de 2010, em um grande encontro religioso organizado na Praça de São Pedro, em Roma.

São João Maria Vianney

O Dia do Padre é celebrado oficialmente em 4 de agosto, data da festa de São João Maria Vianney, desde 1929, quando o Vaticano reconheceu-o como "homem extraordinário e todo apostólico, padroeiro celeste de todos os párocos de Roma e do mundo católico".

Nascido na França em 1786, passou por muitas dificuldades por causa das limitadas habilidades que tinha, mas foi ordenado sacerdote. O bispo que o ordenou acreditava que o seu ministério não seria o do confessionário, porque sua capacidade intelectual era muito limitada para dar conselhos.

Foi, então, enviado para a pequenina Ars, no interior da França, como auxiliar do padre Balley, que vislumbrou nele a vocação para o sacerdócio. E esse pároco, outra vez inspirado, acreditou que o dom do sacerdote João Maria Vianney era justamente o do conselho, o que provocou sua ida para o confessionário.

Seu trabalho pastoral foi logo reconhecido e aclamado pelo povo da pequena cidade. Respeitado pelos fiéis e pelo clero da Igreja, sua fama de conselheiro correu o mudo cristão da época, tornando-o um dos mais famosos confessores da história da Igreja Católica. O sacerdote faleceu em 1858 também na França e foi canonizado em 1925. Hoje é considerado o padroeiro dos sacerdotes.

 

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/6844-Mais-de-400-sacerdotes-celebrarao-o-Dia-do-Padre-na-arquidiocese-da-Cidade-do-Mexico. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Esta será a segunda edição da procissão, que ocorreu pela primeira vez no ano de 2017, com a par ...
 
Com expectativa de participação de 50 mil pessoas por dia, de 23 a 26 de maio, a Igreja em Recife ...
 
O novo museu faz parte do projeto cultural ‘Segóvia Sacra' e busca dar uma oportunidade aos fiéi ...
 
O Hospital dos Inocentes de Florença, há seiscentos anos, acolhe, assiste e promove a infância h ...
 
Francisco defende necessidade de colocar pessoas antes dos projetos, na ação social da Igreja. ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading