Loading
 
 
 
Loading
 
Arcebispo de Salvador preside cerimônia em homenagem à Madre Vitória da Encarnação
Loading
 
20 de Julho de 2016 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Salvador - Bahia (Quarta-feira, 20-07-2016, Gaudium Press) A memória de Madre Vitória da Encarnação foi exaltada pelos fiéis baianos nesta terça-feira, 19 de julho. O Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, presidiu a Santa Missa em comemoração pelos 301 anos da morte da religiosa, na igreja do Convento do Desterro.

Gaudium Press.jpg

Ao longo da cerimônia, Dom Murilo lembrou as palavras de Santo Agostinho. Segundo o prelado, ele dizia que, antes de conceber Jesus em seu corpo, Nossa Senhora o havia concebido no coração ao dizer "sim".

Ainda conforme o arcebispo, Madre Vitória da Encarnação foi fruto de sua época, em que se valorizava muito a Paixão de Cristo. "Quem lê a obra do então arcebispo Dom Sebastião (Monteiro da Vide) sobre ela, fica maravilhado com o seu sacrifício", destacou.

Madre Vitória da Encarnação

Gaudium Press.jpg

Filha do capitão de Infantaria, Bartolomeu Nabo Correia e de Luísa Bixarxe, nasceu em Salvador no dia 6 de março de 1661.

Mais tarde, quando atingiu os 25 anos, foi admitida na clausura das monjas clarissas - primeiro convento feminino do Brasil, fundado em 1677. Lá, a religiosa viveu de modo profundo e marcante, contemplando as virtudes da pobreza, humildade, doação aos mais pobres, amor a Deus e ao próximo.

Além disso, Madre Vitória da Encarnação tinha um especial amor à Paixão de Jesus Cristo, o que a fez introduzir na capital baiana a devoção ao Senhor Bom Jesus dos Passos.

Aos 54 anos, em 19 de julho de 1715, Madre Vitória faleceu em uma das celas do Convento do Desterro.

Em agosto de 2015, Dom Murilo escreveu ao prefeito da Congregação para a Causa dos Santos no Vaticano, Cardeal Angelo Amato, com o intuito de iniciar o processo para a sua beatificação.

Ao mesmo tempo em que o arcebispo conduz as comunicações com a Santa Sé, os fiéis e devotos da Bahia se reúnem todos os meses, no dia 19, para rezar por estes esforços de reconhecimento da santidade de Madre Vitória da Encarnação. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações Arquidiocese de Salvador

Loading
Arcebispo de Salvador preside cerimônia em homenagem à Madre Vitória da Encarnação

Salvador - Bahia (Quarta-feira, 20-07-2016, Gaudium Press) A memória de Madre Vitória da Encarnação foi exaltada pelos fiéis baianos nesta terça-feira, 19 de julho. O Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, presidiu a Santa Missa em comemoração pelos 301 anos da morte da religiosa, na igreja do Convento do Desterro.

Gaudium Press.jpg

Ao longo da cerimônia, Dom Murilo lembrou as palavras de Santo Agostinho. Segundo o prelado, ele dizia que, antes de conceber Jesus em seu corpo, Nossa Senhora o havia concebido no coração ao dizer "sim".

Ainda conforme o arcebispo, Madre Vitória da Encarnação foi fruto de sua época, em que se valorizava muito a Paixão de Cristo. "Quem lê a obra do então arcebispo Dom Sebastião (Monteiro da Vide) sobre ela, fica maravilhado com o seu sacrifício", destacou.

Madre Vitória da Encarnação

Gaudium Press.jpg

Filha do capitão de Infantaria, Bartolomeu Nabo Correia e de Luísa Bixarxe, nasceu em Salvador no dia 6 de março de 1661.

Mais tarde, quando atingiu os 25 anos, foi admitida na clausura das monjas clarissas - primeiro convento feminino do Brasil, fundado em 1677. Lá, a religiosa viveu de modo profundo e marcante, contemplando as virtudes da pobreza, humildade, doação aos mais pobres, amor a Deus e ao próximo.

Além disso, Madre Vitória da Encarnação tinha um especial amor à Paixão de Jesus Cristo, o que a fez introduzir na capital baiana a devoção ao Senhor Bom Jesus dos Passos.

Aos 54 anos, em 19 de julho de 1715, Madre Vitória faleceu em uma das celas do Convento do Desterro.

Em agosto de 2015, Dom Murilo escreveu ao prefeito da Congregação para a Causa dos Santos no Vaticano, Cardeal Angelo Amato, com o intuito de iniciar o processo para a sua beatificação.

Ao mesmo tempo em que o arcebispo conduz as comunicações com a Santa Sé, os fiéis e devotos da Bahia se reúnem todos os meses, no dia 19, para rezar por estes esforços de reconhecimento da santidade de Madre Vitória da Encarnação. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações Arquidiocese de Salvador

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/80768-Arcebispo-de-Salvador-preside-cerimonia-em-homenagem-a-Madre-Vitoria-da-Encarnacao. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Em 2018, o registro de pessoas que se reconheciam católicas era de 15.483, 534 a mais em relação ...
 
A notícia foi transmitida pelo diretor interino da Sala de Imprensa da Santa Sé, Alessandro Gisott ...
 
A festa litúrgica será no dia 20, com celebrações no Santuário de Fátima e feriado n Brasil. ...
 
O número supera a estimativa dos organizadores, que era de 50 mil fiéis. ...
 
Em uma solene Eucaristia foi sagrado na Diocese de Chimoio, Manica, o novo Bispo Auxiliar de Maputo, ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading