Loading
 
 
 
Loading
 
Encerrado o Congresso dos Frades Menores Conventuais da América Latina
Loading
 
21 de Julho de 2016 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Rio de Janeiro (Quinta-feira, 21-07-2016, Gaudium Press) O Congresso dos Frades Menores Conventuais da América Latina, sediado no Rio de Janeiro, encerrou suas atividades. Após cinco dias de intensas palestras, o evento chegou ao fim no último domingo, 17 de julho. Na ocasião, houve missa presidida pelo bispo emérito de Valença (RJ), Dom Elias Manning.

Gaudium Press.jpg

A celebração eucarística teve lugar na Paróquia São Francisco e reuniu centenas de fiéis. O momento foi de festa, uma vez que foi comemorado os 70 anos de existência da comunidade, a primeira do Brasil e da América Latina fundada pelos Franciscanos Menores Conventuais.

Ao longo da cerimônia, Dom Elias comentou a resposta de Deus ao chamado. "Deus, 70 anos atrás, estava colocando essa inspiração no coração do ministro geral da Ordem, o próprio papa que na época estava pedindo ajuda para a América Latina, nas províncias espalhadas pela Europa, América do Norte", disse.

"Esse apelo foi feito e houve generosidade. A Ordem franciscana mandou frades para o Rio Comprido (RJ), para o Brasil, outros países, e o resultado: Deus nos espalhou em 16 países, nos deu em torno de 600 frades. Ele é sempre muito mais generoso do que nós", completou o bispo emérito.

Por sua vez, o ministro geral dos Franciscanos Menores Conventuais, Frei Marco Tasca, destacou o empenho e a história dos frades ao longo desses 70 anos.

"A primeira coisa é recordar os 70 anos, é recordar pessoas concretas. Antes de lembrar das obras e daquilo que fizemos, façamos memória dos nomes e sobrenomes dos frades. A coisa mais bonita desse Congresso são os frades que saíram da sua terra para partilhar o dom da vocação franciscana que Deus lhes fizera. Por isso, muita gente se alegrou com essa presença, puderam encontrar a espiritualidade franciscana, puderam caminhar na via do Evangelho. Essa foi a primeira coisa do Congresso", afirmou.

Ainda conforme o ministro, o segundo ponto a ser ressaltado é o encontro dos frades no território latino-americano.

"Frades que partilham da mesma paixão pelo Evangelho que os fundadores, mas que hoje se encontram em um mundo diferente, com pessoas com diferentes exigências, em um mundo em contínua transformação. E estarem juntos alguns dias para partilhar essa paixão pelo Evangelho e como anunciá-lo é uma coisa muito bela. Espero, de modo fundamental, como ordem franciscana conventual, que nós tenhamos a necessidade que cada frade dê a sua contribuição a partir da sua compreensão da regra para o enriquecimento do carisma franciscano. Porque se a América Latina não dá a sua contribuição para a compreensão do carisma franciscano, a obra se empobrece", enfatizou.

Concluindo, Frei Marco Tasca concedeu um depoimento daquilo que levará dentro de si depois de ter vivenciado esses dias.

"A primeira coisa que vou levar daqui, desse Congresso, é o método de trabalho dos frades na América Latina. Ouvir, compartilhar, encontrar juntos o caminho. O método de trabalho que encontro na América Latina e que é muito bonito, também trarei no coração a beleza de reencontrar os meus confrades, estar com eles, me alegrar com eles, coisas muito cotidianas e muito simples, que expressam a beleza de estarmos juntos".

Além da eleição dos novos membros eleitos para o Conselho da Federação, o Congresso também apresentou oficialmente o novo coordenador do Ministério de Reflexão da Federação da América Latina para Conventuais (FALC). Após dez anos na coordenação, Frei Darío Mazurek será sucedido pelo Frei Rogério Xavier. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações Catedral Diocesana Nossa Senhora da Glória

Loading
Encerrado o Congresso dos Frades Menores Conventuais da América Latina

Rio de Janeiro (Quinta-feira, 21-07-2016, Gaudium Press) O Congresso dos Frades Menores Conventuais da América Latina, sediado no Rio de Janeiro, encerrou suas atividades. Após cinco dias de intensas palestras, o evento chegou ao fim no último domingo, 17 de julho. Na ocasião, houve missa presidida pelo bispo emérito de Valença (RJ), Dom Elias Manning.

Gaudium Press.jpg

A celebração eucarística teve lugar na Paróquia São Francisco e reuniu centenas de fiéis. O momento foi de festa, uma vez que foi comemorado os 70 anos de existência da comunidade, a primeira do Brasil e da América Latina fundada pelos Franciscanos Menores Conventuais.

Ao longo da cerimônia, Dom Elias comentou a resposta de Deus ao chamado. "Deus, 70 anos atrás, estava colocando essa inspiração no coração do ministro geral da Ordem, o próprio papa que na época estava pedindo ajuda para a América Latina, nas províncias espalhadas pela Europa, América do Norte", disse.

"Esse apelo foi feito e houve generosidade. A Ordem franciscana mandou frades para o Rio Comprido (RJ), para o Brasil, outros países, e o resultado: Deus nos espalhou em 16 países, nos deu em torno de 600 frades. Ele é sempre muito mais generoso do que nós", completou o bispo emérito.

Por sua vez, o ministro geral dos Franciscanos Menores Conventuais, Frei Marco Tasca, destacou o empenho e a história dos frades ao longo desses 70 anos.

"A primeira coisa é recordar os 70 anos, é recordar pessoas concretas. Antes de lembrar das obras e daquilo que fizemos, façamos memória dos nomes e sobrenomes dos frades. A coisa mais bonita desse Congresso são os frades que saíram da sua terra para partilhar o dom da vocação franciscana que Deus lhes fizera. Por isso, muita gente se alegrou com essa presença, puderam encontrar a espiritualidade franciscana, puderam caminhar na via do Evangelho. Essa foi a primeira coisa do Congresso", afirmou.

Ainda conforme o ministro, o segundo ponto a ser ressaltado é o encontro dos frades no território latino-americano.

"Frades que partilham da mesma paixão pelo Evangelho que os fundadores, mas que hoje se encontram em um mundo diferente, com pessoas com diferentes exigências, em um mundo em contínua transformação. E estarem juntos alguns dias para partilhar essa paixão pelo Evangelho e como anunciá-lo é uma coisa muito bela. Espero, de modo fundamental, como ordem franciscana conventual, que nós tenhamos a necessidade que cada frade dê a sua contribuição a partir da sua compreensão da regra para o enriquecimento do carisma franciscano. Porque se a América Latina não dá a sua contribuição para a compreensão do carisma franciscano, a obra se empobrece", enfatizou.

Concluindo, Frei Marco Tasca concedeu um depoimento daquilo que levará dentro de si depois de ter vivenciado esses dias.

"A primeira coisa que vou levar daqui, desse Congresso, é o método de trabalho dos frades na América Latina. Ouvir, compartilhar, encontrar juntos o caminho. O método de trabalho que encontro na América Latina e que é muito bonito, também trarei no coração a beleza de reencontrar os meus confrades, estar com eles, me alegrar com eles, coisas muito cotidianas e muito simples, que expressam a beleza de estarmos juntos".

Além da eleição dos novos membros eleitos para o Conselho da Federação, o Congresso também apresentou oficialmente o novo coordenador do Ministério de Reflexão da Federação da América Latina para Conventuais (FALC). Após dez anos na coordenação, Frei Darío Mazurek será sucedido pelo Frei Rogério Xavier. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações Catedral Diocesana Nossa Senhora da Glória

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/80804-Encerrado-o-Congresso-dos-Frades-Menores-Conventuais-da-America-Latina. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Segundo o purpurado, “um cristão não pode deixar de ser alegre, otimista, e ter uma concepção ...
 
Igreja indiana na linha de frente nas horas dramáticas, quando o Estado de Kerala sofre violentas c ...
 
O Encontro Mundial das Famílias será realizado entre os dias 22 a 26 de agosto na Irlanda. ...
 
O Padre Pedro Pablo Garín, Vigário da Vida Consagrada, presidiu a Missa. ...
 
Um monge sonhou com uma imagem de Nossa Senhora que estava enterrada no alto de uma montanha de dif ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading