Loading
 
 
 
Loading
 
Santo Sepulcro em Jerusalém é coberto por restauração mas permanece acessível
Loading
 
26 de Julho de 2016 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Jerusalém - Israel (Terça-feira, 26-07-2016, Gaudium Press) Os indispensáveis trabalhos de restauração na Basílica do Santo Sepulcro em Jerusalém, Israel, avançam com o compromisso de manter o acesso dos peregrinos ao lugar sagrado. Neste momento, os visitantes podem ingressar ao Sepulcro mas devem rodear os andaimes e as lonas de segurança.

Santo Sepulcro em Jerusalém é coberto por restauração mas permanece acessível.jpg

A fachada da construção interna já não tem as lâmpadas de azeite e uma cobertura permite que os peregrinos ingressem através da zona de trabalho para render culto. "O trabalho mais importante está centrado na fachada norte. A arquitetura barroca otomana havia desenhado três janelas em meio ao muro. Já não estão. As placas de mármore que as fechavam foram retiradas, o que revelou a alvenaria", relatou a Custódia da Terra Santa em sua atualização sobre as obras. As peças retiradas são levadas a um ateliê habilitado no Convento Franciscano, onde são limpadas e restauradas como passagem prévia à reconstrução. "Analisando as fotos da parede desnuda, dá a sensação de que tenha sido construído em ao menos duas ocasiões diferentes, a julgar pela diferença entre as pedras utilizadas e a trama que as une", indicou.

De maneira modular, a abóbada será desarmada e construída novamente para conservar e restaurar as peças que a compõem e corrigir os enfraquecimentos da estrutura por causa da grande afluência de peregrinos. A construção atual data de 1810, quando um incêndio obrigou a reedificar a abóboda. Os trabalhos de restauração foram propostos durante longo tempo em espera de um acordo suficiente entre as comunidades cristãs na Terra Santa, o que imprimiu um caráter de urgência para levá-los a cabo.

Os trabalhos mais ruidosos se levam a cabo nas noites para respeitar o ambiente de oração do lugar sagrado, e se prevê que em algumas ocasiões seja necessário fechar o templo totalmente para realizar as atividades noturnas. O projeto de restauração tem um custo de mais de 3,3 milhões de dólares e uma parte substancial do dinheiro foi oferecido pelo Rei da Jordânia, Abdullah II. (GPE/EPC)

Loading
Santo Sepulcro em Jerusalém é coberto por restauração mas permanece acessível

Jerusalém - Israel (Terça-feira, 26-07-2016, Gaudium Press) Os indispensáveis trabalhos de restauração na Basílica do Santo Sepulcro em Jerusalém, Israel, avançam com o compromisso de manter o acesso dos peregrinos ao lugar sagrado. Neste momento, os visitantes podem ingressar ao Sepulcro mas devem rodear os andaimes e as lonas de segurança.

Santo Sepulcro em Jerusalém é coberto por restauração mas permanece acessível.jpg

A fachada da construção interna já não tem as lâmpadas de azeite e uma cobertura permite que os peregrinos ingressem através da zona de trabalho para render culto. "O trabalho mais importante está centrado na fachada norte. A arquitetura barroca otomana havia desenhado três janelas em meio ao muro. Já não estão. As placas de mármore que as fechavam foram retiradas, o que revelou a alvenaria", relatou a Custódia da Terra Santa em sua atualização sobre as obras. As peças retiradas são levadas a um ateliê habilitado no Convento Franciscano, onde são limpadas e restauradas como passagem prévia à reconstrução. "Analisando as fotos da parede desnuda, dá a sensação de que tenha sido construído em ao menos duas ocasiões diferentes, a julgar pela diferença entre as pedras utilizadas e a trama que as une", indicou.

De maneira modular, a abóbada será desarmada e construída novamente para conservar e restaurar as peças que a compõem e corrigir os enfraquecimentos da estrutura por causa da grande afluência de peregrinos. A construção atual data de 1810, quando um incêndio obrigou a reedificar a abóboda. Os trabalhos de restauração foram propostos durante longo tempo em espera de um acordo suficiente entre as comunidades cristãs na Terra Santa, o que imprimiu um caráter de urgência para levá-los a cabo.

Os trabalhos mais ruidosos se levam a cabo nas noites para respeitar o ambiente de oração do lugar sagrado, e se prevê que em algumas ocasiões seja necessário fechar o templo totalmente para realizar as atividades noturnas. O projeto de restauração tem um custo de mais de 3,3 milhões de dólares e uma parte substancial do dinheiro foi oferecido pelo Rei da Jordânia, Abdullah II. (GPE/EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/80912-Santo-Sepulcro-em-Jerusalem-e-coberto-por-restauracao-mas-permanece-acessivel. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

O Cardeal apresentou Nossa Senhora como exemplo para todos os fiéis. ...
 
O Pontífice visitará o país europeu entre os dias 25 e 26 de agosto, para participar do Encontro ...
 
O emoji criado consiste em uma pequena representando o rosto sorridente do Papa, com a bandeira da I ...
 
“ (...) todos os dias somos impulsionados a uma resposta livre ao chamado amoroso de Deus”, afir ...
 
Na festa da Assunção da Virgem Maria, Cardeal Antônio Marto indica três motivos de alegria para ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading