Loading
 
 
 
Loading
 
Livro sobre a história do Caminho de Santiago e o fenômeno das peregrinações é lançado na Espanha
Loading
 
27 de Julho de 2016 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Compostela - Espanha (Quarta-feira, 27-07-2016, Gaudium Press) Sob o título "Peregrinar a Compostela na Idade Média", foi apresentado recentemente na Casa do Decâno de Santiago de Compostela um livro que fala sobre a história do legendário caminho jacobino e o fenômeno das peregrinações.

Livro sobre a história do Caminho de Santiago e o fenômeno das peregrinações é lançado na Espanha 1.jpg

A Obra ilustrada é de autoria de Jaime Nuño. Foi editada pela Fundação Santa Maria a Real do Patrimônio Histórico, instituição que trabalha por iniciativas que promovam o patrimônio natural, social e cultural da Espanha.

A apresentação do livro está a cargo de seu autor, que acudiu na companhia do Padre Segundo L. Pérez López, Decâno da Catedral de Santiago; e Daniel C. Lorenzo Santos, Diretor da Fundação Catedral de Santiago.

Durante sua intervenção, Nuño explicou: "A peregrinação é uma das poucas atividades que o homem atual compartilha com o da Idade Média. Os peregrinos de hoje andam os mesmos caminhos que os de outrora, mas as diferenças entre uns e outros são abismais".

Um dos aspectos que se quer ressaltar com este livro, é o caráter espiritual da peregrinação até o Túmulo do Apóstolo Santiago. Sobre isso também se referiu seu autor: "Neste livro tratamos de abordar o contexto espiritual que levou milhares de pessoas a converterem-se em viajantes de Fé, o processo, as ajudas, os perigos que assumiam".

É por isso que o Nuño, assim como Chema Román, que ilustrou a obra, quiseram narrar como podia ser o caminho durante a Idade Média: "seu cotidiano, o ambiente na cidade de destino, as características da Catedral românica de Compostela os ritos que o peregrino devia seguir antes de retornar ao seu lar".

Para recriar todo o ambiente da peregrinação em tempo medieval, o autor realizou um exaustivo trabalho de documentação consultando várias fontes da Idade Média, sobretudo as relacionadas com o Apóstolo Santiago, entre eles o 'Códice Calixtino', manuscrito atribuído ao Papa Calixto II no qual se encontram sermões, hinos, milagres e diversos relatos relacionados com o Apóstolo Santiago, entre eles a narração da transladação dos restos mortais do Apóstolo.

De acordo com seu autor, com a Obra se buscou mostrar "a admirável fortaleza espiritual e física daquelas pessoas que se atiravam ao caminho e enfrentavam as línguas e costumes estranhos, com o único afã de chegar até Santiago de Compostela para cumprir sua promessa e rezar diante do Apóstolo".

O livro está constituído por 30 capítulos que vão acompanhados por diversas lâminas que recriam de maneira detalhada o ambiente da época, especialmente a religiosidade do homem medieval. Também se inclui um apêndice com resenhas de comentários, curiosidades da época e ideias ilustrativas.

Livro sobre a história do Caminho de Santiago e o fenômeno das peregrinações é lançado na Espanha 2.jpg

A peregrinação ao Caminho de Santiago de Compostela se remonta à primeira metade do século XI, após o descobrimento do sepulcro do Apóstolo Santiago, tendo grande auge durante a Idade Média.

Atualmente, para chegar à Catedral de Compostela, meta do caminho, pode-se tomar várias rotas, uma das mais conhecidas é o Caminho Francês, declarado Patrimônio da Humanidade em 1993 pela Unesco, assim como Itinerário Cultural Europeu pelo Conselho da Europa.

Entre os múltiplos títulos com os quais conta o Caminho, também é conhecido como a "Avenida da Europa". (GPE/EPC)

Loading
Livro sobre a história do Caminho de Santiago e o fenômeno das peregrinações é lançado na Espanha

Compostela - Espanha (Quarta-feira, 27-07-2016, Gaudium Press) Sob o título "Peregrinar a Compostela na Idade Média", foi apresentado recentemente na Casa do Decâno de Santiago de Compostela um livro que fala sobre a história do legendário caminho jacobino e o fenômeno das peregrinações.

Livro sobre a história do Caminho de Santiago e o fenômeno das peregrinações é lançado na Espanha 1.jpg

A Obra ilustrada é de autoria de Jaime Nuño. Foi editada pela Fundação Santa Maria a Real do Patrimônio Histórico, instituição que trabalha por iniciativas que promovam o patrimônio natural, social e cultural da Espanha.

A apresentação do livro está a cargo de seu autor, que acudiu na companhia do Padre Segundo L. Pérez López, Decâno da Catedral de Santiago; e Daniel C. Lorenzo Santos, Diretor da Fundação Catedral de Santiago.

Durante sua intervenção, Nuño explicou: "A peregrinação é uma das poucas atividades que o homem atual compartilha com o da Idade Média. Os peregrinos de hoje andam os mesmos caminhos que os de outrora, mas as diferenças entre uns e outros são abismais".

Um dos aspectos que se quer ressaltar com este livro, é o caráter espiritual da peregrinação até o Túmulo do Apóstolo Santiago. Sobre isso também se referiu seu autor: "Neste livro tratamos de abordar o contexto espiritual que levou milhares de pessoas a converterem-se em viajantes de Fé, o processo, as ajudas, os perigos que assumiam".

É por isso que o Nuño, assim como Chema Román, que ilustrou a obra, quiseram narrar como podia ser o caminho durante a Idade Média: "seu cotidiano, o ambiente na cidade de destino, as características da Catedral românica de Compostela os ritos que o peregrino devia seguir antes de retornar ao seu lar".

Para recriar todo o ambiente da peregrinação em tempo medieval, o autor realizou um exaustivo trabalho de documentação consultando várias fontes da Idade Média, sobretudo as relacionadas com o Apóstolo Santiago, entre eles o 'Códice Calixtino', manuscrito atribuído ao Papa Calixto II no qual se encontram sermões, hinos, milagres e diversos relatos relacionados com o Apóstolo Santiago, entre eles a narração da transladação dos restos mortais do Apóstolo.

De acordo com seu autor, com a Obra se buscou mostrar "a admirável fortaleza espiritual e física daquelas pessoas que se atiravam ao caminho e enfrentavam as línguas e costumes estranhos, com o único afã de chegar até Santiago de Compostela para cumprir sua promessa e rezar diante do Apóstolo".

O livro está constituído por 30 capítulos que vão acompanhados por diversas lâminas que recriam de maneira detalhada o ambiente da época, especialmente a religiosidade do homem medieval. Também se inclui um apêndice com resenhas de comentários, curiosidades da época e ideias ilustrativas.

Livro sobre a história do Caminho de Santiago e o fenômeno das peregrinações é lançado na Espanha 2.jpg

A peregrinação ao Caminho de Santiago de Compostela se remonta à primeira metade do século XI, após o descobrimento do sepulcro do Apóstolo Santiago, tendo grande auge durante a Idade Média.

Atualmente, para chegar à Catedral de Compostela, meta do caminho, pode-se tomar várias rotas, uma das mais conhecidas é o Caminho Francês, declarado Patrimônio da Humanidade em 1993 pela Unesco, assim como Itinerário Cultural Europeu pelo Conselho da Europa.

Entre os múltiplos títulos com os quais conta o Caminho, também é conhecido como a "Avenida da Europa". (GPE/EPC)


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Junto com a peça os visitantes podem assistir a um vídeo com os testemunhos das pessoas que partic ...
 
“A mensagem de Fátima continua a desafiar a uma atitude de oferta da própria vida a Deus e aos ...
 
As celebrações seguiram o lema: “Com Lourenço servidor, do povo protetor, escutamos e anunciamo ...
 
Bispos da Igreja Caldeia Católica apelaram para o fim da guerra na Síria e em todo o Médio Orient ...
 
“A lei que penaliza o aborto provocado está a serviço de um valor altíssimo, que é a vida do n ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading