Loading
 
 
 
Loading
 
Papa fala aos bispos poloneses: um momento simples e familiar
Loading
 
28 de Julho de 2016 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Cracóvia - Polônia (Quinta-feira, 28/07/2016, Gaudium Press) - No seu primeiro dia na Polônia para participar da 31ª Jornada Mundial da Juventude, o Papa Francisco teve um encontro com os bispos poloneses na Catedral de Cracóvia.

Antes de iniciar o encontro propriamente dito, Francisco pediu uma oração pelo Presidente do Pontifício Conselho para os Agentes de Saúde, o Arcebispo polonês Zygmunt Zymowski, que morreu no dia 12 de julho.

Os bispos rezaram também pelo Card. Franciszek Macharski, imediato sucessor de Karol Wojtyla como Arcebispo de Cracóvia e que atualmente encontra-se enfermo, internado em um hospital.

O encontro entre o Papa e os Bispos poloneses foi uma ocasião para ser realizado um momento simples e familiar, quando Francisco respondeu perguntas dos prelados sobre temas de interesse deles.

Entre outros temas, o Papa falou da secularização, da validade das paróquias e refugiados.

Secularização

A secularização foi o primeiro tema a ser tratado a pedido dos Bispos.

E sobre a secularização na Polônia, o pensamento de Francisco é que o "remédio" para esta situação é estar em contato com os fiéis, no meio ao povo. A Proximidade é também um ingrediente fundamental do relacionamento dos bispos com os sacerdotes, enunciou o Papa.

Quanto aos jovens, o Pontífice ressaltou a importância dos avós para a transmissão da fé.

Francisco falou também da misericórdia e de aplicá-la para combater a idolatria do dinheiro.

Paróquias

Houve uma pergunta na qual ficava claro o questionamento sobre a validade das paróquias.

O Papa reiterou que a paróquia é sempre insubstituível. Inclusive os movimentos religiosos têm o seu valor a partir das paróquias, pois elas permanecem sendo a casa do povo de Deus.

Refugiados

A última pergunta tratava do assunto dos refugiados.

Francisco disse que não há uma fórmula a ser aplicada de modo universal: depende do país, de suas possibilidades e de sua cultura. O importante é aplicar os princípios cristãos das obras de misericórdia. (JSG)

Loading
Papa fala aos bispos poloneses: um momento simples e familiar

Cracóvia - Polônia (Quinta-feira, 28/07/2016, Gaudium Press) - No seu primeiro dia na Polônia para participar da 31ª Jornada Mundial da Juventude, o Papa Francisco teve um encontro com os bispos poloneses na Catedral de Cracóvia.

Antes de iniciar o encontro propriamente dito, Francisco pediu uma oração pelo Presidente do Pontifício Conselho para os Agentes de Saúde, o Arcebispo polonês Zygmunt Zymowski, que morreu no dia 12 de julho.

Os bispos rezaram também pelo Card. Franciszek Macharski, imediato sucessor de Karol Wojtyla como Arcebispo de Cracóvia e que atualmente encontra-se enfermo, internado em um hospital.

O encontro entre o Papa e os Bispos poloneses foi uma ocasião para ser realizado um momento simples e familiar, quando Francisco respondeu perguntas dos prelados sobre temas de interesse deles.

Entre outros temas, o Papa falou da secularização, da validade das paróquias e refugiados.

Secularização

A secularização foi o primeiro tema a ser tratado a pedido dos Bispos.

E sobre a secularização na Polônia, o pensamento de Francisco é que o "remédio" para esta situação é estar em contato com os fiéis, no meio ao povo. A Proximidade é também um ingrediente fundamental do relacionamento dos bispos com os sacerdotes, enunciou o Papa.

Quanto aos jovens, o Pontífice ressaltou a importância dos avós para a transmissão da fé.

Francisco falou também da misericórdia e de aplicá-la para combater a idolatria do dinheiro.

Paróquias

Houve uma pergunta na qual ficava claro o questionamento sobre a validade das paróquias.

O Papa reiterou que a paróquia é sempre insubstituível. Inclusive os movimentos religiosos têm o seu valor a partir das paróquias, pois elas permanecem sendo a casa do povo de Deus.

Refugiados

A última pergunta tratava do assunto dos refugiados.

Francisco disse que não há uma fórmula a ser aplicada de modo universal: depende do país, de suas possibilidades e de sua cultura. O importante é aplicar os princípios cristãos das obras de misericórdia. (JSG)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/80956-Papa-fala-aos-bispos-poloneses--um-momento-simples-e-familiar. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

A cerimônia foi presidida por Dom José Carlos de Oliveira, bispo emérito de Rubiataba, em Goiás. ...
 
100 anos se passaram, mas, em todo o mundo a Igreja o reverencia celebrando sua memória litúrgica. ...
 
Na mensagem, os prelados incentivam para que se trabalhe por “uma educação verdadeiramente human ...
 
O novo app funcionará durante as audiências gerais das quartas-feiras, ao ângelus do domingo na P ...
 
O edifício havia sido fechado em 1968, por conta da guerra entre Israel e Palestina, que converteu ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading