Loading
 
 
 
Loading
 
Com um chamado a realizar “obras de misericórdia” Igreja chilena celebra Mês da Solidariedade
Loading
 
4 de Agosto de 2016 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Santiago - Chile (Quinta-feira, 04-08-2016, Gaudium Press) Como é tradição no mês de agosto, a Igreja chilena iniciou o Mês da Solidariedade, campanha que busca promover na sociedade aqueles valores de caridade, justiça social e preocupação pelos menos favorecidos que inspiraram a vida e obra de Santo Alberto Hurtado, sacerdote jesuíta falecido no dia 18 de agosto de 1952.

Com um chamado a realizar ?obras de misericórdia? Igreja chilena celebra Mês da Solidariedade.jpg

Em sua convocatória para participar, a Comissão do Mês da Solidariedade, expressou: "Desejamos comunicar, que existe uma forma distinta de construir-nos como pessoas e como sociedade. Uma que não somente nos permitirá viver, mas que ainda nos entregará um verdadeiro sentido de vida".

E acrescentaram: "Propomos relevar aos referentes críveis e confiáveis. Recordar-lhes aos chilenos que há uma maneira mais completa de viver e outras prioridades muito mais desafiantes e plenas que o mero consumo ou individualismo".

A solidariedade é uma expressão da misericórdia

Segundo o chamado, "as obras de misericórdia nos convidam a viver com nova ênfase este Ano Jubilar. O convite é fazer delas um caminho permanente de serviço e entrega que nos ajudem a aprofundar na justiça. O cuidado da casa comum, poderíamos dizer o templo que Deus nos presenteou, nos leva a fazer as obras da misericórdia uma atitude de vida permanente que o Mês da Solidariedade revela para todos crentes, homens e mulheres de boa vontade".

A Comissão recordou as palavras de Santo Alberto Hurtado que sempre ensinava que "a caridade é a porta da justiça e por isso quanto mais cuidemos de nossas relações humanas em especial as sociais e políticas, mais caridade e por isso mais misericórdia poderemos viver e convidar a viver. As "dúvidas de misericórdia" nos fazem crer que ao Chile faz bem a misericórdia e que a solidariedade deve ser expressão dela".

Finalmente, exortaram para que em cada chileno se desperte "o desejo de arriscar, julgando-nos pelo Chile, apostar pelos seus habitantes, pelos mais empobrecidos, ao modo de Santo Alberto Hurtado que foi capaz de amar com grandeza e generosidade a Deus e a sua Pátria, deixando uma marca profunda da qual somos testemunhas e herdeiros até o dia de hoje".

Entre as instituições que promovem este mês se encontram a Conferência Episcopal do Chile, a Arquidiocese de Santiago, Fundação Padre Hurtado, Lar de Cristo, e a Pastoral Social Caritas Chile.

Mais informações sobre as atividades que serão realizadas durante o mês de agosto podem ser obtidas no website www.mesdelasolidaridad.cl ou nas redes sociais: (Facebook /mesdelasolidaridad) e (Twitter @MesSolidaridad). (GPE/EPC)

Loading
Com um chamado a realizar “obras de misericórdia” Igreja chilena celebra Mês da Solidariedade

Santiago - Chile (Quinta-feira, 04-08-2016, Gaudium Press) Como é tradição no mês de agosto, a Igreja chilena iniciou o Mês da Solidariedade, campanha que busca promover na sociedade aqueles valores de caridade, justiça social e preocupação pelos menos favorecidos que inspiraram a vida e obra de Santo Alberto Hurtado, sacerdote jesuíta falecido no dia 18 de agosto de 1952.

Com um chamado a realizar ?obras de misericórdia? Igreja chilena celebra Mês da Solidariedade.jpg

Em sua convocatória para participar, a Comissão do Mês da Solidariedade, expressou: "Desejamos comunicar, que existe uma forma distinta de construir-nos como pessoas e como sociedade. Uma que não somente nos permitirá viver, mas que ainda nos entregará um verdadeiro sentido de vida".

E acrescentaram: "Propomos relevar aos referentes críveis e confiáveis. Recordar-lhes aos chilenos que há uma maneira mais completa de viver e outras prioridades muito mais desafiantes e plenas que o mero consumo ou individualismo".

A solidariedade é uma expressão da misericórdia

Segundo o chamado, "as obras de misericórdia nos convidam a viver com nova ênfase este Ano Jubilar. O convite é fazer delas um caminho permanente de serviço e entrega que nos ajudem a aprofundar na justiça. O cuidado da casa comum, poderíamos dizer o templo que Deus nos presenteou, nos leva a fazer as obras da misericórdia uma atitude de vida permanente que o Mês da Solidariedade revela para todos crentes, homens e mulheres de boa vontade".

A Comissão recordou as palavras de Santo Alberto Hurtado que sempre ensinava que "a caridade é a porta da justiça e por isso quanto mais cuidemos de nossas relações humanas em especial as sociais e políticas, mais caridade e por isso mais misericórdia poderemos viver e convidar a viver. As "dúvidas de misericórdia" nos fazem crer que ao Chile faz bem a misericórdia e que a solidariedade deve ser expressão dela".

Finalmente, exortaram para que em cada chileno se desperte "o desejo de arriscar, julgando-nos pelo Chile, apostar pelos seus habitantes, pelos mais empobrecidos, ao modo de Santo Alberto Hurtado que foi capaz de amar com grandeza e generosidade a Deus e a sua Pátria, deixando uma marca profunda da qual somos testemunhas e herdeiros até o dia de hoje".

Entre as instituições que promovem este mês se encontram a Conferência Episcopal do Chile, a Arquidiocese de Santiago, Fundação Padre Hurtado, Lar de Cristo, e a Pastoral Social Caritas Chile.

Mais informações sobre as atividades que serão realizadas durante o mês de agosto podem ser obtidas no website www.mesdelasolidaridad.cl ou nas redes sociais: (Facebook /mesdelasolidaridad) e (Twitter @MesSolidaridad). (GPE/EPC)


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

O evento, que seguiu o lema “Não temas Maria, pois encontras-te graça diante de Deus”, foi con ...
 
“A capela de adoração é uma iniciativa do Senhor para que tivéssemos um lugar adequado para or ...
 
Conforme o purpurado, Deus não escolhe os capacitados, mas capacita os escolhidos. ...
 
Criada em 27 de maio de 1998 pelo Papa João Paulo II, o bispado de Criciúma foi desmembrado da Dio ...
 
O sucesso vocacional do sacerdote depende das orações dos fiéis, afirma arcebispo de Malanje, no ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading