Loading
 
 
 
Loading
 
Administrador diocesano é eleito em Uruguaiana (RS)
Loading
 
2 de Setembro de 2016 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Uruguaiana - Rio Grande do Sul (Sexta-feira, 02-09-2016, Gaudium Press) A Diocese de Uruguaiana, por meio do Colégio de Consultores diocesano, elegeu na última quarta-feira, 31, o Padre Flávio Bordão Soares como administrador diocesano.

Gaudium Press.jpg

A Igreja Particular estava vacante desde a transferência de Dom Aloísio Alberto Dilli para a Diocese gaúcha de Santa Cruz do Sul.

Ordenado pároco no dia 22 de julho de 1990, o Padre Flávio Bordão Soares, agora como administrador diocesano, terá a missão de trabalhar junto com o Colégio de Consultores na administração do bispado de Uruguaiana até a indicação de um novo bispo.

Diocese de Uruguaiana

No começo do século XX, Dom Cláudio José Ponce de Leão, então terceiro Bispo do Rio Grande do Sul, auxiliado pelo Bispo Coadjutor Dom João Antonio Pimenta, desenvolveu um plano de evangelização, que seria enviado à Santa Sé para a criação da Diocese de Uruguaiana.

No dia 15 de agosto de 1910, através da Bula "Praedecessorum nostrorum", o Papa Pio X aprovava a criação dos bispados de Santa Maria, Pelotas e Uruguaiana.

A instalação da Diocese de Uruguaiana viria acontecer dois anos depois, em 19 de maio. Naquela ocasião, tomava posse o primeiro bispo diocesano, Dom Hermeto José Pinheiro.

A partir de então, o antigo território dos Sete Povos das Missões incorporou-se à nova diocese. Além disso, da Diocese de Uruguaiana, originou-se parte do território da Diocese de Bagé (1960), bem como a totalidade do território da Diocese de Santo Ângelo (1962).

No último dia 15 de agosto, o bispado gaúcho celebrou seus 106 anos de fundação.

Nossa Senhora Conquistadora

Em 1955, o terceiro bispo de Uruguaiana, Dom Luiz Felipe de Nadal, solicitou ao Papa Pio XII que Nossa Senhora Conquistadora fosse declarada como a Padroeira principal da Diocese, juntamente com São Miguel Arcanjo.

No dia 7 de junho de 1957, o Papa Pio XII acolheu o pedido: "declaramos Nossa Senhora Conquistadora, principal Padroeira junto a Deus, juntamente com São Miguel, Padroeiro igualmente principal, da Diocese de Uruguaiana", diz o Breve Apostólico.

A Festa em honra à Virgem Santíssima é celebrada no dia 15 de novembro. Contudo, a Diocese comemora a memória de sua Padroeira durante a Romaria Diocesana, realizada no terceiro ou no último domingo de outubro, com caminhada saindo da Catedral até o Santuário Diocesano. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações Diocese de Uruguaiana

Loading
Administrador diocesano é eleito em Uruguaiana (RS)

Uruguaiana - Rio Grande do Sul (Sexta-feira, 02-09-2016, Gaudium Press) A Diocese de Uruguaiana, por meio do Colégio de Consultores diocesano, elegeu na última quarta-feira, 31, o Padre Flávio Bordão Soares como administrador diocesano.

Gaudium Press.jpg

A Igreja Particular estava vacante desde a transferência de Dom Aloísio Alberto Dilli para a Diocese gaúcha de Santa Cruz do Sul.

Ordenado pároco no dia 22 de julho de 1990, o Padre Flávio Bordão Soares, agora como administrador diocesano, terá a missão de trabalhar junto com o Colégio de Consultores na administração do bispado de Uruguaiana até a indicação de um novo bispo.

Diocese de Uruguaiana

No começo do século XX, Dom Cláudio José Ponce de Leão, então terceiro Bispo do Rio Grande do Sul, auxiliado pelo Bispo Coadjutor Dom João Antonio Pimenta, desenvolveu um plano de evangelização, que seria enviado à Santa Sé para a criação da Diocese de Uruguaiana.

No dia 15 de agosto de 1910, através da Bula "Praedecessorum nostrorum", o Papa Pio X aprovava a criação dos bispados de Santa Maria, Pelotas e Uruguaiana.

A instalação da Diocese de Uruguaiana viria acontecer dois anos depois, em 19 de maio. Naquela ocasião, tomava posse o primeiro bispo diocesano, Dom Hermeto José Pinheiro.

A partir de então, o antigo território dos Sete Povos das Missões incorporou-se à nova diocese. Além disso, da Diocese de Uruguaiana, originou-se parte do território da Diocese de Bagé (1960), bem como a totalidade do território da Diocese de Santo Ângelo (1962).

No último dia 15 de agosto, o bispado gaúcho celebrou seus 106 anos de fundação.

Nossa Senhora Conquistadora

Em 1955, o terceiro bispo de Uruguaiana, Dom Luiz Felipe de Nadal, solicitou ao Papa Pio XII que Nossa Senhora Conquistadora fosse declarada como a Padroeira principal da Diocese, juntamente com São Miguel Arcanjo.

No dia 7 de junho de 1957, o Papa Pio XII acolheu o pedido: "declaramos Nossa Senhora Conquistadora, principal Padroeira junto a Deus, juntamente com São Miguel, Padroeiro igualmente principal, da Diocese de Uruguaiana", diz o Breve Apostólico.

A Festa em honra à Virgem Santíssima é celebrada no dia 15 de novembro. Contudo, a Diocese comemora a memória de sua Padroeira durante a Romaria Diocesana, realizada no terceiro ou no último domingo de outubro, com caminhada saindo da Catedral até o Santuário Diocesano. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações Diocese de Uruguaiana

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/81767-Administrador-diocesano-e-eleito-em-Uruguaiana--RS-. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

O manto teve seus traços confeccionados pelas irmãs do Carmelo de Santa Teresinha. ...
 
Dom Lorefice convida sua arquidiocese a colher o sentido verdadeiro da visita pastoral do Pontífice ...
 
A atualização realizada por uma comissão da CNBB teve inspiração o Documento 52 da Conferência ...
 
A celebração será onde São João Paulo II celebrou a Eucaristia em 1979, na primeira viagem de u ...
 
Nos grandes Santuários o Bispo designa a um sacerdote com o título de penitenciário que recebe as ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading