Loading
 
 
 
Loading
 
Pais de família na França se organizam para pedir educação mais católica
Loading
 
2 de Setembro de 2016 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Paris - França (Sexta-feira, 02-09-2016, Gaudium Press) De uma maneira espontânea, um grupo de pais de família da França se organizou para denunciar o que eles consideram "o absurdo da existência de escolas privadas que tem o nome de católicas", mas que se encontram influenciadas pelo secularismo dominante. Os membros do grupo "L'École m'a tuer", que debatem em redes sociais suas inconformidades, questionam abertamente tanto os estatutos que se distanciam da educação católica como os conteúdos às vezes abertamente contrários à doutrina da Igreja.

Pais de família na França se organizam para pedir educação mais católica.jpg

Os comentários dos pais de família refletem ambientes contrários à prática aberta da Fé gerados frequentemente por mestres individuais que não atuam de acordo com a identidade católica das instituições. O desdém pelos sacrifícios quaresmais de algumas crianças, a falta de valorização dos sacramentos como a Confissão ou falsas representações da história da Igreja fazem parte dos abusos que geram indignação nos pais.

Anne-Laure e Bertrand Chanteau, dois pais de seis filhos que participam na organização do projeto explicaram à 'Aleteia' a necessidade de fomentar a identidade religiosa das escolas católicas. "Nas escolas públicas o laicismo não é uma opção", comentaram, fazendo referência ao marcado -e obrigatório- caráter secularista da educação pública. "O anúncio da Boa Nova, a celebração das Festas e a catequese cristã não devem ser opcionais nas escolas católicas".

Os pais de família reclamam um maior compromisso nas escolas privadas de identidade católica, já que eles realizam sacrifícios a fim de preservar os seus filhos de uma educação que não transmita seus valores religiosos. "Eles tem direito a esperar uma educação de qualidade alinhada com os valores que transmitem aos seus filhos, ainda que somente seja na consideração do custo da educação!", expôs Aleth Debieuvre, Presidente da associação.

A organização não busca somente gerar controvérsia. Também destaca e apoia aqueles que compartilham uma visão clara do ensinamento católico e que já estão trabalhando nela, com a esperança de obter uma notável melhora na qualidade da educação recebida nos centros católicos. "Estamos seguros de que podemos reunir a todos os pais que desejam permanecer sendo os primeiros educadores de seus filhos, oferecendo-lhes a melhor... não o menos pior", concluiu Aleth. "Nosso objetivo é simplesmente trabalhar a nossa medida para que as escolas católicas privadas sob contrato cumpram com seu próprio caráter". (GPE/EPC)

Loading
Pais de família na França se organizam para pedir educação mais católica

Paris - França (Sexta-feira, 02-09-2016, Gaudium Press) De uma maneira espontânea, um grupo de pais de família da França se organizou para denunciar o que eles consideram "o absurdo da existência de escolas privadas que tem o nome de católicas", mas que se encontram influenciadas pelo secularismo dominante. Os membros do grupo "L'École m'a tuer", que debatem em redes sociais suas inconformidades, questionam abertamente tanto os estatutos que se distanciam da educação católica como os conteúdos às vezes abertamente contrários à doutrina da Igreja.

Pais de família na França se organizam para pedir educação mais católica.jpg

Os comentários dos pais de família refletem ambientes contrários à prática aberta da Fé gerados frequentemente por mestres individuais que não atuam de acordo com a identidade católica das instituições. O desdém pelos sacrifícios quaresmais de algumas crianças, a falta de valorização dos sacramentos como a Confissão ou falsas representações da história da Igreja fazem parte dos abusos que geram indignação nos pais.

Anne-Laure e Bertrand Chanteau, dois pais de seis filhos que participam na organização do projeto explicaram à 'Aleteia' a necessidade de fomentar a identidade religiosa das escolas católicas. "Nas escolas públicas o laicismo não é uma opção", comentaram, fazendo referência ao marcado -e obrigatório- caráter secularista da educação pública. "O anúncio da Boa Nova, a celebração das Festas e a catequese cristã não devem ser opcionais nas escolas católicas".

Os pais de família reclamam um maior compromisso nas escolas privadas de identidade católica, já que eles realizam sacrifícios a fim de preservar os seus filhos de uma educação que não transmita seus valores religiosos. "Eles tem direito a esperar uma educação de qualidade alinhada com os valores que transmitem aos seus filhos, ainda que somente seja na consideração do custo da educação!", expôs Aleth Debieuvre, Presidente da associação.

A organização não busca somente gerar controvérsia. Também destaca e apoia aqueles que compartilham uma visão clara do ensinamento católico e que já estão trabalhando nela, com a esperança de obter uma notável melhora na qualidade da educação recebida nos centros católicos. "Estamos seguros de que podemos reunir a todos os pais que desejam permanecer sendo os primeiros educadores de seus filhos, oferecendo-lhes a melhor... não o menos pior", concluiu Aleth. "Nosso objetivo é simplesmente trabalhar a nossa medida para que as escolas católicas privadas sob contrato cumpram com seu próprio caráter". (GPE/EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/81780-Pais-de-familia-na-Franca-se-organizam-para-pedir-educacao-mais-catolica. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Segundo o purpurado, “um cristão não pode deixar de ser alegre, otimista, e ter uma concepção ...
 
Igreja indiana na linha de frente nas horas dramáticas, quando o Estado de Kerala sofre violentas c ...
 
O Encontro Mundial das Famílias será realizado entre os dias 22 a 26 de agosto na Irlanda. ...
 
O Padre Pedro Pablo Garín, Vigário da Vida Consagrada, presidiu a Missa. ...
 
Um monge sonhou com uma imagem de Nossa Senhora que estava enterrada no alto de uma montanha de dif ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading