Loading
 
 
 
Loading
 
Imagem peregrina da Virgem de Nazaré é aclamada em sua chegada ao Rio
Loading
 
5 de Setembro de 2016 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Rio de Janeiro (Segunda-feira, 05-09-2016, Gaudium Press) A Arquidiocese do Rio de Janeiro recebeu na última sexta-feira, 2 de setembro, a Imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré. Na ocasião, a Virgem Santíssima foi trazida pela comitiva composta por clérigos, leigos e pela Guarda do Círio de Belém.

Gaudium Press.jpg

Com a presença da Mãe Santíssima de Nazaré na Igreja do Rio, deu-se início à oitava edição de uma das maiores manifestações religiosas na Cidade Maravilhosa em homenagem a Nossa Senhora.

Esta tradição, curiosamente, foi herdada da cidade de Belém do Pará, local onde acontece a grandiosa festividade em honra a Virgem Maria, o Círio de Nazaré.

A iniciativa de celebrar a memória de Nossa Senhora de Nazaré no Rio de Janeiro partiu do Cardeal Orani João Tempesta em 2009, o último ano em que o religioso exerceu a função de Arcebispo de Belém do Pará.

Na época, a forte devoção de Dom Orani à Padroeira dos paraenses o impulsionou a trazer a Imagem de Nazaré para a Igreja do Rio de Janeiro, criando nos fiéis cariocas o costume de celebrar o Círio, em alusão aos festejos realizados na região Norte do país.

A recepção da Imagem da "Mãe de Misericórdia"

O Cardeal Orani João Tempesta ficou responsável por recepcionar a imagem da "Mãe de Misericórdia", na Base Aérea do Galeão, na Ilha do Governador. Em seguida, conduziu um breve momento de oração e ressaltou a presença da Virgem de Nazaré na cidade.

Gaudium Press.jpg

"A imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré em nossa região vem nos recordar que temos a missão de anunciar e vivenciar a misericórdia que vem de Deus. O povo desejou que a visita da imagem há oito anos atrás continuasse e até hoje ela é realizada, sendo muito importante para a renovação da devoção mariana", afirmou Dom Orani.

Após a cerimônia, a Imagem peregrina foi entregue a Arquidiocese de Niterói.

Na Catedral de São João Batista, no Centro, o Arcebispo Dom José Francisco Rezende Dias presidiu a Santa Missa em honra à chegada da Imagem. O Padre Leandro Freire, pertencente à Arquidiocese, por sua vez, destacou a importância da visita de Nossa Senhora de Nazaré na localidade.

"A cada ano renovamos esse compromisso juntamente com a Arquidiocese do Rio de Janeiro, aonde vivemos essa comunhão e essa unidade. Devoção mariana renova nossa vivência familiar, a nossa vivência paternal, e esse é um dos aspectos mais importantes. Acolhendo a imagem no Ano da Misericórdia, vivenciamos esse mistério de amor de forma mais intensa, estaremos reunidos com todos os seis bispos da província concelebrando a Eucaristia e vamos viver o momento com muita alegria e muito júbilo, pois Maria merece todo esse amor e carinho", enfatizou o Padre Leandro.

Responsável por trazer a imagem de Nossa Senhora de Nazaré ao Rio de Janeiro, o Padre José Ramos, sacerdote da Basílica Santuário de Nazaré, também comentou este momento significativo para o povo de Belém e do Rio de Janeiro.

"A imagem pequenina, tão bonita e significativa, possui a capacidade de reunir as pessoas ao redor de si, assim como uma mãe reúne os seus filhos. Por onde passamos, mesmo sem saber do que se trata, ao contemplar a imagem as pessoas se benzem e se emocionam, percebendo que é um sinal do sagrado. Assim como a fotografia de um familiar ou uma pessoa amada, a imagem nos faz lembrar aquela que viveu neste mundo e nos trouxe Jesus, e que hoje está nos céus e de lá nos acompanha".

Durante o período vespertino, a Imagem peregrina regressou a Arquidiocese do Rio de Janeiro e seguiu em deslocamento marítimo para a Ilha de Paquetá. Depois, uma Santa Missa foi presidida por Dom Orani na Capela São Roque, localizada na Praça São Roque.

Visita ao Complexo da Maré e ao bairro de Anchieta

Na tarde do dia 3 de setembro, quando a Paróquia Jesus de Nazaré, em Bonsucesso, recebeu a chegada do Círio, a Imagem de Nazaré foi acolhida pelo pároco local, Padre Sérgio Santos, na Avenida Brasil. Em seguida, entrou na comunidade situada no Complexo da Maré em procissão até a igreja, local no qual ocorreu uma breve celebração missionária.

Gaudium Press.jpg

Segundo o Padre Padre Sérgio, este momento é sempre um privilégio por causa do presente que a paróquia recebeu de Dom Orani: uma réplica da imagem. "A cada vez que a imagem de Nossa Senhora de Nazaré passa pela nossa comunidade, pelo nosso território paroquial, é sempre uma renovação de fé e de esperança. Recebê-la é sempre um presente muito grande", lembrou o pároco.

Dom Orani explicou que o sacerdote havia pedido a visita da imagem peregrina de Nossa Senhora durante o Círio, mais precisamente pelo fato de a Igreja ter o nome de Jesus de Nazaré. A partir disso, a paróquia passou a integrar a programação, sendo um dos pontos de visitação da Mãe Santíssima.

Seguindo com o Círio pela Arquidiocese do Rio de Janeiro, a imagem foi conduzida até a Paróquia de Nossa Senhora de Nazaré, situada no bairro de Anchieta, onde foi presidida a Santa Missa, seguida de uma vigília, encerrando desta forma o segundo dia do Círio de Nazaré.

O bairro de Anchieta, inclusive, é o local do Estado onde a devoção a Nossa Senhora de Nazaré está há tempos mais presente, devido sobretudo à instalação de habitantes paraenses na região leste do Rio de Janeiro, responsáveis por trazer essa tradição religiosa.

Paróquia São Paulo Apóstolo e Santuário Basílica de São Sebastião

Já neste domingo, 4 de setembro, mesmo dia em que o Papa Francisco canonizou Madre Teresa de Calcutá, foi realizado o terceiro dia do Círio de Nazaré da Arquidiocese do Rio de Janeiro.

Gaudium Press.jpg

Na ocasião, a peregrinação teve início na Paróquia São Paulo Apóstolo, em Copacabana, com a presença do Cardeal Arcebispo Orani João Tempesta, do pároco local, Padre Paulo de Tarso Rodrigues, e de demais sacerdotes e clérigos, além dos milhares de fiéis e devotos da Mãe Santíssima.

"Recebemos com muita alegria a imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré aqui em nossa paróquia. Há muitos anos aqui em nossa Igreja já realizamos um pequeno Círio e com a vinda de Dom Orani aqui fomos agraciados pela visita da imagem peregrina vinda de Belém. Com este gesto estamos dando início à fase preparatória para as festas marianas, que comemoramos no mês de outubro: Nossa Senhora Aparecida e Nossa Senhora de Nazaré", contou o Padre Paulo Rodrigues.

Em sua homilia, Dom Orani afirmou que "a visita da imagem peregrina é um convite a construir um mundo diferente. Um mundo onde o coração das pessoas seja transformado. Assim como Madre Teresa, não devemos forçar a conversão de ninguém, mas simplesmente amar o outro; com a certeza de que Maria de Nazaré intercede por nós".

Ao longo da celebração eucarística, foram abençoadas diversas imagens de Nossa Senhora de Nazaré que percorrerão neste mês de setembro a casa dos paroquianos.

De acordo com o pároco, a iniciativa é somente mais uma maneira de evangelizar e de estar mais próximo dos paroquianos, levando Nossa Senhora e assim, realizando um momento de oração em família.

Após, a Imagem da "Mãe de Misericórdia" seguiu em peregrinação pelas comunidades do Rio de Janeiro, sendo conduzida pela comitiva até o Santuário Basílica de São Sebastião, na Tijuca. Lá, houve a acolhida com grande festa proporcionada pelos paroquianos e pelo pároco, Frei Arles de Jesus.

A Festa do Círio de Nazaré na cidade ocorre no Santuário, considerado a Igreja dos Capuchinhos. Neste ano, será realizada no segundo domingo de outubro, sendo inspirada no tema: "Maria, Mãe de Misericórdia", reforçando assim a devoção de Nossa Senhora de Nazaré, conforme explicou o Frei Arles:

"É uma festa que vem acontecendo desde 2009, trazida pelo Cardeal Orani João Tempesta, porque o Rio é conhecido como a maior e mais antiga devoção do Círio. Apesar de acontecer em Belém do Pará, a devoção começou em Saquarema, no Rio, em 1630", acrescentou o pároco da basílica.

No final da Santa Missa, foi inaugurado o cartaz (inspirado nos pontos turísticos da cidade) do Círio de Nossa Senhora de Nazaré no Rio de Janeiro, a ser realizado entre os dias 6 e 9 de outubro, no Santuário Basílica de São Sebastião.

Por fim, Dom Orani convidou a comunidade a fazer um ato de misericórdia nessa semana, no intuito de que a iniciativa se multiplique como sinal de misericórdia, da mesma forma como Madre Teresa, que começou suas obras em prol dos mais necessitados de uma maneira simples. "Ela é um exemplo para nós, ao mostrar que mesmo fazendo pequenas coisas é possível transformar o mundo", ressaltou o Cardeal. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações Arquidiocese do Rio de Janeiro

Loading
Imagem peregrina da Virgem de Nazaré é aclamada em sua chegada ao Rio

Rio de Janeiro (Segunda-feira, 05-09-2016, Gaudium Press) A Arquidiocese do Rio de Janeiro recebeu na última sexta-feira, 2 de setembro, a Imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré. Na ocasião, a Virgem Santíssima foi trazida pela comitiva composta por clérigos, leigos e pela Guarda do Círio de Belém.

Gaudium Press.jpg

Com a presença da Mãe Santíssima de Nazaré na Igreja do Rio, deu-se início à oitava edição de uma das maiores manifestações religiosas na Cidade Maravilhosa em homenagem a Nossa Senhora.

Esta tradição, curiosamente, foi herdada da cidade de Belém do Pará, local onde acontece a grandiosa festividade em honra a Virgem Maria, o Círio de Nazaré.

A iniciativa de celebrar a memória de Nossa Senhora de Nazaré no Rio de Janeiro partiu do Cardeal Orani João Tempesta em 2009, o último ano em que o religioso exerceu a função de Arcebispo de Belém do Pará.

Na época, a forte devoção de Dom Orani à Padroeira dos paraenses o impulsionou a trazer a Imagem de Nazaré para a Igreja do Rio de Janeiro, criando nos fiéis cariocas o costume de celebrar o Círio, em alusão aos festejos realizados na região Norte do país.

A recepção da Imagem da "Mãe de Misericórdia"

O Cardeal Orani João Tempesta ficou responsável por recepcionar a imagem da "Mãe de Misericórdia", na Base Aérea do Galeão, na Ilha do Governador. Em seguida, conduziu um breve momento de oração e ressaltou a presença da Virgem de Nazaré na cidade.

Gaudium Press.jpg

"A imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré em nossa região vem nos recordar que temos a missão de anunciar e vivenciar a misericórdia que vem de Deus. O povo desejou que a visita da imagem há oito anos atrás continuasse e até hoje ela é realizada, sendo muito importante para a renovação da devoção mariana", afirmou Dom Orani.

Após a cerimônia, a Imagem peregrina foi entregue a Arquidiocese de Niterói.

Na Catedral de São João Batista, no Centro, o Arcebispo Dom José Francisco Rezende Dias presidiu a Santa Missa em honra à chegada da Imagem. O Padre Leandro Freire, pertencente à Arquidiocese, por sua vez, destacou a importância da visita de Nossa Senhora de Nazaré na localidade.

"A cada ano renovamos esse compromisso juntamente com a Arquidiocese do Rio de Janeiro, aonde vivemos essa comunhão e essa unidade. Devoção mariana renova nossa vivência familiar, a nossa vivência paternal, e esse é um dos aspectos mais importantes. Acolhendo a imagem no Ano da Misericórdia, vivenciamos esse mistério de amor de forma mais intensa, estaremos reunidos com todos os seis bispos da província concelebrando a Eucaristia e vamos viver o momento com muita alegria e muito júbilo, pois Maria merece todo esse amor e carinho", enfatizou o Padre Leandro.

Responsável por trazer a imagem de Nossa Senhora de Nazaré ao Rio de Janeiro, o Padre José Ramos, sacerdote da Basílica Santuário de Nazaré, também comentou este momento significativo para o povo de Belém e do Rio de Janeiro.

"A imagem pequenina, tão bonita e significativa, possui a capacidade de reunir as pessoas ao redor de si, assim como uma mãe reúne os seus filhos. Por onde passamos, mesmo sem saber do que se trata, ao contemplar a imagem as pessoas se benzem e se emocionam, percebendo que é um sinal do sagrado. Assim como a fotografia de um familiar ou uma pessoa amada, a imagem nos faz lembrar aquela que viveu neste mundo e nos trouxe Jesus, e que hoje está nos céus e de lá nos acompanha".

Durante o período vespertino, a Imagem peregrina regressou a Arquidiocese do Rio de Janeiro e seguiu em deslocamento marítimo para a Ilha de Paquetá. Depois, uma Santa Missa foi presidida por Dom Orani na Capela São Roque, localizada na Praça São Roque.

Visita ao Complexo da Maré e ao bairro de Anchieta

Na tarde do dia 3 de setembro, quando a Paróquia Jesus de Nazaré, em Bonsucesso, recebeu a chegada do Círio, a Imagem de Nazaré foi acolhida pelo pároco local, Padre Sérgio Santos, na Avenida Brasil. Em seguida, entrou na comunidade situada no Complexo da Maré em procissão até a igreja, local no qual ocorreu uma breve celebração missionária.

Gaudium Press.jpg

Segundo o Padre Padre Sérgio, este momento é sempre um privilégio por causa do presente que a paróquia recebeu de Dom Orani: uma réplica da imagem. "A cada vez que a imagem de Nossa Senhora de Nazaré passa pela nossa comunidade, pelo nosso território paroquial, é sempre uma renovação de fé e de esperança. Recebê-la é sempre um presente muito grande", lembrou o pároco.

Dom Orani explicou que o sacerdote havia pedido a visita da imagem peregrina de Nossa Senhora durante o Círio, mais precisamente pelo fato de a Igreja ter o nome de Jesus de Nazaré. A partir disso, a paróquia passou a integrar a programação, sendo um dos pontos de visitação da Mãe Santíssima.

Seguindo com o Círio pela Arquidiocese do Rio de Janeiro, a imagem foi conduzida até a Paróquia de Nossa Senhora de Nazaré, situada no bairro de Anchieta, onde foi presidida a Santa Missa, seguida de uma vigília, encerrando desta forma o segundo dia do Círio de Nazaré.

O bairro de Anchieta, inclusive, é o local do Estado onde a devoção a Nossa Senhora de Nazaré está há tempos mais presente, devido sobretudo à instalação de habitantes paraenses na região leste do Rio de Janeiro, responsáveis por trazer essa tradição religiosa.

Paróquia São Paulo Apóstolo e Santuário Basílica de São Sebastião

Já neste domingo, 4 de setembro, mesmo dia em que o Papa Francisco canonizou Madre Teresa de Calcutá, foi realizado o terceiro dia do Círio de Nazaré da Arquidiocese do Rio de Janeiro.

Gaudium Press.jpg

Na ocasião, a peregrinação teve início na Paróquia São Paulo Apóstolo, em Copacabana, com a presença do Cardeal Arcebispo Orani João Tempesta, do pároco local, Padre Paulo de Tarso Rodrigues, e de demais sacerdotes e clérigos, além dos milhares de fiéis e devotos da Mãe Santíssima.

"Recebemos com muita alegria a imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré aqui em nossa paróquia. Há muitos anos aqui em nossa Igreja já realizamos um pequeno Círio e com a vinda de Dom Orani aqui fomos agraciados pela visita da imagem peregrina vinda de Belém. Com este gesto estamos dando início à fase preparatória para as festas marianas, que comemoramos no mês de outubro: Nossa Senhora Aparecida e Nossa Senhora de Nazaré", contou o Padre Paulo Rodrigues.

Em sua homilia, Dom Orani afirmou que "a visita da imagem peregrina é um convite a construir um mundo diferente. Um mundo onde o coração das pessoas seja transformado. Assim como Madre Teresa, não devemos forçar a conversão de ninguém, mas simplesmente amar o outro; com a certeza de que Maria de Nazaré intercede por nós".

Ao longo da celebração eucarística, foram abençoadas diversas imagens de Nossa Senhora de Nazaré que percorrerão neste mês de setembro a casa dos paroquianos.

De acordo com o pároco, a iniciativa é somente mais uma maneira de evangelizar e de estar mais próximo dos paroquianos, levando Nossa Senhora e assim, realizando um momento de oração em família.

Após, a Imagem da "Mãe de Misericórdia" seguiu em peregrinação pelas comunidades do Rio de Janeiro, sendo conduzida pela comitiva até o Santuário Basílica de São Sebastião, na Tijuca. Lá, houve a acolhida com grande festa proporcionada pelos paroquianos e pelo pároco, Frei Arles de Jesus.

A Festa do Círio de Nazaré na cidade ocorre no Santuário, considerado a Igreja dos Capuchinhos. Neste ano, será realizada no segundo domingo de outubro, sendo inspirada no tema: "Maria, Mãe de Misericórdia", reforçando assim a devoção de Nossa Senhora de Nazaré, conforme explicou o Frei Arles:

"É uma festa que vem acontecendo desde 2009, trazida pelo Cardeal Orani João Tempesta, porque o Rio é conhecido como a maior e mais antiga devoção do Círio. Apesar de acontecer em Belém do Pará, a devoção começou em Saquarema, no Rio, em 1630", acrescentou o pároco da basílica.

No final da Santa Missa, foi inaugurado o cartaz (inspirado nos pontos turísticos da cidade) do Círio de Nossa Senhora de Nazaré no Rio de Janeiro, a ser realizado entre os dias 6 e 9 de outubro, no Santuário Basílica de São Sebastião.

Por fim, Dom Orani convidou a comunidade a fazer um ato de misericórdia nessa semana, no intuito de que a iniciativa se multiplique como sinal de misericórdia, da mesma forma como Madre Teresa, que começou suas obras em prol dos mais necessitados de uma maneira simples. "Ela é um exemplo para nós, ao mostrar que mesmo fazendo pequenas coisas é possível transformar o mundo", ressaltou o Cardeal. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações Arquidiocese do Rio de Janeiro

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/81805-Imagem-peregrina-da-Virgem-de-Nazare-e-aclamada-em-sua-chegada-ao-Rio. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

O manto teve seus traços confeccionados pelas irmãs do Carmelo de Santa Teresinha. ...
 
Dom Lorefice convida sua arquidiocese a colher o sentido verdadeiro da visita pastoral do Pontífice ...
 
A atualização realizada por uma comissão da CNBB teve inspiração o Documento 52 da Conferência ...
 
A celebração será onde São João Paulo II celebrou a Eucaristia em 1979, na primeira viagem de u ...
 
Nos grandes Santuários o Bispo designa a um sacerdote com o título de penitenciário que recebe as ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading