Loading
 
 
 
Loading
 
Pequenos fatos de uma Santa recente
Loading
 
6 de Setembro de 2016 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Redação - (Terça-feira, 06/09/2016, Gaudium Press) - É normal que após a canonização de Madre Tereza de Calcutá muita coisa emerja de memórias já quase esquecidas e surgidas nos mais diversos e inesperados rincões.

Maria-Teresa-de-Calcutá.jpg

Que bom que isto aconteça!

Afinal, os santos são apresentados pela Igreja exatamente para que se tornem exemplos de vida, de ação, de modo de ser na caminhada desta terra, rumo ao Céu.

Os Santos, depois de apontados pela Igreja como dignos de serem imitados, transformam-se em paradigmas, padrões que todos devem imitar, sem medo, com alegria, com entusiasmo.

Na vida de um Santo, cada fato, por menor que seja, mesmo sendo algo do dia-a-dia, torna-se um acontecimento digno de memória, digno de ser seguido, repetido, imitado.

E isto porque o Santo pensou, viveu e agiu de acordo com os conselhos evangélicos: "Sede perfeitos como o Pai Celeste é perfeito..."

"Novena de emergência"

Tem sido cantado em prosa e verso todo o bem que Santa Teresa de Calcutá praticou. Recorda-se sobretudo seu amor pelo próximo, pelos mais pobres, sofredores, miseráveis.

É importante falar e comentar esta verdade histórica de sua vida: elas refletem sua vida posta na imitação de Cristo. Mas, um diamante tem muitas facetas onde refletir a variedade e unidade da luz divina.

De tudo que se tem dito da nova Santa, duas destas facetas que refletem luzes chamam a atenção: a devoção ao Santíssimo Sacramento e seu amor a Nossa Senhora.

E um pequeno fato, um fatinho, chama a atenção:

Santa Madre Teresa criou uma maneira de invocar a intercessão da Virgem Maria que ela denominou de "Novena de emergência".

Diante dos diversos problemas que tinha que enfrentar diariamente, dentro de um ritmo de vida acelerado que ela era obrigada a levar, recorria a sua novena de emergência (Flying Novena).

Era sua "arma espiritual rápida".

Como se sabe, as novenas são orações rezadas durante nove dias e são bastante comuns nas comunidades da Congregação das Missionárias da Caridade.

Entretanto, esta oração difundida e muito utilizada por Madre Teresa consistia em rezar dez Memorare em um só dia, de forma rápida, com o propósito em mente.

Deveriam ser nove os Memorares, contudo ela rezava dez. E isso porque a décima oração era já para agradecer o que ela tinha certeza de que alcançaria.

Memorare

O ‘Memorare' é uma oração de intercessão feita à Santíssima Virgem e cuja a criação é atribuída a São Bernardo de Claraval. Madre Teresa a rezava com frequência.

Esta "Novena de emergência" tinha algo em comum com as novenas comuns, de nove dias, de nove meses: a confiança na aceitação da intercessão, como também fizeram os apóstolos durante nove dias juntos com "Maria, a Mãe de Jesus, e as mulheres" (Atos dos apóstolos 1,14) à espera da ajuda prometida pelo Espírito Santo.

Ela rezava o Memorare constantemente. Para pedir pela cura de um menino doente, antes de conversas importantes, quando os passaportes desapareciam, para solicitar a ajuda celestial quando as provisões acabavam etc.

E a Santa ensinava que o Memorare "expressa de maneira efetiva sua confiança no poder da intercessão de Maria como mediadora de todas as graças", diz o postulador da causa de canonização de Madre Teresa.

Segundo ele, "Flui do amor e da confiança que tinha em Maria; era uma forma simples de apresentar seus pedidos. A resposta rápida que recebia era sua inspiração para recorrer à Mãe do Céu cada vez com maior confiança através das palavras desta oração".

A oração

A oração do "memorare" ou "lembrai-vos" está transcrita abaixo:

"Lembrai-vos, ó puríssima Virgem Maria, que nunca se ouviu dizer que algum daqueles que tenham recorrido à vossa proteção, implorado o vosso socorro, fosse por vós desamparado.

Animado eu pois com igual confiança, a vós recorro como minha Mãe, ó Virgem entre todas singular, e de vós me valho. Gemendo sob o peso dos meus pecados me prostro a vossos pés.

Não rejeiteis as minhas súplicas, ó Mãe do Filho de Deus Humanado, mas dignai-vos de as ouvir propícia e de alcançar-me o que vos rogo. Amém". (JSG)

Loading
Pequenos fatos de uma Santa recente

Redação - (Terça-feira, 06/09/2016, Gaudium Press) - É normal que após a canonização de Madre Tereza de Calcutá muita coisa emerja de memórias já quase esquecidas e surgidas nos mais diversos e inesperados rincões.

Maria-Teresa-de-Calcutá.jpg

Que bom que isto aconteça!

Afinal, os santos são apresentados pela Igreja exatamente para que se tornem exemplos de vida, de ação, de modo de ser na caminhada desta terra, rumo ao Céu.

Os Santos, depois de apontados pela Igreja como dignos de serem imitados, transformam-se em paradigmas, padrões que todos devem imitar, sem medo, com alegria, com entusiasmo.

Na vida de um Santo, cada fato, por menor que seja, mesmo sendo algo do dia-a-dia, torna-se um acontecimento digno de memória, digno de ser seguido, repetido, imitado.

E isto porque o Santo pensou, viveu e agiu de acordo com os conselhos evangélicos: "Sede perfeitos como o Pai Celeste é perfeito..."

"Novena de emergência"

Tem sido cantado em prosa e verso todo o bem que Santa Teresa de Calcutá praticou. Recorda-se sobretudo seu amor pelo próximo, pelos mais pobres, sofredores, miseráveis.

É importante falar e comentar esta verdade histórica de sua vida: elas refletem sua vida posta na imitação de Cristo. Mas, um diamante tem muitas facetas onde refletir a variedade e unidade da luz divina.

De tudo que se tem dito da nova Santa, duas destas facetas que refletem luzes chamam a atenção: a devoção ao Santíssimo Sacramento e seu amor a Nossa Senhora.

E um pequeno fato, um fatinho, chama a atenção:

Santa Madre Teresa criou uma maneira de invocar a intercessão da Virgem Maria que ela denominou de "Novena de emergência".

Diante dos diversos problemas que tinha que enfrentar diariamente, dentro de um ritmo de vida acelerado que ela era obrigada a levar, recorria a sua novena de emergência (Flying Novena).

Era sua "arma espiritual rápida".

Como se sabe, as novenas são orações rezadas durante nove dias e são bastante comuns nas comunidades da Congregação das Missionárias da Caridade.

Entretanto, esta oração difundida e muito utilizada por Madre Teresa consistia em rezar dez Memorare em um só dia, de forma rápida, com o propósito em mente.

Deveriam ser nove os Memorares, contudo ela rezava dez. E isso porque a décima oração era já para agradecer o que ela tinha certeza de que alcançaria.

Memorare

O ‘Memorare' é uma oração de intercessão feita à Santíssima Virgem e cuja a criação é atribuída a São Bernardo de Claraval. Madre Teresa a rezava com frequência.

Esta "Novena de emergência" tinha algo em comum com as novenas comuns, de nove dias, de nove meses: a confiança na aceitação da intercessão, como também fizeram os apóstolos durante nove dias juntos com "Maria, a Mãe de Jesus, e as mulheres" (Atos dos apóstolos 1,14) à espera da ajuda prometida pelo Espírito Santo.

Ela rezava o Memorare constantemente. Para pedir pela cura de um menino doente, antes de conversas importantes, quando os passaportes desapareciam, para solicitar a ajuda celestial quando as provisões acabavam etc.

E a Santa ensinava que o Memorare "expressa de maneira efetiva sua confiança no poder da intercessão de Maria como mediadora de todas as graças", diz o postulador da causa de canonização de Madre Teresa.

Segundo ele, "Flui do amor e da confiança que tinha em Maria; era uma forma simples de apresentar seus pedidos. A resposta rápida que recebia era sua inspiração para recorrer à Mãe do Céu cada vez com maior confiança através das palavras desta oração".

A oração

A oração do "memorare" ou "lembrai-vos" está transcrita abaixo:

"Lembrai-vos, ó puríssima Virgem Maria, que nunca se ouviu dizer que algum daqueles que tenham recorrido à vossa proteção, implorado o vosso socorro, fosse por vós desamparado.

Animado eu pois com igual confiança, a vós recorro como minha Mãe, ó Virgem entre todas singular, e de vós me valho. Gemendo sob o peso dos meus pecados me prostro a vossos pés.

Não rejeiteis as minhas súplicas, ó Mãe do Filho de Deus Humanado, mas dignai-vos de as ouvir propícia e de alcançar-me o que vos rogo. Amém". (JSG)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/81884-Pequenos-fatos-de-uma-Santa-recente. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

O Cardeal apresentou Nossa Senhora como exemplo para todos os fiéis. ...
 
O Pontífice visitará o país europeu entre os dias 25 e 26 de agosto, para participar do Encontro ...
 
O emoji criado consiste em uma pequena representando o rosto sorridente do Papa, com a bandeira da I ...
 
“ (...) todos os dias somos impulsionados a uma resposta livre ao chamado amoroso de Deus”, afir ...
 
Na festa da Assunção da Virgem Maria, Cardeal Antônio Marto indica três motivos de alegria para ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading