Loading
 
 
 
Loading
 
Papa, em homilia: Divisões e dinheiro, armas do diabo para a destruição
Loading
 
12 de Setembro de 2016 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Cidade do Vaticano - (Segunda-feira, 12/09/2016, Gaudium Press) - Nesta segunda-feira, 12/09, dia em que a Igreja faz memória do Nome de Maria, na homilia da Santa Missa celebrada na Capela da Casa Santa Marta, o Papa Francisco afirmou que as divisões destroem a Igreja e que o diabo tenta atacar a raiz da unidade, isto é, a celebração eucarística.

O diabo semeia ciúmes, ambições, ideias, mas para dividir!

Na carta de São Paulo, lida na liturgia de hoje, ele chama a atenção dos Coríntios por causa dos desentendimentos e divisões entre eles.

Francisco, então reiterou que "o diabo tem duas armas muito potentes para destruir a Igreja: as divisões e o dinheiro".

E o Papa recordou que, lamentavelmente, isso começou a acontecer desde o início: "divisões ideológicas, teológicas, que dilaceravam a Igreja. O diabo semeia ciúmes, ambições, ideias, mas para dividir! E semeia cobiça".

Depois do desastre que o maligno provoca, diz o Pontífice, "tudo fica destruído. E o diabo vai embora contente. E nós - ingênuos, fazemos o seu jogo".
"As divisões são uma guerra suja -repetiu ele- é como um terrorismo": "lança a bomba, destrói e permaneço":

O Senhor não é visto como ele é

Prosseguiu Francisco na homilia de hoje: "as divisões na Igreja não deixam que o Reino de Deus cresça; não deixam que o Senhor seja visto como Ele é. As divisões mostram esta parte, esta outra parte contra esta e contra alguém ... Sempre contra!"

"Mas o diabo vai além, não somente na comunidade cristã, vai justamente na raiz da unidade cristã.

E isso é o que acontece aqui, (nesta leitura) na cidade de Coríntio, aos Coríntios.

Paulo os repreende porque as divisões chegam precisamente à raiz da unidade, isto é, à celebração eucarística".

Pedido

"Eu lhes peço que façam todo o possível para não destruir a Igreja com divisões, sejam elas ideológicas como de cobiça e ambição, ou ciúmes. E principalmente para que rezem e custodiem a fonte, a raiz própria da unidade da Igreja, que é o Corpo de Cristo; e que nós - todos os dias - celebremos o seu sacrifício na Eucaristia".

Para encerrar suas palavras, Francisco ainda recordou São Paulo, aplicando suas palavras como lição para os dias de hoje:

"Paulo pode dizê-lo a todos nós, à Igreja de hoje:

‘Irmãos, nisto eu não posso louvá-los porque vocês não se reúnem para o melhor, mas para o pior!'. A Igreja, toda, reunida para o pior, para as divisões: para o pior! Para sujar o Corpo de Cristo! Na celebração eucarística - e o próprio Paulo nos diz, em outra passagem: ‘Quem come e bebe do Corpo e do Sangue de Cristo indignamente, come e bebe a própria condenação'. Peçamos ao Senhor a unidade da Igreja, que não haja divisões; e unidade também na raiz da Igreja, que é precisamente o sacrifício de Cristo, que celebramos todos os dias".(JSG)

(Da Redação Gaudium Press, com informações RV)

Loading
Papa, em homilia: Divisões e dinheiro, armas do diabo para a destruição

Cidade do Vaticano - (Segunda-feira, 12/09/2016, Gaudium Press) - Nesta segunda-feira, 12/09, dia em que a Igreja faz memória do Nome de Maria, na homilia da Santa Missa celebrada na Capela da Casa Santa Marta, o Papa Francisco afirmou que as divisões destroem a Igreja e que o diabo tenta atacar a raiz da unidade, isto é, a celebração eucarística.

O diabo semeia ciúmes, ambições, ideias, mas para dividir!

Na carta de São Paulo, lida na liturgia de hoje, ele chama a atenção dos Coríntios por causa dos desentendimentos e divisões entre eles.

Francisco, então reiterou que "o diabo tem duas armas muito potentes para destruir a Igreja: as divisões e o dinheiro".

E o Papa recordou que, lamentavelmente, isso começou a acontecer desde o início: "divisões ideológicas, teológicas, que dilaceravam a Igreja. O diabo semeia ciúmes, ambições, ideias, mas para dividir! E semeia cobiça".

Depois do desastre que o maligno provoca, diz o Pontífice, "tudo fica destruído. E o diabo vai embora contente. E nós - ingênuos, fazemos o seu jogo".
"As divisões são uma guerra suja -repetiu ele- é como um terrorismo": "lança a bomba, destrói e permaneço":

O Senhor não é visto como ele é

Prosseguiu Francisco na homilia de hoje: "as divisões na Igreja não deixam que o Reino de Deus cresça; não deixam que o Senhor seja visto como Ele é. As divisões mostram esta parte, esta outra parte contra esta e contra alguém ... Sempre contra!"

"Mas o diabo vai além, não somente na comunidade cristã, vai justamente na raiz da unidade cristã.

E isso é o que acontece aqui, (nesta leitura) na cidade de Coríntio, aos Coríntios.

Paulo os repreende porque as divisões chegam precisamente à raiz da unidade, isto é, à celebração eucarística".

Pedido

"Eu lhes peço que façam todo o possível para não destruir a Igreja com divisões, sejam elas ideológicas como de cobiça e ambição, ou ciúmes. E principalmente para que rezem e custodiem a fonte, a raiz própria da unidade da Igreja, que é o Corpo de Cristo; e que nós - todos os dias - celebremos o seu sacrifício na Eucaristia".

Para encerrar suas palavras, Francisco ainda recordou São Paulo, aplicando suas palavras como lição para os dias de hoje:

"Paulo pode dizê-lo a todos nós, à Igreja de hoje:

‘Irmãos, nisto eu não posso louvá-los porque vocês não se reúnem para o melhor, mas para o pior!'. A Igreja, toda, reunida para o pior, para as divisões: para o pior! Para sujar o Corpo de Cristo! Na celebração eucarística - e o próprio Paulo nos diz, em outra passagem: ‘Quem come e bebe do Corpo e do Sangue de Cristo indignamente, come e bebe a própria condenação'. Peçamos ao Senhor a unidade da Igreja, que não haja divisões; e unidade também na raiz da Igreja, que é precisamente o sacrifício de Cristo, que celebramos todos os dias".(JSG)

(Da Redação Gaudium Press, com informações RV)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/81973-Papa--em-homilia--Divisoes-e-dinheiro--armas-do-diabo-para-a-destruicao. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Segundo o purpurado, “um cristão não pode deixar de ser alegre, otimista, e ter uma concepção ...
 
Igreja indiana na linha de frente nas horas dramáticas, quando o Estado de Kerala sofre violentas c ...
 
O Encontro Mundial das Famílias será realizado entre os dias 22 a 26 de agosto na Irlanda. ...
 
O Padre Pedro Pablo Garín, Vigário da Vida Consagrada, presidiu a Missa. ...
 
Um monge sonhou com uma imagem de Nossa Senhora que estava enterrada no alto de uma montanha de dif ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading