Loading
 
 
 
Loading
 
Arcebispo de Curitiba faz apontamentos sobre a celebração do Mês da Bíblia
Loading
 
14 de Setembro de 2016 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Curitiba - Paraná (Quarta-feira, 14-09-2016, Gaudium Press) No mês de setembro, a Igreja no Brasil celebra o Mês da Bíblia, inspirado no tema "Para que n´Ele nossos povos tenham vida" e no lema "Praticar a justiça, amar a misericórdia e caminhar com Deus (cf. Mq 6, 8)". Além disso, a edição deste ano propõe aos fiéis o estudo e reflexão do livro do profeta Miqueias.

Gaudium Press.png

Para o Arcebispo de Curitiba e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-Catequética da CNBB, Dom José Antônio Peruzzo, este é o "mês de salientarmos mais aquilo que nunca deveria perder o destaque", bem como o momento para que "a palavra de Deus possa soar e ressoar na vida do povo e na da Igreja".

O livro do profeta Miqueias

Sobre o livro de Miqueias, o prelado explicou que os problemas, as dificuldades e as inquietações existentes no tempo do profeta têm "muitos pontos de encontros" com a realidade atual. "'Se quiserem manter aquela característica e identidade de povo escolhido de Deus, façam as escolhas de Deus'", citou Dom Peruzzo.

O Arcebispo afirmou ainda que "é impressionante quantos são numerosos os pontos de diálogo entre experiência de ontem e esperança de ontem, experiência de hoje e esperança de hoje, e o profeta" encontrados no livro.

O lema

view.jpgAo comentar o lema para este Mês da Bíblia, Dom Peruzzo ressaltou que "o profeta Miqueias toca em muitos temas, porque no seu tempo a diversidade problemática também era grande, mas a justiça, a misericórdia e a fidelidade que é o que Deus esperava de seu povo, são como que três grandes eixos que unificam a inteireza do livro".

Neste sentido, o presidente da Comissão para a Animação Bíblico Catequética da CNBB fez um alerta aos fiéis católicos, dizendo que se nós nos esquecermos dos mais fracos, "também as outras virtudes se tornam uma espécie de qualidade viciada por faltar misericórdia", pois "a misericórdia, a solidariedade, a proximidade com irmão é que conferem nobreza ao próprio culto" e o profeta Miqueias insistia muito nisso.

Subsídios

Como forma de auxiliar as comunidades, paróquias e dioceses, a CNBB produziu três subsídios para a celebração do Mês da Bíblia, que são o texto-base, o livro de Encontros Bíblicos e o cartaz do Mês da Bíblia. "Não é apenas uma questão de estudo acadêmico, mas a busca sincera e singela de aproximar Miqueias dos seus leitores de hoje", lembrou Dom Peruzzo.

O Arcebispo de Curitiba esclareceu que o material foi feito para a oração em grupos e em pequenas comunidades. "É para que conhecendo o Senhor, pela sua Palavra como homens e mulheres de fé, queiramos ir ao seu encontro, acolhendo o modo que o profeta Miqueias propôs como caminho de fidelidade. Digamos que é uma espécie de palavra humana de Deus para oferecer linguagem humana a aqueles que querem ir ao encontro dele", completou. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações CNBB

Loading
Arcebispo de Curitiba faz apontamentos sobre a celebração do Mês da Bíblia

Curitiba - Paraná (Quarta-feira, 14-09-2016, Gaudium Press) No mês de setembro, a Igreja no Brasil celebra o Mês da Bíblia, inspirado no tema "Para que n´Ele nossos povos tenham vida" e no lema "Praticar a justiça, amar a misericórdia e caminhar com Deus (cf. Mq 6, 8)". Além disso, a edição deste ano propõe aos fiéis o estudo e reflexão do livro do profeta Miqueias.

Gaudium Press.png

Para o Arcebispo de Curitiba e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-Catequética da CNBB, Dom José Antônio Peruzzo, este é o "mês de salientarmos mais aquilo que nunca deveria perder o destaque", bem como o momento para que "a palavra de Deus possa soar e ressoar na vida do povo e na da Igreja".

O livro do profeta Miqueias

Sobre o livro de Miqueias, o prelado explicou que os problemas, as dificuldades e as inquietações existentes no tempo do profeta têm "muitos pontos de encontros" com a realidade atual. "'Se quiserem manter aquela característica e identidade de povo escolhido de Deus, façam as escolhas de Deus'", citou Dom Peruzzo.

O Arcebispo afirmou ainda que "é impressionante quantos são numerosos os pontos de diálogo entre experiência de ontem e esperança de ontem, experiência de hoje e esperança de hoje, e o profeta" encontrados no livro.

O lema

view.jpgAo comentar o lema para este Mês da Bíblia, Dom Peruzzo ressaltou que "o profeta Miqueias toca em muitos temas, porque no seu tempo a diversidade problemática também era grande, mas a justiça, a misericórdia e a fidelidade que é o que Deus esperava de seu povo, são como que três grandes eixos que unificam a inteireza do livro".

Neste sentido, o presidente da Comissão para a Animação Bíblico Catequética da CNBB fez um alerta aos fiéis católicos, dizendo que se nós nos esquecermos dos mais fracos, "também as outras virtudes se tornam uma espécie de qualidade viciada por faltar misericórdia", pois "a misericórdia, a solidariedade, a proximidade com irmão é que conferem nobreza ao próprio culto" e o profeta Miqueias insistia muito nisso.

Subsídios

Como forma de auxiliar as comunidades, paróquias e dioceses, a CNBB produziu três subsídios para a celebração do Mês da Bíblia, que são o texto-base, o livro de Encontros Bíblicos e o cartaz do Mês da Bíblia. "Não é apenas uma questão de estudo acadêmico, mas a busca sincera e singela de aproximar Miqueias dos seus leitores de hoje", lembrou Dom Peruzzo.

O Arcebispo de Curitiba esclareceu que o material foi feito para a oração em grupos e em pequenas comunidades. "É para que conhecendo o Senhor, pela sua Palavra como homens e mulheres de fé, queiramos ir ao seu encontro, acolhendo o modo que o profeta Miqueias propôs como caminho de fidelidade. Digamos que é uma espécie de palavra humana de Deus para oferecer linguagem humana a aqueles que querem ir ao encontro dele", completou. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações CNBB

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/82046-Arcebispo-de-Curitiba-faz-apontamentos-sobre-a-celebracao-do-Mes-da-Biblia. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

O Cardeal apresentou Nossa Senhora como exemplo para todos os fiéis. ...
 
O Pontífice visitará o país europeu entre os dias 25 e 26 de agosto, para participar do Encontro ...
 
O emoji criado consiste em uma pequena representando o rosto sorridente do Papa, com a bandeira da I ...
 
“ (...) todos os dias somos impulsionados a uma resposta livre ao chamado amoroso de Deus”, afir ...
 
Na festa da Assunção da Virgem Maria, Cardeal Antônio Marto indica três motivos de alegria para ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading