Loading
 
 
 
Loading
 
Cardeal Timothy Dolan denuncia anúncios enganosos de organização falsamente católica
Loading
 
16 de Setembro de 2016 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Nova York - Estados Unidos (Sexta-feira, 16-09-2016, Gaudium Press) O Presidente do Comitê de Atividades Pró-vida da Conferência de Bispos Católicos dos Estados Unidos (USCCB), Cardeal Timothy Dolan, publicou um comunicado no qual alerta sobre uma série de anúncios publicitários contratados pela organização 'Catholics for Choice' (Católicos pela "livre escolha" - eufemismo para promoção do aborto legal nos Estados Unidos) divulgados em diversos periódicos no dia 12 de setembro. O purpurado indicou que essa organização "não está afiliada à Igreja Católica de nenhuma maneira. Não tem afiliação e claramente não fala em nome dos fiéis".

Cardeal Timothy Dolan denuncia anúncios enganosos de organização falsamente católica.jpg

"Como os Bispos norte-americanos declararam durante vários anos, o uso do nome 'católico' como uma plataforma para promover o tirar a vida humana inocente é ofensivo não apenas para os Católicos mas para todos os que esperam honestidade e franqueza no discurso público", comentou o Cardeal Dolan. Ao promover o aborto, a organização ataca a base da doutrina social da Igreja: a proteção da vida inocente em seu estado de maior fragilidade.

O purpurado indicou que o apoio de fundos públicos ao aborto solicitado pela organização forçaria a todos os cidadãos a tornarem-se cúmplices da violência do aborto e a apoiar uma indústria que busca ganhar dinheiro acima do bem-estar das mulheres e das crianças. "Os anúncios extremos da CFC promovem o aborto como se fosse um bem social. Mas o aborto assassina aos mais indefesos entre nós, fere as mulheres e destroça o coração das famílias", explicou.

O Cardeal Dolan recordou que a maioria dos cidadãos norte-americanos se opõem ao financiamento público do aborto e advertiu sobre a falsidade de uma suposta necessidade de eleger entre os direitos da mãe e da criança por nascer. "Os católicos e todas as pessoas de boa vontade estão chamados a amar os dois", concluiu. "Considerem apoiar os centros locais de apoio à maternidade, os quais fazem um trabalho incrível cuidando das mães e também das crianças de uma maneira coerente com a justiça e a misericórdia autênticas". (GPE/EPC)

Loading
Cardeal Timothy Dolan denuncia anúncios enganosos de organização falsamente católica

Nova York - Estados Unidos (Sexta-feira, 16-09-2016, Gaudium Press) O Presidente do Comitê de Atividades Pró-vida da Conferência de Bispos Católicos dos Estados Unidos (USCCB), Cardeal Timothy Dolan, publicou um comunicado no qual alerta sobre uma série de anúncios publicitários contratados pela organização 'Catholics for Choice' (Católicos pela "livre escolha" - eufemismo para promoção do aborto legal nos Estados Unidos) divulgados em diversos periódicos no dia 12 de setembro. O purpurado indicou que essa organização "não está afiliada à Igreja Católica de nenhuma maneira. Não tem afiliação e claramente não fala em nome dos fiéis".

Cardeal Timothy Dolan denuncia anúncios enganosos de organização falsamente católica.jpg

"Como os Bispos norte-americanos declararam durante vários anos, o uso do nome 'católico' como uma plataforma para promover o tirar a vida humana inocente é ofensivo não apenas para os Católicos mas para todos os que esperam honestidade e franqueza no discurso público", comentou o Cardeal Dolan. Ao promover o aborto, a organização ataca a base da doutrina social da Igreja: a proteção da vida inocente em seu estado de maior fragilidade.

O purpurado indicou que o apoio de fundos públicos ao aborto solicitado pela organização forçaria a todos os cidadãos a tornarem-se cúmplices da violência do aborto e a apoiar uma indústria que busca ganhar dinheiro acima do bem-estar das mulheres e das crianças. "Os anúncios extremos da CFC promovem o aborto como se fosse um bem social. Mas o aborto assassina aos mais indefesos entre nós, fere as mulheres e destroça o coração das famílias", explicou.

O Cardeal Dolan recordou que a maioria dos cidadãos norte-americanos se opõem ao financiamento público do aborto e advertiu sobre a falsidade de uma suposta necessidade de eleger entre os direitos da mãe e da criança por nascer. "Os católicos e todas as pessoas de boa vontade estão chamados a amar os dois", concluiu. "Considerem apoiar os centros locais de apoio à maternidade, os quais fazem um trabalho incrível cuidando das mães e também das crianças de uma maneira coerente com a justiça e a misericórdia autênticas". (GPE/EPC)


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Segundo o purpurado, “um cristão não pode deixar de ser alegre, otimista, e ter uma concepção ...
 
Igreja indiana na linha de frente nas horas dramáticas, quando o Estado de Kerala sofre violentas c ...
 
O Encontro Mundial das Famílias será realizado entre os dias 22 a 26 de agosto na Irlanda. ...
 
O Padre Pedro Pablo Garín, Vigário da Vida Consagrada, presidiu a Missa. ...
 
Um monge sonhou com uma imagem de Nossa Senhora que estava enterrada no alto de uma montanha de dif ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading