Loading
 
 
 
Loading
 
Presidente da CNBB ressalta a necessidade de conjugar a prática da misericórdia e da justiça
Loading
 
20 de Setembro de 2016 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Brasília (Terça-feira, 20-09-2016, Gaudium Press) A reunião do Conselho Episcopal Pastoral (Consep) da CNBB teve início nesta terça-feira, dia 20 de setembro. Na ocasião, a celebração da Palavra abriu as atividades com a reflexão a partir do Mês da Bíblia, que aborda a profecia de Miqueias propondo como lema "Praticar a justiça, amar a misericórdia e caminhar com Deus (cf. Mq 6, 8)".

Gaudium Press.jpg

O Arcebispo de Brasília e presidente da CNBB, Dom Sergio da Rocha, ressaltou em sua reflexão a necessidade de conjugar a justiça e a misericórdia. Em seguida, motivou os presentes ao dizer que o encontro realizado mensalmente com a presidência da entidade e os presidentes da 12 Comissões Episcopais Pastorais serve para fazer com que cada um deles pense em ações e ideias para a evangelização da Igreja no Brasil.

Ainda, durante a cerimônia, foi feita a leitura de um trecho do capítulo nove do Evangelho de São Mateus, que narra quando Jesus se encontra com o evangelista, até então cobrador de impostos, e o convida a segui-lo.

Logo, Dom Sergio lembrou, primeiramente, que a realização do Consep no Mês da Bíblia tem uma motivação de maior escuta a Deus e a seu povo, uma vez que a temática proposta na celebração desafia e estimula a praticar a justiça, amar a misericórdia e caminhar com Deus.

"São aspectos que se completam na busca de escutar Deus, escutar o seu povo. E tem sido um desafio conjugar misericórdia e justiça. Eu creio que é preciso avançar na compreensão e na prática, já que não são duas realidades que se contrapõem, são duas dimensões da mesma realidade", afirmou o arcebispo.

Além disso, o prelado destacou que a própria concepção bíblica do Ano Jubilar inclui a justiça social, o direito dos pobres como parte do aspecto da própria vivência da misericórdia, no caso de conjugar a prática da misericórdia com a prática da justiça. "Então pedimos a Deus essa graça, neste momento da reunião do Consep, de saber conjugar de maneira sábia e fiel a prática da justiça e da misericórdia", concluiu Dom Sergio.

O Consep é uma reunião ordinária na qual os bispos cumprem uma pauta de vários assuntos relacionados à realidade atual da Igreja e da sociedade brasileira.

O encontro teve início na manhã desta terça-feira, 20 de setembro, e se estende até o final da tarde desta quarta-feira, 21. Entre os assuntos discutidos estão a escolha do tema e do lema da Campanha da Fraternidade a ser realizada no período da Quaresma de 2018. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações CNBB

Loading
Presidente da CNBB ressalta a necessidade de conjugar a prática da misericórdia e da justiça

Brasília (Terça-feira, 20-09-2016, Gaudium Press) A reunião do Conselho Episcopal Pastoral (Consep) da CNBB teve início nesta terça-feira, dia 20 de setembro. Na ocasião, a celebração da Palavra abriu as atividades com a reflexão a partir do Mês da Bíblia, que aborda a profecia de Miqueias propondo como lema "Praticar a justiça, amar a misericórdia e caminhar com Deus (cf. Mq 6, 8)".

Gaudium Press.jpg

O Arcebispo de Brasília e presidente da CNBB, Dom Sergio da Rocha, ressaltou em sua reflexão a necessidade de conjugar a justiça e a misericórdia. Em seguida, motivou os presentes ao dizer que o encontro realizado mensalmente com a presidência da entidade e os presidentes da 12 Comissões Episcopais Pastorais serve para fazer com que cada um deles pense em ações e ideias para a evangelização da Igreja no Brasil.

Ainda, durante a cerimônia, foi feita a leitura de um trecho do capítulo nove do Evangelho de São Mateus, que narra quando Jesus se encontra com o evangelista, até então cobrador de impostos, e o convida a segui-lo.

Logo, Dom Sergio lembrou, primeiramente, que a realização do Consep no Mês da Bíblia tem uma motivação de maior escuta a Deus e a seu povo, uma vez que a temática proposta na celebração desafia e estimula a praticar a justiça, amar a misericórdia e caminhar com Deus.

"São aspectos que se completam na busca de escutar Deus, escutar o seu povo. E tem sido um desafio conjugar misericórdia e justiça. Eu creio que é preciso avançar na compreensão e na prática, já que não são duas realidades que se contrapõem, são duas dimensões da mesma realidade", afirmou o arcebispo.

Além disso, o prelado destacou que a própria concepção bíblica do Ano Jubilar inclui a justiça social, o direito dos pobres como parte do aspecto da própria vivência da misericórdia, no caso de conjugar a prática da misericórdia com a prática da justiça. "Então pedimos a Deus essa graça, neste momento da reunião do Consep, de saber conjugar de maneira sábia e fiel a prática da justiça e da misericórdia", concluiu Dom Sergio.

O Consep é uma reunião ordinária na qual os bispos cumprem uma pauta de vários assuntos relacionados à realidade atual da Igreja e da sociedade brasileira.

O encontro teve início na manhã desta terça-feira, 20 de setembro, e se estende até o final da tarde desta quarta-feira, 21. Entre os assuntos discutidos estão a escolha do tema e do lema da Campanha da Fraternidade a ser realizada no período da Quaresma de 2018. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações CNBB


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Junto com a peça os visitantes podem assistir a um vídeo com os testemunhos das pessoas que partic ...
 
“A mensagem de Fátima continua a desafiar a uma atitude de oferta da própria vida a Deus e aos ...
 
As celebrações seguiram o lema: “Com Lourenço servidor, do povo protetor, escutamos e anunciamo ...
 
Bispos da Igreja Caldeia Católica apelaram para o fim da guerra na Síria e em todo o Médio Orient ...
 
“A lei que penaliza o aborto provocado está a serviço de um valor altíssimo, que é a vida do n ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading