Loading
 
 
 
Loading
 
Bispos do Canadá publicam orientações pastorais sobre o matrimônio
Loading
 
20 de Setembro de 2016 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Edmonton - Canadá (Terça-feira, 20-09-2016, Gaudium Press) Os Bispos Católicos de Alberta e os Territórios do Norte no Canadá publicaram novas orientações para a pastoral dos matrimônios nos quais estabelecem o acompanhamento que deve prestar-se aos casais que se encontrem em uma segunda união sem ter estabelecido formalmente a nulidade de um primeiro matrimônio. No documento, os prelados recordam a necessidade de acudir aos tribunais para estabelecer se a primeira união é inválida e explicaram que certas expectativas de mudança da disciplina da Igreja não são corretas.

Bispos do Canadá publicam orientações pastorais sobre o matrimônio.jpg

"Poderia acontecer que, através dos meios, os amigos ou a família, os casais tenham sido conduzidos a entender que houve uma mudança na prática da Igreja tal, que agora a recepção da Santa Comunhão na Missa por pessoas que estão divorciadas e voltaram a casar civilmente é possível se eles simplesmente tiverem uma conversa com um sacerdote", advertiram os Bispos. "Esta percepção é errada".

Os seis Bispos que assinam as orientações propõem um "acompanhamento pastoral autêntico e efetivo" no qual se acolhe "com generosidade e amor" aos casais e se recomenda uma comunicação calorosa de abertura e disposição. A norma recorda aos sacerdotes que os casais devem dirigir-se ao Tribunal Interdiocesano de Matrimônios para avaliar as condições de seus casos e convidar ao exame de consciência. "Oramos para que estes irmãos e irmãs nossos abram seus corações ao amor misericordioso do Pai, revelado em Cristo, e encontrem cura e reconciliação dentro da Igreja", afirma o documento.

Os Bispos recordaram que a recepção da Comunhão na Eucaristia é uma expressão visível da participação na Nova Aliança de Jesus Cristo. "Portanto, qualquer ruptura séria desta união, como o adultério, deve ser sanada antes da recepção da Santa Comunhão", e recordaram o dever dos crentes de confessar todos os pecados graves antes de comungar. Os prelados destacaram "a beleza e a dignidade do matrimônio e a vida familiar" e o chamado do Papa Francisco de expressar a misericórdia e o amor às famílias que encontram dificuldades. (GPE/EPC)

Loading
Bispos do Canadá publicam orientações pastorais sobre o matrimônio

Edmonton - Canadá (Terça-feira, 20-09-2016, Gaudium Press) Os Bispos Católicos de Alberta e os Territórios do Norte no Canadá publicaram novas orientações para a pastoral dos matrimônios nos quais estabelecem o acompanhamento que deve prestar-se aos casais que se encontrem em uma segunda união sem ter estabelecido formalmente a nulidade de um primeiro matrimônio. No documento, os prelados recordam a necessidade de acudir aos tribunais para estabelecer se a primeira união é inválida e explicaram que certas expectativas de mudança da disciplina da Igreja não são corretas.

Bispos do Canadá publicam orientações pastorais sobre o matrimônio.jpg

"Poderia acontecer que, através dos meios, os amigos ou a família, os casais tenham sido conduzidos a entender que houve uma mudança na prática da Igreja tal, que agora a recepção da Santa Comunhão na Missa por pessoas que estão divorciadas e voltaram a casar civilmente é possível se eles simplesmente tiverem uma conversa com um sacerdote", advertiram os Bispos. "Esta percepção é errada".

Os seis Bispos que assinam as orientações propõem um "acompanhamento pastoral autêntico e efetivo" no qual se acolhe "com generosidade e amor" aos casais e se recomenda uma comunicação calorosa de abertura e disposição. A norma recorda aos sacerdotes que os casais devem dirigir-se ao Tribunal Interdiocesano de Matrimônios para avaliar as condições de seus casos e convidar ao exame de consciência. "Oramos para que estes irmãos e irmãs nossos abram seus corações ao amor misericordioso do Pai, revelado em Cristo, e encontrem cura e reconciliação dentro da Igreja", afirma o documento.

Os Bispos recordaram que a recepção da Comunhão na Eucaristia é uma expressão visível da participação na Nova Aliança de Jesus Cristo. "Portanto, qualquer ruptura séria desta união, como o adultério, deve ser sanada antes da recepção da Santa Comunhão", e recordaram o dever dos crentes de confessar todos os pecados graves antes de comungar. Os prelados destacaram "a beleza e a dignidade do matrimônio e a vida familiar" e o chamado do Papa Francisco de expressar a misericórdia e o amor às famílias que encontram dificuldades. (GPE/EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/82200-Bispos-do-Canada-publicam-orientacoes-pastorais-sobre-o-matrimonio. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Na mentalidade de muitas pessoas perpassa essa ideia de que o sacramento é alguma coisa que se comp ...
 
Há 18 anos João Paulo II reconhecia o carisma dos Arautos do Evangelho, e os erigia como Associaç ...
 
O tema do encontro, que reuniu mais de 1.200 homens na Diocese de Phoenix, foi 'Uma Nova Cavalaria'. ...
 
A comemoração da Cátedra de São Pedro põe em relevo a missão de mestre e de pastor conferida p ...
 
O telegrama foi endereçado a Dom Anthony Fallah Borwah, presidente da Conferência Episcopal da Lib ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading