Loading
 
 
 
Loading
 
A religião contribui mais para a economia dos EUA do que as maiores empresas de tecnologia
Loading
 
22 de Setembro de 2016 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Washington - Estados Unidos (Quinta-feira, 22-09-2016, Gaudium Press) Uma chamativa análise da importância da religião na sociedade norte-americana foi publicada no 'Interdisciplinary Journal of Research on Religion' e replicada nos meios de comunicação: ao contar a atividade das instituições religiosas, com enormes contribuições em matéria de saúde, educação, assistência social e outras muitas facetas da vivência da Fé. A Religião contribui para a economia do país mais do que as gigantescas empresas de tecnologia Facebook, Google e Apple juntas.

A religião contribui mais para a economia dos EUA do que as maiores empresas de tecnologia.jpg

Ao somar todas as contribuições da religião, os investidores Brian Grim da Universidade de Georgetown e Melissa Grim de Newseum calcularam um total de mais de 378.000 milhões de dólares. O setor de maior impacto econômico é o dos sistemas de saúde de inspiração religiosa. Somente a Igreja Católica representa 1 de cada 6 camas de hospital do país. Outra das linhas notáveis é o das instituições religiosas que recebem contribuições dos crentes e um terceiro nível as obras de caridade de inspiração religiosa.

As instituições caritativas são cristãs quase na totalidade e representam organizações com pressupostos de operação anuais de até 21 mil milhões de dólares, com 17 organizações caritativas com operações de mais de 6,6 mil milhões. Às obras de caridade deve-se somar numerosas instituições educativas em todos os níveis e indústrias como a produção de livros e música de inspiração religiosa.

Os pesquisadores sugeriram que existem outras muitas formas pelas quais a economia norte-americana é beneficiada pela religião, tais como os negócios seculares com uma clara identidade religiosa por parte de seus proprietários e os êxitos de bilheteria de filmes com conteúdos claramente religiosos. Contando estas surpreendentes cifras, e somando outras possíveis estatísticas de grande importância, como o número de empregos gerados pelas instituições de inspiração religiosa ou o impacto que supõem a formação moral dos crentes em temas como prevenção do crime e o fomento da solidariedade ficam poucos argumentos àqueles que subestimam a importância da Fé na dimensão pública da sociedade. (GPE/EPC)

Loading
A religião contribui mais para a economia dos EUA do que as maiores empresas de tecnologia

Washington - Estados Unidos (Quinta-feira, 22-09-2016, Gaudium Press) Uma chamativa análise da importância da religião na sociedade norte-americana foi publicada no 'Interdisciplinary Journal of Research on Religion' e replicada nos meios de comunicação: ao contar a atividade das instituições religiosas, com enormes contribuições em matéria de saúde, educação, assistência social e outras muitas facetas da vivência da Fé. A Religião contribui para a economia do país mais do que as gigantescas empresas de tecnologia Facebook, Google e Apple juntas.

A religião contribui mais para a economia dos EUA do que as maiores empresas de tecnologia.jpg

Ao somar todas as contribuições da religião, os investidores Brian Grim da Universidade de Georgetown e Melissa Grim de Newseum calcularam um total de mais de 378.000 milhões de dólares. O setor de maior impacto econômico é o dos sistemas de saúde de inspiração religiosa. Somente a Igreja Católica representa 1 de cada 6 camas de hospital do país. Outra das linhas notáveis é o das instituições religiosas que recebem contribuições dos crentes e um terceiro nível as obras de caridade de inspiração religiosa.

As instituições caritativas são cristãs quase na totalidade e representam organizações com pressupostos de operação anuais de até 21 mil milhões de dólares, com 17 organizações caritativas com operações de mais de 6,6 mil milhões. Às obras de caridade deve-se somar numerosas instituições educativas em todos os níveis e indústrias como a produção de livros e música de inspiração religiosa.

Os pesquisadores sugeriram que existem outras muitas formas pelas quais a economia norte-americana é beneficiada pela religião, tais como os negócios seculares com uma clara identidade religiosa por parte de seus proprietários e os êxitos de bilheteria de filmes com conteúdos claramente religiosos. Contando estas surpreendentes cifras, e somando outras possíveis estatísticas de grande importância, como o número de empregos gerados pelas instituições de inspiração religiosa ou o impacto que supõem a formação moral dos crentes em temas como prevenção do crime e o fomento da solidariedade ficam poucos argumentos àqueles que subestimam a importância da Fé na dimensão pública da sociedade. (GPE/EPC)


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Segundo o purpurado, “um cristão não pode deixar de ser alegre, otimista, e ter uma concepção ...
 
Igreja indiana na linha de frente nas horas dramáticas, quando o Estado de Kerala sofre violentas c ...
 
O Encontro Mundial das Famílias será realizado entre os dias 22 a 26 de agosto na Irlanda. ...
 
O Padre Pedro Pablo Garín, Vigário da Vida Consagrada, presidiu a Missa. ...
 
Um monge sonhou com uma imagem de Nossa Senhora que estava enterrada no alto de uma montanha de dif ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading