Loading
 
 
 
Loading
 
Vigília de oração por ocasião da memória litúrgica de São Padre Pio
Loading
 
23 de Setembro de 2016 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Roma - (Quinta-feira, 22/09/2016, Gaudium Press) - Por ocasião do Jubileu extraordinário da Misericórdia e em concomitância com o primeiro centenário da chegada do Santo a São Giovanni Rotondo, hoje às 18 horas teve início a Vigília de oração por e com o Padre Pio.

É a primeira vez que a relíquia de seu corpo foi levada em procissão até o átrio da igreja que leva seu nome, pouco antes ser iniciada esta grande vigília que conta com um cerimonial longo e completo: liturgia de acolhida; canto das vésperas; adoração vocacional ao Santíssimo Sacramento;onal; liturgia penitencial; reza do Santo Rosário e a solene Celebração da Santa Missa presidida pelo padre Carlo Calloni, Postulador geral da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, que encera com a leitura do testemunho escrito pelo padre Pellegrino Funicelli sobre o trânsito do Padre Pío desta terra ao Céu.

Com o nome de Francesco Forgione, o Padre Pio nasceu na localidade de Pietrelcina, na província italiana de Benevento, no dia 25 de maio de 1887.

Ainda com apenas 16 anos de idade entrou para a Ordem dos Capuchinos.

Tinha em seu corpo estigmas da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo desde 20 de setembro de 1918 até o último dia de sua vida.

Padre Pio faleceu em 23 de setembro de 1968. E as chagas de Cristo que haviam sangrado durante cinquenta anos e três dias, desapareceram misteriosamente de suas mãos, dos pés e do lado.

Forma muitos os dons sobrenaturais do Padre Pio. Entre esses dons estava a capacidade de emanar um perfume que era percebido desde uma certa distância; além disso ele tinha o dom da bilocação, ou seja podia ser visto simultaneamente em lugares diferentes; inda mais, ele tinha a hipertermia, uma vez que os médicos constataram que sua temperatura corpórea subia até 48,5 grãos. Ele tinha a capacidade de ler os corações das pessoas e tinha visões e lutas praticamente diárias contra o demônio.

Exatamente na sexta-feira, 23 de setembro, se celebrará a memória litúrgica deste Santo Capuchinho conhecido, venerado e amado em tantos países e a quem São João Paulo II inscreveu no livro dos santos, em 16 de junho de 2002. (JSG)

Loading
Vigília de oração por ocasião da memória litúrgica de São Padre Pio

Roma - (Quinta-feira, 22/09/2016, Gaudium Press) - Por ocasião do Jubileu extraordinário da Misericórdia e em concomitância com o primeiro centenário da chegada do Santo a São Giovanni Rotondo, hoje às 18 horas teve início a Vigília de oração por e com o Padre Pio.

É a primeira vez que a relíquia de seu corpo foi levada em procissão até o átrio da igreja que leva seu nome, pouco antes ser iniciada esta grande vigília que conta com um cerimonial longo e completo: liturgia de acolhida; canto das vésperas; adoração vocacional ao Santíssimo Sacramento;onal; liturgia penitencial; reza do Santo Rosário e a solene Celebração da Santa Missa presidida pelo padre Carlo Calloni, Postulador geral da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, que encera com a leitura do testemunho escrito pelo padre Pellegrino Funicelli sobre o trânsito do Padre Pío desta terra ao Céu.

Com o nome de Francesco Forgione, o Padre Pio nasceu na localidade de Pietrelcina, na província italiana de Benevento, no dia 25 de maio de 1887.

Ainda com apenas 16 anos de idade entrou para a Ordem dos Capuchinos.

Tinha em seu corpo estigmas da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo desde 20 de setembro de 1918 até o último dia de sua vida.

Padre Pio faleceu em 23 de setembro de 1968. E as chagas de Cristo que haviam sangrado durante cinquenta anos e três dias, desapareceram misteriosamente de suas mãos, dos pés e do lado.

Forma muitos os dons sobrenaturais do Padre Pio. Entre esses dons estava a capacidade de emanar um perfume que era percebido desde uma certa distância; além disso ele tinha o dom da bilocação, ou seja podia ser visto simultaneamente em lugares diferentes; inda mais, ele tinha a hipertermia, uma vez que os médicos constataram que sua temperatura corpórea subia até 48,5 grãos. Ele tinha a capacidade de ler os corações das pessoas e tinha visões e lutas praticamente diárias contra o demônio.

Exatamente na sexta-feira, 23 de setembro, se celebrará a memória litúrgica deste Santo Capuchinho conhecido, venerado e amado em tantos países e a quem São João Paulo II inscreveu no livro dos santos, em 16 de junho de 2002. (JSG)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/82272-Vigilia-de-oracao-por-ocasiao-da-memoria-liturgica-de-Sao-Padre-Pio. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Segundo o purpurado, “um cristão não pode deixar de ser alegre, otimista, e ter uma concepção ...
 
Igreja indiana na linha de frente nas horas dramáticas, quando o Estado de Kerala sofre violentas c ...
 
O Encontro Mundial das Famílias será realizado entre os dias 22 a 26 de agosto na Irlanda. ...
 
O Padre Pedro Pablo Garín, Vigário da Vida Consagrada, presidiu a Missa. ...
 
Um monge sonhou com uma imagem de Nossa Senhora que estava enterrada no alto de uma montanha de dif ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading