Loading
 
 
 
Loading
 
Livro de jornalista relata a origem da devoção a Nossa Senhora Desatadora de Nós
Loading
 
26 de Setembro de 2016 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Redação (Segunda-feira, 26-09-2016, Gaudium Press) A devoção a Nossa Senhora Desatadora de Nós não é considerada uma das mais antigas no mundo. Contudo, sua história poderá se tornar ainda mais conhecida por muitos através do livro "Em Desatadora - a Virgem que o Papa Francisco converteu em fenômeno de fé".

Livro de jornalista relata a origem da devoção a Nossa Senhora Desatadora de Nós.jpg

De autoria do jornalista Eduardo Mattos, a obra conta como uma antiga Imagem da Virgem Maria, que decora a parede de uma igreja da Alemanha, foi transformada na mais recente das representações da Mãe de Deus por Jorge Mario Bergoglio, que cerca de 30 anos depois seria eleito como o Papa Francisco.

O trabalho para a confecção desta história exigiu muito esforço e longas horas de pesquisas. Ao longo de dois anos, Mattos passou seus dias a desvendar a origem da devoção à Desatadora.

"Nossa Senhora tem, estima-se, mais de dois mil títulos, a maior parte deles originados de aparições ou de sua interferência em eventos", lembrou o autor, citando a Virgem de Fátima, que apareceu a três pastorinhos em Portugal, e Auxiliadora, invocada pela primeira vez no século XVI, durante uma batalha naval entre católicos e muçulmanos. "Quando me interessei pela Desatadora, percebi que não havia nem uma coisa nem outra em relação a Ela; foi o que me estimulou a descobrir a origem da devoção".

Em meio a sua investigação, o autor acabou descobrindo o que define como uma das mais belas histórias de fé que conhece:

"A devoção à Desatadora desabrochou nas mãos do padre Jorge Mario Bergoglio na segunda metade dos anos 1980, quando ele vivia em Buenos Aires e era pouco conhecido fora de sua congregação, a Companhia de Jesus. Ele recebeu um cartão postal, um souvenir desses que se vendem em lojinhas de museus, que tinha a reprodução de uma obra de arte, o retrato de Maria tirando nós de uma corda", contou.

Ainda segundo Mattos, quando viu a pequena estampa, teve uma revelação: "Não há nó que resista às mãos da Mãe de Deus. Basta ter fé", disse.

O livro relata também como a devoção à Desatadora, após repercutir na Argentina, chegou em solo brasileiro, sendo primeiro em Búzios, na Região dos Lagos, no Rio de Janeiro, e posteriormente em Campinas, no interior de São Paulo.

"O livro traz a história de pessoas que têm a fé como um dos principais pilares de suas vidas", ressaltou o autor, que é jornalista há 40 anos.

Além disso, a publicação traz um caderno de 16 páginas com fotos coloridas de lugares dedicados à Santa e dos personagens que possuem histórias relacionadas à devoção a Virgem Maria. (LMI)

Loading
Livro de jornalista relata a origem da devoção a Nossa Senhora Desatadora de Nós

Redação (Segunda-feira, 26-09-2016, Gaudium Press) A devoção a Nossa Senhora Desatadora de Nós não é considerada uma das mais antigas no mundo. Contudo, sua história poderá se tornar ainda mais conhecida por muitos através do livro "Em Desatadora - a Virgem que o Papa Francisco converteu em fenômeno de fé".

Livro de jornalista relata a origem da devoção a Nossa Senhora Desatadora de Nós.jpg

De autoria do jornalista Eduardo Mattos, a obra conta como uma antiga Imagem da Virgem Maria, que decora a parede de uma igreja da Alemanha, foi transformada na mais recente das representações da Mãe de Deus por Jorge Mario Bergoglio, que cerca de 30 anos depois seria eleito como o Papa Francisco.

O trabalho para a confecção desta história exigiu muito esforço e longas horas de pesquisas. Ao longo de dois anos, Mattos passou seus dias a desvendar a origem da devoção à Desatadora.

"Nossa Senhora tem, estima-se, mais de dois mil títulos, a maior parte deles originados de aparições ou de sua interferência em eventos", lembrou o autor, citando a Virgem de Fátima, que apareceu a três pastorinhos em Portugal, e Auxiliadora, invocada pela primeira vez no século XVI, durante uma batalha naval entre católicos e muçulmanos. "Quando me interessei pela Desatadora, percebi que não havia nem uma coisa nem outra em relação a Ela; foi o que me estimulou a descobrir a origem da devoção".

Em meio a sua investigação, o autor acabou descobrindo o que define como uma das mais belas histórias de fé que conhece:

"A devoção à Desatadora desabrochou nas mãos do padre Jorge Mario Bergoglio na segunda metade dos anos 1980, quando ele vivia em Buenos Aires e era pouco conhecido fora de sua congregação, a Companhia de Jesus. Ele recebeu um cartão postal, um souvenir desses que se vendem em lojinhas de museus, que tinha a reprodução de uma obra de arte, o retrato de Maria tirando nós de uma corda", contou.

Ainda segundo Mattos, quando viu a pequena estampa, teve uma revelação: "Não há nó que resista às mãos da Mãe de Deus. Basta ter fé", disse.

O livro relata também como a devoção à Desatadora, após repercutir na Argentina, chegou em solo brasileiro, sendo primeiro em Búzios, na Região dos Lagos, no Rio de Janeiro, e posteriormente em Campinas, no interior de São Paulo.

"O livro traz a história de pessoas que têm a fé como um dos principais pilares de suas vidas", ressaltou o autor, que é jornalista há 40 anos.

Além disso, a publicação traz um caderno de 16 páginas com fotos coloridas de lugares dedicados à Santa e dos personagens que possuem histórias relacionadas à devoção a Virgem Maria. (LMI)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/82360-Livro-de-jornalista-relata-a-origem-da-devocao-a-Nossa-Senhora-Desatadora-de-Nos-. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Segundo o purpurado, “um cristão não pode deixar de ser alegre, otimista, e ter uma concepção ...
 
Igreja indiana na linha de frente nas horas dramáticas, quando o Estado de Kerala sofre violentas c ...
 
O Encontro Mundial das Famílias será realizado entre os dias 22 a 26 de agosto na Irlanda. ...
 
O Padre Pedro Pablo Garín, Vigário da Vida Consagrada, presidiu a Missa. ...
 
Um monge sonhou com uma imagem de Nossa Senhora que estava enterrada no alto de uma montanha de dif ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading