Loading
 
 
 
Loading
 
“Cada um de vocês são as gotas desse mar de Misericórdia”, diz bispo à jovens cariocas
Loading
 
31 de Outubro de 2016 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Rio de Janeiro (Segunda-feira, 31-10-2016, Gaudium Press) A Cidade Maravilhosa sediou recentemente o festival "Halleluya Rio", evento religioso que contou com momentos de louvor, oração e Fé por parte da juventude carioca.

Cada um de vocês são as gotas desse mar de Misericórdia, diz bispo à jovens cariocas.jpg

Na ocasião, o bispo auxiliar Dom Antônio Augusto convidou os jovens a serem suporte do mar da Misericórdia de Deus. "Cada um de vocês são as gotas desse mar de Misericórdia", disse.

Em seguida, Dom Antônio refletiu sobre os verbos escutar, olhar e ouvir, retirados do salmo 45 da liturgia da Santa Missa. Neste sentido, o bispo aprofundou três convites de Deus:

"A primeira palavra é escuta. Escutar que Deus quer trazer uma alegria que é perdurável, a alegria do sacramento da confissão", afirmou.

De acordo com o prelado, a atitude de escutar é estar atento ao convite da Mãe de Misericórdia para que assim, cada filho experimente desta fonte de perdão que é capaz de transformar os corações. "Ela tem a sensibilidade materna para saber quando nos falta o bom vinho, quando nos falta a alegria de viver. Não há alegria na nossa vida se nós não deixarmos Cristo transformar o nosso coração".

Após contemplar a estrutura dos Arcos da Lapa, Dom Antônio, ao meditar sobre o olhar, ressaltou que cada cristão é chamado a ser suporte para o outro. "Cada um de nós é esse ponto de apoio para outras pessoas. Isso nos mostra como é difusivo a Misericórdia quando nós a exercemos. Quando nós somos misericordiosos com uma pessoa, essa pessoa também é misericordiosa com outras". E, completou, "formar esse arco tão perfeito de onde jorra a Misericórdia de Deus no mundo. Olhai como o mundo pode ser diferente se nós agimos com misericórdia".

Por fim, o bispo auxiliar da Arquidiocese do Rio de Janeiro enalteceu a importância de ouvir a Palavra e o chamado de Deus. "Que diferença há entre escutar e ouvir?", indagou os jovens presentes no evento.

"Ouvir neste salmo está em ouvir a voz de Deus, ouvir a chamada de Deus, ouvir a convocação de Deus. Todos nós somos sujeitos de uma chamada divina. O Papa João Paulo II quando esteve no Rio de Janeiro pela primeira vez disse que o mesmo Deus que ama é o mesmo Deus que chama. Ouvir a convocação de Deus, o que Deus está te pedindo hoje e agora. E, especialmente, não deixar nenhum jovem ser enganado por messias modernos. O único salvador é Cristo", concluiu. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações Arquidiocese do Rio de Janeiro

Loading
“Cada um de vocês são as gotas desse mar de Misericórdia”, diz bispo à jovens cariocas

Rio de Janeiro (Segunda-feira, 31-10-2016, Gaudium Press) A Cidade Maravilhosa sediou recentemente o festival "Halleluya Rio", evento religioso que contou com momentos de louvor, oração e Fé por parte da juventude carioca.

Cada um de vocês são as gotas desse mar de Misericórdia, diz bispo à jovens cariocas.jpg

Na ocasião, o bispo auxiliar Dom Antônio Augusto convidou os jovens a serem suporte do mar da Misericórdia de Deus. "Cada um de vocês são as gotas desse mar de Misericórdia", disse.

Em seguida, Dom Antônio refletiu sobre os verbos escutar, olhar e ouvir, retirados do salmo 45 da liturgia da Santa Missa. Neste sentido, o bispo aprofundou três convites de Deus:

"A primeira palavra é escuta. Escutar que Deus quer trazer uma alegria que é perdurável, a alegria do sacramento da confissão", afirmou.

De acordo com o prelado, a atitude de escutar é estar atento ao convite da Mãe de Misericórdia para que assim, cada filho experimente desta fonte de perdão que é capaz de transformar os corações. "Ela tem a sensibilidade materna para saber quando nos falta o bom vinho, quando nos falta a alegria de viver. Não há alegria na nossa vida se nós não deixarmos Cristo transformar o nosso coração".

Após contemplar a estrutura dos Arcos da Lapa, Dom Antônio, ao meditar sobre o olhar, ressaltou que cada cristão é chamado a ser suporte para o outro. "Cada um de nós é esse ponto de apoio para outras pessoas. Isso nos mostra como é difusivo a Misericórdia quando nós a exercemos. Quando nós somos misericordiosos com uma pessoa, essa pessoa também é misericordiosa com outras". E, completou, "formar esse arco tão perfeito de onde jorra a Misericórdia de Deus no mundo. Olhai como o mundo pode ser diferente se nós agimos com misericórdia".

Por fim, o bispo auxiliar da Arquidiocese do Rio de Janeiro enalteceu a importância de ouvir a Palavra e o chamado de Deus. "Que diferença há entre escutar e ouvir?", indagou os jovens presentes no evento.

"Ouvir neste salmo está em ouvir a voz de Deus, ouvir a chamada de Deus, ouvir a convocação de Deus. Todos nós somos sujeitos de uma chamada divina. O Papa João Paulo II quando esteve no Rio de Janeiro pela primeira vez disse que o mesmo Deus que ama é o mesmo Deus que chama. Ouvir a convocação de Deus, o que Deus está te pedindo hoje e agora. E, especialmente, não deixar nenhum jovem ser enganado por messias modernos. O único salvador é Cristo", concluiu. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações Arquidiocese do Rio de Janeiro


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Dom Armando Bucciol lembra que a história da festa tem origem a partir do Concílio de Éfeso (451) ...
 
Na mensagem, o Papa Francisco dirige-se em particular aos jovens, que tem Santo Estanislau por padro ...
 
Numerosos jovens e crianças trajando alvas se reuniram na Catedral de Concepción, Chile, para cele ...
 
O novo Substituto para Assuntos Gerais da Secretaria de Estado é Dom Edgar Peña Parra, atual Núnc ...
 
Junto com a peça os visitantes podem assistir a um vídeo com os testemunhos das pessoas que partic ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading