Loading
 
 
 
Loading
 
Iraque: Depois de mais de dois anos Católicos celebram Missa em Qaraqosh
Loading
 
1 de Novembro de 2016 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Lisboa - Portugal (Terça-feira, 01-11-2016, Gaudium Press) A Catedral da Imaculada Conceição, em Qaraqosh, Iraque, voltou a acolher este domingo a celebração da Missa, pondo fim a um exílio forçado de mais de dois anos dos católicos locais, desde que a região caiu nas mãos do ‘Estado Islâmico'.

A celebração foi presidida pelo arcebispo siro-católico de Mossul, D. Yohanna Petros Mouche.

Há dois anos atrás, as diversas mídias repetiam frases que descreviam uma situação que não se deseja que sejam anunciadas novamente:

"O Estado Islâmico tomou Qaraqosh, a maior cidade cristã do Iraque; Dom Petros Mouche, bispo da cidade, teve que fugir. Mulheres grávidas e anciãos estão fugindo agora, quase sempre a pé".

"Toda a planície de Nínive está caindo nas mãos da loucura extremista, entre o silêncio e a falta de ação das grandes potências, da ONU e da Liga Árabe".

"Durante a noite de 6 para 7 de agosto, os habitantes de Qaraqosh, Qaramless, Bartala, Tell Keff, Ba'ashika e da planície de Nínive fugiram depois da retirada curda."

"À meia-noite, quase todos os habitantes de Qaraqosh tinham fugido", informava organização "Fraternité en Irak". "Essas cidades cristãs esvaziaram-se durante a noite. Isso atinge 25% de todos os cristãos do Iraque", afirmava Faradj Benoit Camurat, responsável pela associação Fraternité.

Às 6h daquele dia o patriarca dos caldeus, Louis Sako, lançou um apelo de ajuda:

"a maior parte das pessoas vai a pé. Quando o calor do dia apertar, o que vai acontecer com os anciãos e as mulheres grávidas? " "É necessário que a comunidade internacional faça algo para socorrer os milhares de pessoas que fogem pelas estradas".

Uma nova notícia sobre Qaraqosh

Hoje, uma nova notícia já pode ser anunciada sobre Qaraqosh. Ainda não é o fim esperado, porém, uma luz parece brilhar nessa véspera da solenidade em que os Católicos comemoram Todos os Sontos:

A Catedral da Imaculada Conceição, em Qaraqosh, Iraque, voltou a acolher neste domingo, 30/10, a celebração de uma Santa da Missa.

Assim, chega ao fim um exílio forçado de mais de dois anos que vinha sendo padecido pelos católicos locais, desde que a região caiu nas mãos do ‘Estado Islâmico'.

A celebração foi presidida pelo arcebispo siro-católico de Mossul, D. Yohanna Petros Mouche.

"Depois de dois anos e três meses de exílio, celebrámos a Eucaristia na Catedral que os jihadistas queriam destruir", afirmou o prelado.

Qaraqosh é uma das cidades libertadas em outubro durante a atual ofensiva militar da coligação internacional que tem como objetivo a reconquista de Mossul. (JSG)

Loading
Iraque: Depois de mais de dois anos Católicos celebram Missa em Qaraqosh

Lisboa - Portugal (Terça-feira, 01-11-2016, Gaudium Press) A Catedral da Imaculada Conceição, em Qaraqosh, Iraque, voltou a acolher este domingo a celebração da Missa, pondo fim a um exílio forçado de mais de dois anos dos católicos locais, desde que a região caiu nas mãos do ‘Estado Islâmico'.

A celebração foi presidida pelo arcebispo siro-católico de Mossul, D. Yohanna Petros Mouche.

Há dois anos atrás, as diversas mídias repetiam frases que descreviam uma situação que não se deseja que sejam anunciadas novamente:

"O Estado Islâmico tomou Qaraqosh, a maior cidade cristã do Iraque; Dom Petros Mouche, bispo da cidade, teve que fugir. Mulheres grávidas e anciãos estão fugindo agora, quase sempre a pé".

"Toda a planície de Nínive está caindo nas mãos da loucura extremista, entre o silêncio e a falta de ação das grandes potências, da ONU e da Liga Árabe".

"Durante a noite de 6 para 7 de agosto, os habitantes de Qaraqosh, Qaramless, Bartala, Tell Keff, Ba'ashika e da planície de Nínive fugiram depois da retirada curda."

"À meia-noite, quase todos os habitantes de Qaraqosh tinham fugido", informava organização "Fraternité en Irak". "Essas cidades cristãs esvaziaram-se durante a noite. Isso atinge 25% de todos os cristãos do Iraque", afirmava Faradj Benoit Camurat, responsável pela associação Fraternité.

Às 6h daquele dia o patriarca dos caldeus, Louis Sako, lançou um apelo de ajuda:

"a maior parte das pessoas vai a pé. Quando o calor do dia apertar, o que vai acontecer com os anciãos e as mulheres grávidas? " "É necessário que a comunidade internacional faça algo para socorrer os milhares de pessoas que fogem pelas estradas".

Uma nova notícia sobre Qaraqosh

Hoje, uma nova notícia já pode ser anunciada sobre Qaraqosh. Ainda não é o fim esperado, porém, uma luz parece brilhar nessa véspera da solenidade em que os Católicos comemoram Todos os Sontos:

A Catedral da Imaculada Conceição, em Qaraqosh, Iraque, voltou a acolher neste domingo, 30/10, a celebração de uma Santa da Missa.

Assim, chega ao fim um exílio forçado de mais de dois anos que vinha sendo padecido pelos católicos locais, desde que a região caiu nas mãos do ‘Estado Islâmico'.

A celebração foi presidida pelo arcebispo siro-católico de Mossul, D. Yohanna Petros Mouche.

"Depois de dois anos e três meses de exílio, celebrámos a Eucaristia na Catedral que os jihadistas queriam destruir", afirmou o prelado.

Qaraqosh é uma das cidades libertadas em outubro durante a atual ofensiva militar da coligação internacional que tem como objetivo a reconquista de Mossul. (JSG)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/83264-Iraque--Depois-de-mais-de-dois-anos-Catolicos-celebram-Missa-em-Qaraqosh. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Na mensagem, os prelados incentivam para que se trabalhe por “uma educação verdadeiramente human ...
 
O novo app funcionará durante as audiências gerais das quartas-feiras, ao ângelus do domingo na P ...
 
O edifício havia sido fechado em 1968, por conta da guerra entre Israel e Palestina, que converteu ...
 
Varão de fogo e conselheiro de Papas e monarcas, foi também admirável arauto da Virgem Maria e um ...
 
“A necessidade da eternidade é tão clara que estamos de acordo com a imensa maioria dos homens d ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading