Loading
 
 
 
Loading
 
Papa descreve “dois pecados que o povo não perdoa aos sacerdotes”
Loading
 
18 de Novembro de 2016 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Cidade do Vaticano (Sexta-feira, 18-11-2016, Gaudium Press) Durante a Santa Missa rezada na Casa Santa Marta, dirigindo-se aos secretários de núncios ali presentes para um encontro integrado ao Jubileu da Misericórdia, o Papa Francisco disse que os sacerdotes são desafiados à "coragem da pobreza cristã".

A homilia foi publicada pela Rádio Vaticano e nela Francisco aponta os "dois pecados que o povo não perdoa aos sacerdotes: o apego ao dinheiro" e "o maltrato aos fiéis".

O Povo percebe...

Na celebração desta sexta-feira (18/11) estavam presentes os secretários dos núncios apostólicos, que estão em Roma para participarem no jubileu dos colaboradores dos representantes da Santa Sé em todo o mundo, um evento organizado pela Secretaria de Estado do Vaticano e integrado no Ano Santo da Misericórdia

"O povo de Deus tem um sexto sentido, seja para aceitar, para canonizar ou para condenar, e perdoa tantas fraquezas dos sacerdotes, mas estas duas: ver um padre agarrado aos bens e que negligencia a sua comunidade, isso as pessoas não conseguem esquecer"!

Coração tomado pelo dinheiro

Ao dirigir-se aos presentes na Capela, o Pontífice descreveu em sua reflexão a alma de sacerdote que com o "coração tomado pelo dinheiro": ele só vê "ídolos" e não Deus, não as pessoas que tem à sua volta.

E reforçou seu pensamento afirmando: "Como disse Jesus, é impossível servir dois senhores, a Deus e ao dinheiro. O dinheiro é o anti-Deus. Ofereçam esta prenda a Deus, um verdadeiro exame de consciência e sejam corajosos, façam escolhas. A idolatria do dinheiro não é admissível".

Para encerrar, Francisco fez fotos de que Deus dê ao clero "a graça dos operários, daqueles que trabalham e ficam com o que é de direito e não procuram ter mais e mais". (JSG)

Loading
Papa descreve “dois pecados que o povo não perdoa aos sacerdotes”

Cidade do Vaticano (Sexta-feira, 18-11-2016, Gaudium Press) Durante a Santa Missa rezada na Casa Santa Marta, dirigindo-se aos secretários de núncios ali presentes para um encontro integrado ao Jubileu da Misericórdia, o Papa Francisco disse que os sacerdotes são desafiados à "coragem da pobreza cristã".

A homilia foi publicada pela Rádio Vaticano e nela Francisco aponta os "dois pecados que o povo não perdoa aos sacerdotes: o apego ao dinheiro" e "o maltrato aos fiéis".

O Povo percebe...

Na celebração desta sexta-feira (18/11) estavam presentes os secretários dos núncios apostólicos, que estão em Roma para participarem no jubileu dos colaboradores dos representantes da Santa Sé em todo o mundo, um evento organizado pela Secretaria de Estado do Vaticano e integrado no Ano Santo da Misericórdia

"O povo de Deus tem um sexto sentido, seja para aceitar, para canonizar ou para condenar, e perdoa tantas fraquezas dos sacerdotes, mas estas duas: ver um padre agarrado aos bens e que negligencia a sua comunidade, isso as pessoas não conseguem esquecer"!

Coração tomado pelo dinheiro

Ao dirigir-se aos presentes na Capela, o Pontífice descreveu em sua reflexão a alma de sacerdote que com o "coração tomado pelo dinheiro": ele só vê "ídolos" e não Deus, não as pessoas que tem à sua volta.

E reforçou seu pensamento afirmando: "Como disse Jesus, é impossível servir dois senhores, a Deus e ao dinheiro. O dinheiro é o anti-Deus. Ofereçam esta prenda a Deus, um verdadeiro exame de consciência e sejam corajosos, façam escolhas. A idolatria do dinheiro não é admissível".

Para encerrar, Francisco fez fotos de que Deus dê ao clero "a graça dos operários, daqueles que trabalham e ficam com o que é de direito e não procuram ter mais e mais". (JSG)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/83618-Papa-descreve--ldquo-dois-pecados-que-o-povo-nao-perdoa-aos-sacerdotes-rdquo--. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Em 2018, o registro de pessoas que se reconheciam católicas era de 15.483, 534 a mais em relação ...
 
A notícia foi transmitida pelo diretor interino da Sala de Imprensa da Santa Sé, Alessandro Gisott ...
 
A festa litúrgica será no dia 20, com celebrações no Santuário de Fátima e feriado n Brasil. ...
 
O número supera a estimativa dos organizadores, que era de 50 mil fiéis. ...
 
Em uma solene Eucaristia foi sagrado na Diocese de Chimoio, Manica, o novo Bispo Auxiliar de Maputo, ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading