Loading
 
 
 
Loading
 
Missa celebra reparação na Igreja da Lapa, em Salvador
Loading
 
18 de Novembro de 2016 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Salvador - Bahia (Sexta-feira, 18-11-2016, Gaudium Press) O Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, presidiu na noite desta quinta-feira, 16, a Santa Missa em reparação à profanação cometida conta o Santíssimo Sacramento da Igreja Nossa Senhora da Conceição da Lapa no último dia 6 de novembro.

Missa celebra reparação na Igreja da Lapa, em Salvador.jpg

Naquela ocasião, um grupo de assaltantes invadiu, roubou e espalhou hóstias consagradas por toda a Igreja da Lapa, situada na Avenida Joana Angélica.

De acordo com Dom Murilo, "uma profanação se mede por aquele que é ofendido. Quanto mais importante é ele, maior é a profundidade da profanação".

Logo no início da cerimônia, o Primaz do Brasil lembrou aos fiéis que a Missa de reparação é também uma Missa de amor.

"Nós, seguidores de Jesus, não respondemos o ódio com ódio; não respondemos as ofensas com raiva. A nossa maneira de responder é com amor. Jesus foi profanado aqui, na Eucaristia. Jesus foi ofendido. E nós nos sentimos na obrigação de manifestar o nosso amor, a nossa proximidade, o nosso carinho e um desejo de fazer ainda mais do que fazemos, de amá-lo mais do que O amamos, por que sabemos que muitas pessoas não pensam assim, o ofendem e o ferem", afirmou.

Em sua homilia, Dom Murilo comentou a importância da Eucaristia, que tem três aspectos: sacrifício, banquete e presença.

"Quando participamos da Eucaristia, nós nos unimos a Cristo que, continuamente, em todos os altares do mundo se oferece ao Pai. Por isso que a nossa vida é importante, não por nós mesmos, mas porque Jesus nos toma, assume como seu o que nós dizemos, dá o seu valor e ao Pai, então agrada, pois tudo o que o Seu Filho oferece, agrada ao Seu Pai, ao nosso Pai", ressaltou Dom Murilo.

Após o momento da comunhão, o Padre Fernando Pedrosa conduziu o Santíssimo Sacramento para a adoração, que foi conduzida por Dom Murilo.

Em seguida, o Arcebispo abençoou o novo sacrário, onde foram colocadas hóstias consagradas.

"Reparar é dizer a Jesus: ‘Senhor, eu quero te amar não só por mim. Eu quero te amar por aqueles que não te amam, eu quero te amar e expressar gestos de carinho por aqueles que te ofendem, por aqueles que pisam, de certa forma, neste sacramento", declarou o prelado. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações Arquidiocese de Salvador

Loading
Missa celebra reparação na Igreja da Lapa, em Salvador

Salvador - Bahia (Sexta-feira, 18-11-2016, Gaudium Press) O Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, presidiu na noite desta quinta-feira, 16, a Santa Missa em reparação à profanação cometida conta o Santíssimo Sacramento da Igreja Nossa Senhora da Conceição da Lapa no último dia 6 de novembro.

Missa celebra reparação na Igreja da Lapa, em Salvador.jpg

Naquela ocasião, um grupo de assaltantes invadiu, roubou e espalhou hóstias consagradas por toda a Igreja da Lapa, situada na Avenida Joana Angélica.

De acordo com Dom Murilo, "uma profanação se mede por aquele que é ofendido. Quanto mais importante é ele, maior é a profundidade da profanação".

Logo no início da cerimônia, o Primaz do Brasil lembrou aos fiéis que a Missa de reparação é também uma Missa de amor.

"Nós, seguidores de Jesus, não respondemos o ódio com ódio; não respondemos as ofensas com raiva. A nossa maneira de responder é com amor. Jesus foi profanado aqui, na Eucaristia. Jesus foi ofendido. E nós nos sentimos na obrigação de manifestar o nosso amor, a nossa proximidade, o nosso carinho e um desejo de fazer ainda mais do que fazemos, de amá-lo mais do que O amamos, por que sabemos que muitas pessoas não pensam assim, o ofendem e o ferem", afirmou.

Em sua homilia, Dom Murilo comentou a importância da Eucaristia, que tem três aspectos: sacrifício, banquete e presença.

"Quando participamos da Eucaristia, nós nos unimos a Cristo que, continuamente, em todos os altares do mundo se oferece ao Pai. Por isso que a nossa vida é importante, não por nós mesmos, mas porque Jesus nos toma, assume como seu o que nós dizemos, dá o seu valor e ao Pai, então agrada, pois tudo o que o Seu Filho oferece, agrada ao Seu Pai, ao nosso Pai", ressaltou Dom Murilo.

Após o momento da comunhão, o Padre Fernando Pedrosa conduziu o Santíssimo Sacramento para a adoração, que foi conduzida por Dom Murilo.

Em seguida, o Arcebispo abençoou o novo sacrário, onde foram colocadas hóstias consagradas.

"Reparar é dizer a Jesus: ‘Senhor, eu quero te amar não só por mim. Eu quero te amar por aqueles que não te amam, eu quero te amar e expressar gestos de carinho por aqueles que te ofendem, por aqueles que pisam, de certa forma, neste sacramento", declarou o prelado. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações Arquidiocese de Salvador

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/83637-Missa-celebra-reparacao-na-Igreja-da-Lapa--em-Salvador. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Segundo o purpurado, “um cristão não pode deixar de ser alegre, otimista, e ter uma concepção ...
 
Igreja indiana na linha de frente nas horas dramáticas, quando o Estado de Kerala sofre violentas c ...
 
O Encontro Mundial das Famílias será realizado entre os dias 22 a 26 de agosto na Irlanda. ...
 
O Padre Pedro Pablo Garín, Vigário da Vida Consagrada, presidiu a Missa. ...
 
Um monge sonhou com uma imagem de Nossa Senhora que estava enterrada no alto de uma montanha de dif ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading