Loading
 
 
 
Loading
 
Dois sacerdotes ordenados em Orissa, local dos massacres anticristãos de 2008
Loading
 
14 de Dezembro de 2016 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Bhubaneswar - Índia (Quarta-feira, 14-12-2016, Gaudiujm Press) O distrito de Kandhamal, no estado indiano de Orissa, que foi palco dos massacres anticristãos de 2008, recebeu no fim do Ano Jubilar dois novos sacerdotes.

Mais de três mil fiéis, sacerdotes, religiosos e religiosas, participaram do rito solene de ordenação que foi realizado no dia da Festa de Nossa Senhora de Guadalupe e que foi presidido pelo Bispo Aplinar Senapati, administrador da diocese de Rayagada.

Na ocasião foram ordenados sacerdotes os diáconos Balabanth Ranasingh e Munib Pradhan, ambos nascidos no distrito de Kandhamal, que, como se recorda, foi o epicentro da série de perseguições que em 2008 atingiu a comunidade cristã local, deixando cem mortos e mais de 50 mil desalojados.

A celebração foi realizada na Igreja de Nossa Senhora da Caridade, em Raikia, que fica a cerca de 250 km de Bhubaneswar, capital de Orissa.

Os dois novos sacerdotes são religiosos e pertencem à Congregação da Missão (CM).

Sacerdócio, vocação de serviço

Na homilia proferida pelo bispo ordenante foi recordado que "o sacerdócio não é um trabalho, mas uma vocação a servir o povo para a maior glória de Deus. Ele comporta colocar-se em serviço".
Além disso, o carisma da congregação vicentina a que pertencem os neossacerdotes, "nada mais é do que amor e serviço ao próximo".

"Em nossa época, acolher o chamado e dizer ‘sim' à vida sacerdotal é um desafio.
A oração é muito importante. O povo ama os padres e tem confiança neles", disse padre Agostino Singh, psicólogo e conselheiro da arquidiocese de Cuttack-Bhubaneswar, em palavras ditas a FIDES.

Abençoada por Deus

"Kandhamal foi abençoada pelo Senhor. Apesar dos problemas sociais, econômicos e religiosos, o povo tem grande fé em Deus e frutos visíveis disso são as muitas vocações à vida sacerdotal e religiosa.

Existe também nas famílias cristãs o desejo de contribuir no crescimento da Igreja, oferecendo os próprios filhos ao Senhor", explica o padre Singh, que também é originário de Kandhamal.

Em abril passado, a comunidade acolheu outros dois sacerdotes na paróquia de Nossa Senhora de Lourdes.

Dom John Barwa, Arcebispo de Cuttack-Bhubaneswar, afirmou que "A presença dos novos sacerdotes testemunha que as perseguições não detiveram a fé e que a ação do Espírito Santo está viva no coração dos fiéis", disse. (JSG)

Loading
Dois sacerdotes ordenados em Orissa, local dos massacres anticristãos de 2008

Bhubaneswar - Índia (Quarta-feira, 14-12-2016, Gaudiujm Press) O distrito de Kandhamal, no estado indiano de Orissa, que foi palco dos massacres anticristãos de 2008, recebeu no fim do Ano Jubilar dois novos sacerdotes.

Mais de três mil fiéis, sacerdotes, religiosos e religiosas, participaram do rito solene de ordenação que foi realizado no dia da Festa de Nossa Senhora de Guadalupe e que foi presidido pelo Bispo Aplinar Senapati, administrador da diocese de Rayagada.

Na ocasião foram ordenados sacerdotes os diáconos Balabanth Ranasingh e Munib Pradhan, ambos nascidos no distrito de Kandhamal, que, como se recorda, foi o epicentro da série de perseguições que em 2008 atingiu a comunidade cristã local, deixando cem mortos e mais de 50 mil desalojados.

A celebração foi realizada na Igreja de Nossa Senhora da Caridade, em Raikia, que fica a cerca de 250 km de Bhubaneswar, capital de Orissa.

Os dois novos sacerdotes são religiosos e pertencem à Congregação da Missão (CM).

Sacerdócio, vocação de serviço

Na homilia proferida pelo bispo ordenante foi recordado que "o sacerdócio não é um trabalho, mas uma vocação a servir o povo para a maior glória de Deus. Ele comporta colocar-se em serviço".
Além disso, o carisma da congregação vicentina a que pertencem os neossacerdotes, "nada mais é do que amor e serviço ao próximo".

"Em nossa época, acolher o chamado e dizer ‘sim' à vida sacerdotal é um desafio.
A oração é muito importante. O povo ama os padres e tem confiança neles", disse padre Agostino Singh, psicólogo e conselheiro da arquidiocese de Cuttack-Bhubaneswar, em palavras ditas a FIDES.

Abençoada por Deus

"Kandhamal foi abençoada pelo Senhor. Apesar dos problemas sociais, econômicos e religiosos, o povo tem grande fé em Deus e frutos visíveis disso são as muitas vocações à vida sacerdotal e religiosa.

Existe também nas famílias cristãs o desejo de contribuir no crescimento da Igreja, oferecendo os próprios filhos ao Senhor", explica o padre Singh, que também é originário de Kandhamal.

Em abril passado, a comunidade acolheu outros dois sacerdotes na paróquia de Nossa Senhora de Lourdes.

Dom John Barwa, Arcebispo de Cuttack-Bhubaneswar, afirmou que "A presença dos novos sacerdotes testemunha que as perseguições não detiveram a fé e que a ação do Espírito Santo está viva no coração dos fiéis", disse. (JSG)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/84152-Dois-sacerdotes-ordenados-em-Orissa--local-dos-massacres-anticristaos-de-2008. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

O manto teve seus traços confeccionados pelas irmãs do Carmelo de Santa Teresinha. ...
 
Dom Lorefice convida sua arquidiocese a colher o sentido verdadeiro da visita pastoral do Pontífice ...
 
A atualização realizada por uma comissão da CNBB teve inspiração o Documento 52 da Conferência ...
 
A celebração será onde São João Paulo II celebrou a Eucaristia em 1979, na primeira viagem de u ...
 
Nos grandes Santuários o Bispo designa a um sacerdote com o título de penitenciário que recebe as ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading