Loading
 
 
 
Loading
 
Quatro viúvas se consagram em Roma e entram para a 'Ordem das Viúvas'
Loading
 
12 de Janeiro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Roma - Itália (Quinta-feira, 12-01-2017, Gaudium Press) No último sábado, 07 de janeiro, a Basílica de Santa Cecília em Roma acolheu um importante acontecimento: a consagração de quatro viúvas que começaram a fazer parte do 'Ordo Viduarum' -Ordem das Viúvas-, instituído em 2013 na Cidade Eterna pelo Cardeal Agostino Vallini, Vigário do Papa para a Diocese de Roma.

Tratou-se de Piera Magrelli de 79 anos; Armida Sebastiani, de 84; Anna Ritta Marra, de 57; e Angela Maria Trigiani, de 68; que receberam a bênção para seu novo estado de vida por parte de Dom Guerino di Tora, Bispo Auxiliar de Roma e delegado diocesano para o 'Ordo Viduarum'.

A esta ordem pertencem mulheres que, vivendo seu estado de viuvez, se consagram de maneira especial a Deus e ao serviço à sua Igreja. A este respeito se referiu Dom di Tora, citado pelo diário diocesano RomaSette.it: "O carisma desta ordem é aquele de enriquecer o estado de viuvez em uma experiência plena de Fé e de testemunho na relação com as novas gerações. As prerrogativas são a oração e o serviço visto em família, na paróquia, e na Diocese como dom de si aos demais: levar consolo, transmitir a experiência de Fé às pessoas com as que se encontram cada dia e que se amadureceram primeiro na vida matrimonial e depois naquela consagrada ao Senhor. O dom de uma vida plenamente realizada. Hoje a sociedade tende a marginalizar as viúvas, que na Bíblia tem um papel relevante".

Quatro viúvas se consagram em Roma e entram para a Ordem das Viúvas.jpg

Esta forma de Vida Consagrada começou em Roma no dia 28 de dezembro de 2013 quando nove viúvas receberam sua consagração por parte de Dom di Tora. A este grupo se somam as quatro consagradas no último sábado, e após elas vem outro grupo de 10 mulheres que já iniciaram um processo de discernimento para entrar na Ordem.

Para as novas consagradas, estar agora em um pleno serviço a Deus trouxe coisas muito positivas para suas vidas; como comentou Anna Ritta, citada pelo meio de comunicação diocesano, para quem ingressar na ordem significou "transformar a dor do luto na alegria de servir ao Senhor".

Enquanto que Armida, que é a mais anciã e é viúva há 40 anos, a Consagração significa uma grande alegria: "estou particularmente emocionada. Esta bênção é a coroação de tantos anos vividos a serviço do Senhor".

A natureza do 'Ordo Viduarum', que já se conhecia de maneira primitiva desde o tempo dos apóstolos, se define quando a viúva, de maneira livre e definitiva, decide "aderir a uma forma de vida na qual coexistirá mais profundamente sua consagração batismal e a Confirmação, assim como ocorre com os cônjuges no matrimônio, adquirindo uma particular identidade na Igreja", segundo está definido pela Oficina Litúrgica de Roma.

Para isto é necessário que a viúva, mediante o "Rito Litúrgico de Bênção", receba das mãos do Bispo seu particular vínculo com a Igreja. Como está escrito na bênção da Consagração: "Acolhe agora a sincera oferta de nossa irmã, que com alegria e em plena liberdade acolheu seu chamado. Santificá-la com tua graça e com a potência de tua bênção, dá-lhe estabilidade e perseverança ao seu propósito".

Alguns Bispos acolheram de maneira renovada o 'Ordo Viduarum' em suas jurisdições eclesiais, como o caso da Diocese de Palermo, onde a Ordem iniciou o caminho em 1996 quando o Cardeal Salvatore Pappalardo aprovou um estatuto para sua regulação; mesmo assim o Cardeal Carlo Maria Martini criou em 2000 o 'Ordo Viduarum Ambrosianum'.

São João Paulo II na Exortação Apostólica 'Vita Consecrata' também se refere a este estado de vida: "Hoje volta a praticar-se também a consagração das viúvas, que se remonta aos tempos apostólicos, assim como a dos viúvos. Estas pessoas, mediante o voto de castidade perpétua como sinal do Reino de Deus, consagram sua condição para dedicar-se à oração e ao serviço da Igreja". (GPE/EPC)

Loading
Quatro viúvas se consagram em Roma e entram para a 'Ordem das Viúvas'

Roma - Itália (Quinta-feira, 12-01-2017, Gaudium Press) No último sábado, 07 de janeiro, a Basílica de Santa Cecília em Roma acolheu um importante acontecimento: a consagração de quatro viúvas que começaram a fazer parte do 'Ordo Viduarum' -Ordem das Viúvas-, instituído em 2013 na Cidade Eterna pelo Cardeal Agostino Vallini, Vigário do Papa para a Diocese de Roma.

Tratou-se de Piera Magrelli de 79 anos; Armida Sebastiani, de 84; Anna Ritta Marra, de 57; e Angela Maria Trigiani, de 68; que receberam a bênção para seu novo estado de vida por parte de Dom Guerino di Tora, Bispo Auxiliar de Roma e delegado diocesano para o 'Ordo Viduarum'.

A esta ordem pertencem mulheres que, vivendo seu estado de viuvez, se consagram de maneira especial a Deus e ao serviço à sua Igreja. A este respeito se referiu Dom di Tora, citado pelo diário diocesano RomaSette.it: "O carisma desta ordem é aquele de enriquecer o estado de viuvez em uma experiência plena de Fé e de testemunho na relação com as novas gerações. As prerrogativas são a oração e o serviço visto em família, na paróquia, e na Diocese como dom de si aos demais: levar consolo, transmitir a experiência de Fé às pessoas com as que se encontram cada dia e que se amadureceram primeiro na vida matrimonial e depois naquela consagrada ao Senhor. O dom de uma vida plenamente realizada. Hoje a sociedade tende a marginalizar as viúvas, que na Bíblia tem um papel relevante".

Quatro viúvas se consagram em Roma e entram para a Ordem das Viúvas.jpg

Esta forma de Vida Consagrada começou em Roma no dia 28 de dezembro de 2013 quando nove viúvas receberam sua consagração por parte de Dom di Tora. A este grupo se somam as quatro consagradas no último sábado, e após elas vem outro grupo de 10 mulheres que já iniciaram um processo de discernimento para entrar na Ordem.

Para as novas consagradas, estar agora em um pleno serviço a Deus trouxe coisas muito positivas para suas vidas; como comentou Anna Ritta, citada pelo meio de comunicação diocesano, para quem ingressar na ordem significou "transformar a dor do luto na alegria de servir ao Senhor".

Enquanto que Armida, que é a mais anciã e é viúva há 40 anos, a Consagração significa uma grande alegria: "estou particularmente emocionada. Esta bênção é a coroação de tantos anos vividos a serviço do Senhor".

A natureza do 'Ordo Viduarum', que já se conhecia de maneira primitiva desde o tempo dos apóstolos, se define quando a viúva, de maneira livre e definitiva, decide "aderir a uma forma de vida na qual coexistirá mais profundamente sua consagração batismal e a Confirmação, assim como ocorre com os cônjuges no matrimônio, adquirindo uma particular identidade na Igreja", segundo está definido pela Oficina Litúrgica de Roma.

Para isto é necessário que a viúva, mediante o "Rito Litúrgico de Bênção", receba das mãos do Bispo seu particular vínculo com a Igreja. Como está escrito na bênção da Consagração: "Acolhe agora a sincera oferta de nossa irmã, que com alegria e em plena liberdade acolheu seu chamado. Santificá-la com tua graça e com a potência de tua bênção, dá-lhe estabilidade e perseverança ao seu propósito".

Alguns Bispos acolheram de maneira renovada o 'Ordo Viduarum' em suas jurisdições eclesiais, como o caso da Diocese de Palermo, onde a Ordem iniciou o caminho em 1996 quando o Cardeal Salvatore Pappalardo aprovou um estatuto para sua regulação; mesmo assim o Cardeal Carlo Maria Martini criou em 2000 o 'Ordo Viduarum Ambrosianum'.

São João Paulo II na Exortação Apostólica 'Vita Consecrata' também se refere a este estado de vida: "Hoje volta a praticar-se também a consagração das viúvas, que se remonta aos tempos apostólicos, assim como a dos viúvos. Estas pessoas, mediante o voto de castidade perpétua como sinal do Reino de Deus, consagram sua condição para dedicar-se à oração e ao serviço da Igreja". (GPE/EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/84719-Quatro-viuvas-se-consagram-em-Roma-e-entram-para-a--Ordem-das-Viuvas-. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Segundo o purpurado, “um cristão não pode deixar de ser alegre, otimista, e ter uma concepção ...
 
Igreja indiana na linha de frente nas horas dramáticas, quando o Estado de Kerala sofre violentas c ...
 
O Encontro Mundial das Famílias será realizado entre os dias 22 a 26 de agosto na Irlanda. ...
 
O Padre Pedro Pablo Garín, Vigário da Vida Consagrada, presidiu a Missa. ...
 
Um monge sonhou com uma imagem de Nossa Senhora que estava enterrada no alto de uma montanha de dif ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading