Loading
 
 
 
Loading
 
A enfermidade da alma é fácil de curar, diz o Cardeal Cipriani
Loading
 
17 de Janeiro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Lima - Peru (Terça-feira, 17-01-2017, Gaudium Press) Em seu mais recente programa radiofônico 'Diálogo de Fé', no último sábado, 14, o Cardeal Cipriani falou das enfermidades da alma e das curas para essas enfermidades. Também agradeceu às pessoas que lhe expressam sua proximidade, e disse que o principal interlocutor do programa é Deus. "Neste 'Diálogo de Fé', no qual cada um de nós, diante de Deus, dialoga, o grande interlocutor não é Armando nem o Cardeal Cipriani, o grande convidado e grande interlocutor sempre é esse Deus que está na alma de cada um de vocês, em cada rincão. Eu não posso desde já dar-lhe instruções a Deus, eu sugiro umas ideias e Deus vai fazendo no coração de cada um de vocês um diálogo".

A enfermidade da alma é fácil de curar, diz o Cardeal Cipriani.jpg
O pecador, enfermo da alma

Disse o purpurado limenho que "o pecador está enfermo da alma. Não é que lhe doa a alma". "Como é a dor da alma?", se perguntou o Cardeal, para responder com alguns dos sintomas: "A dor da alma é uma tristeza interior, uma certa reação de violência, uma crítica um pouco ácida, uma impaciência que não há quem a aguente, um egoísmo que sempre está buscando o seu".

Para estes enfermos, formulou a receita: "Esta enfermidade da alma, por um lado é fácil de curar, mas não com remédios. O comprimido mais importante é falar com Jesus: 'Tenho uma dor na alma, estou doído porque meu filho está um pouco preocupado, não o vejo bem encaminhado, tive uma discussão com minha esposa ou tenho um enfermo na família e não sei o que fazer'".

"Conte ao médico, a Jesus que estava com os publicanos e os pecadores. E logicamente a cura, quando já está identificada essa enfermidade, muitas vezes necessitamos acudir à confissão. Quer dizer, aceitar diante de Deus: 'esta é minha enfermidade e estou arrependido, não sei o que fazer, estou farto de minha vida, não estou contente com o que faço mas quero mudar'".

Ao final do programa o purpurado recordou a catequese papal do dia 11 de janeiro, sobre os ídolos modernos, e instou a colocar a confiança somente em Deus. (GPE/EPC)

Loading
A enfermidade da alma é fácil de curar, diz o Cardeal Cipriani

Lima - Peru (Terça-feira, 17-01-2017, Gaudium Press) Em seu mais recente programa radiofônico 'Diálogo de Fé', no último sábado, 14, o Cardeal Cipriani falou das enfermidades da alma e das curas para essas enfermidades. Também agradeceu às pessoas que lhe expressam sua proximidade, e disse que o principal interlocutor do programa é Deus. "Neste 'Diálogo de Fé', no qual cada um de nós, diante de Deus, dialoga, o grande interlocutor não é Armando nem o Cardeal Cipriani, o grande convidado e grande interlocutor sempre é esse Deus que está na alma de cada um de vocês, em cada rincão. Eu não posso desde já dar-lhe instruções a Deus, eu sugiro umas ideias e Deus vai fazendo no coração de cada um de vocês um diálogo".

A enfermidade da alma é fácil de curar, diz o Cardeal Cipriani.jpg
O pecador, enfermo da alma

Disse o purpurado limenho que "o pecador está enfermo da alma. Não é que lhe doa a alma". "Como é a dor da alma?", se perguntou o Cardeal, para responder com alguns dos sintomas: "A dor da alma é uma tristeza interior, uma certa reação de violência, uma crítica um pouco ácida, uma impaciência que não há quem a aguente, um egoísmo que sempre está buscando o seu".

Para estes enfermos, formulou a receita: "Esta enfermidade da alma, por um lado é fácil de curar, mas não com remédios. O comprimido mais importante é falar com Jesus: 'Tenho uma dor na alma, estou doído porque meu filho está um pouco preocupado, não o vejo bem encaminhado, tive uma discussão com minha esposa ou tenho um enfermo na família e não sei o que fazer'".

"Conte ao médico, a Jesus que estava com os publicanos e os pecadores. E logicamente a cura, quando já está identificada essa enfermidade, muitas vezes necessitamos acudir à confissão. Quer dizer, aceitar diante de Deus: 'esta é minha enfermidade e estou arrependido, não sei o que fazer, estou farto de minha vida, não estou contente com o que faço mas quero mudar'".

Ao final do programa o purpurado recordou a catequese papal do dia 11 de janeiro, sobre os ídolos modernos, e instou a colocar a confiança somente em Deus. (GPE/EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/84769-A-enfermidade-da-alma-e-facil-de-curar--diz-o-Cardeal-Cipriani. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Matriz da Boa Vista acolherá grupos das paróquias que vão se revezar nas Adorações ao Santís ...
 
...
 
Mais de 8 mil católicos, 100 sacerdotes, 120 religiosas e 10 Bispos de todo o país, participaram d ...
 
Segundo o diretor da Rede do Apostolado da Oração do Papa, elas são fruto de um longo processo de ...
 
Desde a infância, ela tinha uma piedade intensa. Aos dez anos dedicou sua virgindade a Deus. ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading