Loading
 
 
 
Loading
 
Perseguição aos cristãos aumenta pelo quarto ano consecutivo, alerta organização
Loading
 
17 de Janeiro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Washington - Estados Unidos (Terça-feira, 17-01-2017, Gaudium Press) O relatório 'Open Doors 2017 World Watch List' sobre a situação da liberdade religiosa no mundo advertiu sobre o aumento da perseguição aos cristãos pelo quarto ano consecutivo. No último ano, o nacionalismo religioso foi o motor de numerosos fatos de violência anticristã que marcou um incremento notável na Ásia.

Perseguição aos cristãos aumenta pelo quarto ano consecutivo, alerta organização.jpg

"Os níveis de perseguição tem aumentado rapidamente na Ásia e no subcontinente indiano, conduzidos pelo nacionalismo religioso extremo que é frequentemente aceito, e algumas vezes ativamente promovido, por governos locais e nacionais", afirmou a CNA Lisa Pearce, diretora de 'Open Doors' Reino Unido e Irlanda. O aumento da perseguição não é somente corresponde ao número de vítimas: "os cristãos estão sendo assassinados por sua Fé em mais países que antes".

A organização fez um chamado aos crentes ao redor do mundo para sustentar aos seus irmãos, em momentos em que devem defender sua Fé heroicamente. O país que registra um maior número de ataques fatais é o Paquistão, que supera inclusive a situação no norte da Nigéria. Outras situações preocupantes se registram em países como o México, onde se assassinou a 15 sacerdotes desde 2012. O país que continua encabeçando as maiores limitações à liberdade religiosa é a Coreia do Norte, qualificado pelo relatório como "o pior lugar da terra para os cristãos", por causa da proibição da religião e a estreita vigilância das autoridades, além da imposição do culto aos líderes políticos.

Depois da Coreia do Norte, a lista é encabeçada pela Somália (onde há um único templo católico e a conversão é castigada com a morte), Afeganistão, Paquistão, Sudão, Síria, Iraque, Irã, Iêmen e Eritrea. A proibição do cristianismo, a impunidade de ataques contra os crentes, as leis de blasfêmia e anticonversão e os conflitos bélicos se encontram entre as graves realidades analisadas no relatório. (GPE/EPC)

Loading
Perseguição aos cristãos aumenta pelo quarto ano consecutivo, alerta organização

Washington - Estados Unidos (Terça-feira, 17-01-2017, Gaudium Press) O relatório 'Open Doors 2017 World Watch List' sobre a situação da liberdade religiosa no mundo advertiu sobre o aumento da perseguição aos cristãos pelo quarto ano consecutivo. No último ano, o nacionalismo religioso foi o motor de numerosos fatos de violência anticristã que marcou um incremento notável na Ásia.

Perseguição aos cristãos aumenta pelo quarto ano consecutivo, alerta organização.jpg

"Os níveis de perseguição tem aumentado rapidamente na Ásia e no subcontinente indiano, conduzidos pelo nacionalismo religioso extremo que é frequentemente aceito, e algumas vezes ativamente promovido, por governos locais e nacionais", afirmou a CNA Lisa Pearce, diretora de 'Open Doors' Reino Unido e Irlanda. O aumento da perseguição não é somente corresponde ao número de vítimas: "os cristãos estão sendo assassinados por sua Fé em mais países que antes".

A organização fez um chamado aos crentes ao redor do mundo para sustentar aos seus irmãos, em momentos em que devem defender sua Fé heroicamente. O país que registra um maior número de ataques fatais é o Paquistão, que supera inclusive a situação no norte da Nigéria. Outras situações preocupantes se registram em países como o México, onde se assassinou a 15 sacerdotes desde 2012. O país que continua encabeçando as maiores limitações à liberdade religiosa é a Coreia do Norte, qualificado pelo relatório como "o pior lugar da terra para os cristãos", por causa da proibição da religião e a estreita vigilância das autoridades, além da imposição do culto aos líderes políticos.

Depois da Coreia do Norte, a lista é encabeçada pela Somália (onde há um único templo católico e a conversão é castigada com a morte), Afeganistão, Paquistão, Sudão, Síria, Iraque, Irã, Iêmen e Eritrea. A proibição do cristianismo, a impunidade de ataques contra os crentes, as leis de blasfêmia e anticonversão e os conflitos bélicos se encontram entre as graves realidades analisadas no relatório. (GPE/EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/84774-Perseguicao-aos-cristaos-aumenta-pelo-quarto-ano-consecutivo--alerta-organizacao. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Junto com a peça os visitantes podem assistir a um vídeo com os testemunhos das pessoas que partic ...
 
“A mensagem de Fátima continua a desafiar a uma atitude de oferta da própria vida a Deus e aos ...
 
As celebrações seguiram o lema: “Com Lourenço servidor, do povo protetor, escutamos e anunciamo ...
 
Bispos da Igreja Caldeia Católica apelaram para o fim da guerra na Síria e em todo o Médio Orient ...
 
“A lei que penaliza o aborto provocado está a serviço de um valor altíssimo, que é a vida do n ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading