Loading
 
 
 
Loading
 
Mineiros e seu Santuário
Loading
 
20 de Janeiro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Redação - (Sexta-feira, 20-01-2017, Gaudium Press) Com o título de "Mineiros e se Santuário" o Arcebispo Metropolitano de Belo Horizonte, Dom Walmor Oliveira de Azevedo, da importância e do significado do patrimônio material e imaterial e afirma que o "desenvolvimento integral de uma sociedade depende, significativamente, de sua capacidade para valorizar e cuidar do seu patrimônio, que inclui personagens e acontecimentos da sua história".

piedade.jpg
Para Dom Walmor "são eles que tecem a cultura - alicerce do progresso, do desenvolvimento, do sentido de respeito". E ele tira lições disso:

"Por isso, os mineiros têm que aproveitar a "oportunidade de ouro" que marca este novo ano e, assim, impulsionar crescimentos, consolidar a força do Estado de Minas Gerais, nos mais diferentes cenários.

Momento especial - Santuário Nossa Senhora da Piedade

"Esse momento especial é a celebração do Ano Jubilar - os 250 anos do povo peregrinando na fé ao Santuário Nossa Senhora da Piedade - a Padroeira de Minas Gerais, diz Dom Walmor.

"A vivência deste tempo, continua o Arcebispo, é uma convocação que remete todos os mineiros à Serra da Piedade, tesouro de inestimável valor ambiental e ecológico. Ali está um milagre da natureza, obra do Criador, com riquíssima fauna que é referência para pesquisas científicas de diferentes centros acadêmicos. Esse singular jardim botânico congrega, harmoniosamente, a Mata Atlântica, o Cerrado e os Campos Rupestres. Um território com mais de um milhão de metros quadrados, assentado sobre uma rocha de ferro, minas de ouro e aquífero exuberante, patrimônio que jamais será presa do desarvoro do lucro e da ambição desmedida. Este Ano Jubilar é, justamente, tempo propício para se firmar - a partir de legislações, gestos concretos de solidariedade e atitudes cidadãs - conforme se reza na oração de consagração a Nossa Senhora da Piedade - Padroeira de Minas Gerais: esse patrimônio é herança nossa que vamos sempre preservar e defender."

O Arcebispo ressalta que "A proteção desse bem significa o rompimento com as dinâmicas que deixam "heranças nefastas", "a defesa do Santuário Ecológico dedicado a Nossa Senhora da Piedade é compromisso da Igreja, mas também de todos os segmentos da sociedade, que precisam trabalhar juntos, em cooperação, a partir dessa missão. Não há espaço nem tempo para irracionalidades".

Valorização do Patrimônio, da cultura, da religiosidade

"A retomada do crescimento e do desenvolvimento do Estado depende dessa consciência que nasce da valorização do próprio patrimônio e da cultura. Um olhar valorativo sobre o que se é e o que se tem, afirma Dom Walmor.

Para o Prelado, "esse olhar permite reconhecer também os tesouros da religiosidade, um legado de riqueza inestimável desse estado diamante. O Ano Jubilar celebrado em 2017 exalta, precisamente, a fé católica mineira - 250 anos de peregrinações ao Santuário da Padroeira de Minas Gerais."

Trilhos da oração...

"O Santuário Nossa Senhora da Piedade é o coração de Minas Gerais e este Ano Jubilar deve ser vivido sobre os trilhos da oração e do trabalho. Nos trilhos da oração, todos são convidados a peregrinar - em grupos, com as comunidades de fé e famílias, para viver os momentos que reúnem celebrações e a oportunidade de se reconciliar com Deus. Momentos propícios para deixar-se tocar pela força restauradora do silêncio da montanha sagrada, por sua aragem que limpa o coração, fecundando-o com a densidade espiritual da presença inspiradora de Maria, discípula exemplar."

"Esse Ano Jubilar", continuam as afirmações de Dom Walmor, "que precisa ser vivido também nos trilhos do trabalho, é convocação para que todos, em parceria e colaboração com os que integram a Faço Parte - Campanha dos Devotos de Nossa Senhora da Piedade -, instâncias governamentais e segmentos diversos, se comprometam com a realização de obras fundamentais: a edificação da Via do Peregrino, do Museu Maria Regina Mundi, a conclusão e restauração da Igreja Nova das Romarias, que pode tornar-se Basílica da Padroeira de Minas.

...para fortalecer as batidas do Coração de Minas

"Essas e tantas outras iniciativas buscam fortalecer, cada vez mais, o Santuário e, consequentemente, as batidas do Coração de Minas, que é esse território sagrado. Peregrinar ao Santuário e receber a graça de uma nova etapa na vida - abrindo um novo ciclo familiar, pessoal e social, de vida cidadã e religiosa -, além de assumir a tarefa de divulgar que Nossa Senhora da Piedade é a Padroeira de Minas Gerais. Um compromisso de todos, ato de fé e de religiosidade, de cidadania e de apreço pelo dom de ser do Estado de Minas Gerais.

"Agora é a hora dos mineiros e de seu Santuário", conclui. (JSG)

Loading
Mineiros e seu Santuário

Redação - (Sexta-feira, 20-01-2017, Gaudium Press) Com o título de "Mineiros e se Santuário" o Arcebispo Metropolitano de Belo Horizonte, Dom Walmor Oliveira de Azevedo, da importância e do significado do patrimônio material e imaterial e afirma que o "desenvolvimento integral de uma sociedade depende, significativamente, de sua capacidade para valorizar e cuidar do seu patrimônio, que inclui personagens e acontecimentos da sua história".

piedade.jpg
Para Dom Walmor "são eles que tecem a cultura - alicerce do progresso, do desenvolvimento, do sentido de respeito". E ele tira lições disso:

"Por isso, os mineiros têm que aproveitar a "oportunidade de ouro" que marca este novo ano e, assim, impulsionar crescimentos, consolidar a força do Estado de Minas Gerais, nos mais diferentes cenários.

Momento especial - Santuário Nossa Senhora da Piedade

"Esse momento especial é a celebração do Ano Jubilar - os 250 anos do povo peregrinando na fé ao Santuário Nossa Senhora da Piedade - a Padroeira de Minas Gerais, diz Dom Walmor.

"A vivência deste tempo, continua o Arcebispo, é uma convocação que remete todos os mineiros à Serra da Piedade, tesouro de inestimável valor ambiental e ecológico. Ali está um milagre da natureza, obra do Criador, com riquíssima fauna que é referência para pesquisas científicas de diferentes centros acadêmicos. Esse singular jardim botânico congrega, harmoniosamente, a Mata Atlântica, o Cerrado e os Campos Rupestres. Um território com mais de um milhão de metros quadrados, assentado sobre uma rocha de ferro, minas de ouro e aquífero exuberante, patrimônio que jamais será presa do desarvoro do lucro e da ambição desmedida. Este Ano Jubilar é, justamente, tempo propício para se firmar - a partir de legislações, gestos concretos de solidariedade e atitudes cidadãs - conforme se reza na oração de consagração a Nossa Senhora da Piedade - Padroeira de Minas Gerais: esse patrimônio é herança nossa que vamos sempre preservar e defender."

O Arcebispo ressalta que "A proteção desse bem significa o rompimento com as dinâmicas que deixam "heranças nefastas", "a defesa do Santuário Ecológico dedicado a Nossa Senhora da Piedade é compromisso da Igreja, mas também de todos os segmentos da sociedade, que precisam trabalhar juntos, em cooperação, a partir dessa missão. Não há espaço nem tempo para irracionalidades".

Valorização do Patrimônio, da cultura, da religiosidade

"A retomada do crescimento e do desenvolvimento do Estado depende dessa consciência que nasce da valorização do próprio patrimônio e da cultura. Um olhar valorativo sobre o que se é e o que se tem, afirma Dom Walmor.

Para o Prelado, "esse olhar permite reconhecer também os tesouros da religiosidade, um legado de riqueza inestimável desse estado diamante. O Ano Jubilar celebrado em 2017 exalta, precisamente, a fé católica mineira - 250 anos de peregrinações ao Santuário da Padroeira de Minas Gerais."

Trilhos da oração...

"O Santuário Nossa Senhora da Piedade é o coração de Minas Gerais e este Ano Jubilar deve ser vivido sobre os trilhos da oração e do trabalho. Nos trilhos da oração, todos são convidados a peregrinar - em grupos, com as comunidades de fé e famílias, para viver os momentos que reúnem celebrações e a oportunidade de se reconciliar com Deus. Momentos propícios para deixar-se tocar pela força restauradora do silêncio da montanha sagrada, por sua aragem que limpa o coração, fecundando-o com a densidade espiritual da presença inspiradora de Maria, discípula exemplar."

"Esse Ano Jubilar", continuam as afirmações de Dom Walmor, "que precisa ser vivido também nos trilhos do trabalho, é convocação para que todos, em parceria e colaboração com os que integram a Faço Parte - Campanha dos Devotos de Nossa Senhora da Piedade -, instâncias governamentais e segmentos diversos, se comprometam com a realização de obras fundamentais: a edificação da Via do Peregrino, do Museu Maria Regina Mundi, a conclusão e restauração da Igreja Nova das Romarias, que pode tornar-se Basílica da Padroeira de Minas.

...para fortalecer as batidas do Coração de Minas

"Essas e tantas outras iniciativas buscam fortalecer, cada vez mais, o Santuário e, consequentemente, as batidas do Coração de Minas, que é esse território sagrado. Peregrinar ao Santuário e receber a graça de uma nova etapa na vida - abrindo um novo ciclo familiar, pessoal e social, de vida cidadã e religiosa -, além de assumir a tarefa de divulgar que Nossa Senhora da Piedade é a Padroeira de Minas Gerais. Um compromisso de todos, ato de fé e de religiosidade, de cidadania e de apreço pelo dom de ser do Estado de Minas Gerais.

"Agora é a hora dos mineiros e de seu Santuário", conclui. (JSG)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/84858-Mineiros-e-seu-Santuario. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Junto com a peça os visitantes podem assistir a um vídeo com os testemunhos das pessoas que partic ...
 
“A mensagem de Fátima continua a desafiar a uma atitude de oferta da própria vida a Deus e aos ...
 
As celebrações seguiram o lema: “Com Lourenço servidor, do povo protetor, escutamos e anunciamo ...
 
Bispos da Igreja Caldeia Católica apelaram para o fim da guerra na Síria e em todo o Médio Orient ...
 
“A lei que penaliza o aborto provocado está a serviço de um valor altíssimo, que é a vida do n ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading