Loading
 
 
 
Loading
 
Salvar quem precisa: “missão tão bela que não cansa”, afirma Bispo português
Loading
 
24 de Janeiro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Viana do Castelo (Terça-feira, 24-01-2017, Gaudium Press) Dom Anacleto Oliveira, bispo de Viana do Castelo, durante o 39.º encontro diocesano de pastoral litúrgica destacou a importância de os agentes pastorais irem ao encontro das pessoas que hoje correm o risco de se perder nos ambientes e contextos cheios de dificuldades que marcam a sociedade de nossos dias.

0011AA_d0117233_peq_537f0904e64b2.jpg
Dom Anacleto Oliveira
O pronunciamento de Dom Anacleto Oliveira foi feito durante o transcurso do evento que foi realizado no Centro Pastoral Paulo VI, com a participação de centenas de agentes de pastoral.

"Serviço da Liturgia nos Sacramentos do serviço"

O Encontro de Pastoral foi dedicado ao tema "O serviço da Liturgia nos Sacramentos do serviço" e contou com a participação do diretor do Secretariado Nacional de Liturgia, padre Pedro Ferreira, do diretor do Departamento de Liturgia do Santuário de Fátima, padre Sérgio Henriques e do Abade do Mosteiro de Singeverga, D. Bernardino Ferreira da Costa.

A homilia: pescadores de homens

Ao abordar a missão do ministro extraordinário da comunhão, na homilia da missa de encerramento do evento, o prelado salientou que é urgente "ir ao encontro de quem corre o perigo de se afogar, em virtude da doença, da velhice, do desânimo ou da solidão".

Recordando a expressão de Cristo, que desafiou os discípulos a serem "pescadores de homens", D. Anacleto Oliveira lembrou que "pescar homens é muito diferente de pescar peixes".

"Pescar peixes significa matá-los, enquanto que pescar homens significa salvá-los", explicando que "na tradição bíblica, o mar é o lugar do maligno, da morte. Por isso mesmo, pescar homens é resgatá-los da morte".

Ser pesadores de homens "É uma missão tão bela que não cansa", salientou o bispo de Viana do Castelo ao encerrar seu pensamento. (JSG)

Loading
Salvar quem precisa: “missão tão bela que não cansa”, afirma Bispo português

Viana do Castelo (Terça-feira, 24-01-2017, Gaudium Press) Dom Anacleto Oliveira, bispo de Viana do Castelo, durante o 39.º encontro diocesano de pastoral litúrgica destacou a importância de os agentes pastorais irem ao encontro das pessoas que hoje correm o risco de se perder nos ambientes e contextos cheios de dificuldades que marcam a sociedade de nossos dias.

0011AA_d0117233_peq_537f0904e64b2.jpg
Dom Anacleto Oliveira
O pronunciamento de Dom Anacleto Oliveira foi feito durante o transcurso do evento que foi realizado no Centro Pastoral Paulo VI, com a participação de centenas de agentes de pastoral.

"Serviço da Liturgia nos Sacramentos do serviço"

O Encontro de Pastoral foi dedicado ao tema "O serviço da Liturgia nos Sacramentos do serviço" e contou com a participação do diretor do Secretariado Nacional de Liturgia, padre Pedro Ferreira, do diretor do Departamento de Liturgia do Santuário de Fátima, padre Sérgio Henriques e do Abade do Mosteiro de Singeverga, D. Bernardino Ferreira da Costa.

A homilia: pescadores de homens

Ao abordar a missão do ministro extraordinário da comunhão, na homilia da missa de encerramento do evento, o prelado salientou que é urgente "ir ao encontro de quem corre o perigo de se afogar, em virtude da doença, da velhice, do desânimo ou da solidão".

Recordando a expressão de Cristo, que desafiou os discípulos a serem "pescadores de homens", D. Anacleto Oliveira lembrou que "pescar homens é muito diferente de pescar peixes".

"Pescar peixes significa matá-los, enquanto que pescar homens significa salvá-los", explicando que "na tradição bíblica, o mar é o lugar do maligno, da morte. Por isso mesmo, pescar homens é resgatá-los da morte".

Ser pesadores de homens "É uma missão tão bela que não cansa", salientou o bispo de Viana do Castelo ao encerrar seu pensamento. (JSG)


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Matriz da Boa Vista acolherá grupos das paróquias que vão se revezar nas Adorações ao Santís ...
 
...
 
Mais de 8 mil católicos, 100 sacerdotes, 120 religiosas e 10 Bispos de todo o país, participaram d ...
 
Segundo o diretor da Rede do Apostolado da Oração do Papa, elas são fruto de um longo processo de ...
 
Desde a infância, ela tinha uma piedade intensa. Aos dez anos dedicou sua virgindade a Deus. ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading