Loading
 
 
 
Loading
 
São Tomás de Aquino, padroeiro dos universitários, é celebrado na Espanha
Loading
 
31 de Janeiro de 2017 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

São Tomás de Aquino, padroeiro dos estudantes, é celebrado na Espanha.jpg
Valência - Espanha (Terça-feira, 31-01-2017, Gaudium Press) Por ocasião da festividade litúrgica de São Tomás de Aquino, que ocorreu no dia 28 de janeiro, o Cardeal Antônio Cañizares, Arcebispo de Valência (Espanha) presidiu na última segunda-feira, 30, uma Missa Solene como tributo ao padroeiro dos universitários, a educação e das escolas católicas.

A Missa ocorreu às 18h30 na igreja valenciana de El Salvador, após a qual seguiu um ato acadêmico na Faculdade de Teologia 'São Vicente Ferrer' de Valência, com a intervenção do Padre Hyacinthe Destivelle, sacerdote da Ordem dos Pregadores, que faz parte da seção oriental do Pontifício Conselho para a promoção da unidade dos cristãos. "O Santo e o grande Concílio da Igreja Ortodoxa", foram o tema abordado pelo sacerdote.

São Tomás de Aquino

São Tomás de Aquino nasceu em 1225 no castelo de Roccaseca, Itália. Como filho dos condes de Aquino recebe sua primeira educação na abadia de Montecasino. Dali seguiu sua formação na Universidade de Nápoles onde conheceu o Frei João de São Juliano, que influenciou para que o jovem, aos seus 16 anos, começasse a frequentar a Ordem dos Pregadores, ao qual ingressa finalmente aos seus 19 anos.

Uma vocação que é provada em múltiplas ocasiões, começando com sua família que o distancia da comunidade quando era um noviço e o encerra durante seis meses no castelo de Roccaseca. Tempos depois, quando estuda na França, os mestres de Paris não lhe permitem a docência na universidade devido a sua condição de frade mendicante.

Conclue seus estudos com o apoio de Frei Alberto Magno, que o orienta para que aprofunde em Aristóteles, recordando-lhe que a razão é dom de Deus. Aos seus 30 anos se torna mestre na cátedra de teologia de Paris. É nesta cidade onde o Santo e Doutor da Igreja, junto com seus irmãos dominicanos, elabora filosofia e teologia que depois faz presente na universidade, escrevendo uma infinidade de obras.

Depois de Paris, São Tomás se dedica à docência em Roma e em Nápoles, tempo no qual escreve sua máxima obra: a Suma Teológica.

O santo e doutor da Igreja faleceu no dia 07 de março de 1274 quando se dirigia ao Concílio de Lyon. Foi canonizado por João XXII no dia 18 de julho de 1323, e declarado doutor da Igreja por São Pio V em abril de 1567. Foi o Papa Leão XIII quem em 1880 o declarou padroeiro das universidades e das escolas católicas. (GPE/EPC)

Loading
São Tomás de Aquino, padroeiro dos universitários, é celebrado na Espanha

São Tomás de Aquino, padroeiro dos estudantes, é celebrado na Espanha.jpg
Valência - Espanha (Terça-feira, 31-01-2017, Gaudium Press) Por ocasião da festividade litúrgica de São Tomás de Aquino, que ocorreu no dia 28 de janeiro, o Cardeal Antônio Cañizares, Arcebispo de Valência (Espanha) presidiu na última segunda-feira, 30, uma Missa Solene como tributo ao padroeiro dos universitários, a educação e das escolas católicas.

A Missa ocorreu às 18h30 na igreja valenciana de El Salvador, após a qual seguiu um ato acadêmico na Faculdade de Teologia 'São Vicente Ferrer' de Valência, com a intervenção do Padre Hyacinthe Destivelle, sacerdote da Ordem dos Pregadores, que faz parte da seção oriental do Pontifício Conselho para a promoção da unidade dos cristãos. "O Santo e o grande Concílio da Igreja Ortodoxa", foram o tema abordado pelo sacerdote.

São Tomás de Aquino

São Tomás de Aquino nasceu em 1225 no castelo de Roccaseca, Itália. Como filho dos condes de Aquino recebe sua primeira educação na abadia de Montecasino. Dali seguiu sua formação na Universidade de Nápoles onde conheceu o Frei João de São Juliano, que influenciou para que o jovem, aos seus 16 anos, começasse a frequentar a Ordem dos Pregadores, ao qual ingressa finalmente aos seus 19 anos.

Uma vocação que é provada em múltiplas ocasiões, começando com sua família que o distancia da comunidade quando era um noviço e o encerra durante seis meses no castelo de Roccaseca. Tempos depois, quando estuda na França, os mestres de Paris não lhe permitem a docência na universidade devido a sua condição de frade mendicante.

Conclue seus estudos com o apoio de Frei Alberto Magno, que o orienta para que aprofunde em Aristóteles, recordando-lhe que a razão é dom de Deus. Aos seus 30 anos se torna mestre na cátedra de teologia de Paris. É nesta cidade onde o Santo e Doutor da Igreja, junto com seus irmãos dominicanos, elabora filosofia e teologia que depois faz presente na universidade, escrevendo uma infinidade de obras.

Depois de Paris, São Tomás se dedica à docência em Roma e em Nápoles, tempo no qual escreve sua máxima obra: a Suma Teológica.

O santo e doutor da Igreja faleceu no dia 07 de março de 1274 quando se dirigia ao Concílio de Lyon. Foi canonizado por João XXII no dia 18 de julho de 1323, e declarado doutor da Igreja por São Pio V em abril de 1567. Foi o Papa Leão XIII quem em 1880 o declarou padroeiro das universidades e das escolas católicas. (GPE/EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/85032-Sao-Tomas-de-Aquino--padroeiro-dos-universitarios--e-celebrado-na-Espanha. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Com 250 quilômetros, a ciclovia unirá caminhos já existentes com outros que serão criados, passa ...
 
A Igreja sempre considerou o serviço aos enfermos como “parte integral de sua missão”. ...
 
Os franciscanos conventuais de Pádua apresentaram um balanço sobre os peregrinos que visitam a Ba ...
 
O Encontro do organismo da CNBB reuniu-se em Brasília entre os dias 16 e 17 últimos. ...
 
Jesus expulsa o espírito mau: Mestre, eu trouxe a Ti o meu filho que tem um espírito mudo... ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading